Lisboa

Da wiki Wikivoyage
Ir para: navegação, pesquisa
Broom icon.svg
Este artigo ou secção não está de acordo com nosso manual de estilo e precisa ser editado. Por favor mergulhe fundo, dê-lhe um pouco de sua atenção e ajude-o a melhorar!

Lisboa [1] é a capital de Portugal. Lisboa é um destino recomendado e elogiado por inúmeras publicações nacionais e internacionais, referenciado como imperdível, dinânimo, trendy e cosmopolita, reconhecido pela arte de bem receber e caracterizado por uma oferta de elevada qualidade e de grande atractividade.

Cidade das sete colinas, a capital portuguesa oferece um leque variado de opções. Desde os tão apreciados bairros do Centro Histórico, onde o Fado é a banda sonora de eleição, até ao Parque das Nações, símbolo da Lisboa moderna, os turistas são desafiados a viver uma metrópole de contrastes, de forma intimista e irrepetível.

Dos inúmeros jardins aos miradouros, passando pelos vibrantes Cais do Sodré, Bairro Alto, Intendente e Martim Moniz, ao renovado Terreiro do Paço, muito há para ver e fazer em Lisboa.


Entenda[editar]

Mosteiro dos Jerónimos.

Lisboa é a capital de Portugal e a maior cidade do país.

Localizada na costa Atlântica da Europa, na margem direita do estuário do rio Tejo, é a capital mais ocidental do continente Europeu. A Região de Lisboa conta com aproximadamente 3 milhões de habitantes e, só na cidade, vivem cerca de 600 mil pessoas.

É uma cidade segura e dinâmica, possuidora de um atractivo calendário anual de eventos, para todos os gostos e idades.

As Festas de Lisboa - também denominadas de Santos Populares - estão entre as iniciativas mais apreciadas e Santo António é alvo de grande veneração. Na noite que antecede o 13 de Junho, dia dedicado a este Santo e feriado municipal, uma autêntica multidão concentra-se de ambos os lados da Avenida da Liberdade - uma das principais artérias da cidade - para ver desfilar as Marchas Populares, em representação dos bairros populares da cidade. Música, sardinha assada e um bom vinho são imprescindíveis para celebrar a ocasião.

Apesar de venerado, Santo António não é o santo padroeiro de Lisboa. Essa função cabe a São Vicente, diácono e mártir, celebrado a 22 de Janeiro.

Graças à riqueza e à diversidade da sua oferta turística, a capital portuguesa é ideal tanto para quem pretende fazer um "city break" como por quem viaja em trabalho, ou procura conciliar as duas situações. Da riqueza do seu Património à Gastronomia, do calendário anual de eventos às infra-estruturas aptas a receber as mais diversas iniciativas, Lisboa revela-se como um destino de eleição, onde cada turista pode viver uma experiência única.

Lisboa está situada perto da foz do rio Tejo, onde este desagua no oceano Atlântico. Com cerca de 500.000 habitantes no centro e um total de 3.000.000 na Região Metropolitana de Lisboa, é a maior cidade de Portugal, sendo o seu centro político, cultural e económico e é também uma das mais belas cidades do mundo.

O clima é do tipo oceânico ou atlântico, com precipitações ao longo de todo o ano.


História[editar]

Imortalizou a lenda que o mítico herói Ulisses terá sido o fundador da bela Lisboa. No entanto, descobertas arqueológicas recentes, feitas perto do Castelo de São Jorge e da Sé da cidade, comprovam que a fundação de Lisboa se deveu aos Fenícios.

A designação Lisboa decorre de "Olissipo", que tem a sua origem nas palavras fenícias "Allis Ubbo”, isto é, "porto encantador".

No início da época dos Descobrimentos, Lisboa foi um importante centro para o comércio de jóias e especiarias. O grande passo para a expansão portuguesa chegou, entretanto, quando Vasco da Gama descobriu o caminho marítimo para a Índia e fez, de Lisboa, a “Senhora dos Mares”.

Em 1755, a moderna Lisboa foi abalada por um terramoto, tendo sido reconstruída sob a direcção de Marquês de Pombal. Nasceu, então, a denominada Baixa Pombalina, uma área comercial que ainda hoje mantém grande parte do traçado original.

Lisboa é actualmente uma capital histórica, mas "trendy", com um carácter e um encanto fora do comum, onde centenas de anos de influências culturais fundem-se com as mais modernas tendências e estilos de vida, criando contrastes verdadeiramente espectaculares.


Serviços do Turismo[editar]

  • Número de telefone para informação turística: 808 781 212
  • Lisboa Card, [2]. O Lisboa Card permite ao visitante conhecer Lisboa de uma forma fácil e cómoda, oferecendo ao portador as seguintes vantagens:
  • Livre circulação nos transportes públicos, nomeadamente: Metropolitano de Lisboa, autocarros, eléctricos e elevadores da CARRIS, comboios da Linha de Sintra - Sete Rios - Oriente, e Linha de Cascais - Cais do Sodré.
  • Entrada livre em 27 museus, monumentos e outros locais de interesse.
  • Desconto de 10 a 50 por cento em locais e serviços de interesse turístico e cultural.
  • Desconto de 5 a 10 por cento nas lojas aderentes de artigos genuinamente portugueses.
O Lisboa Card está disponível nas modalidades de 24, 48 e 72 horas e pode ser adquirido nos Postos de Turismo de Lisboa ou através do portal. No momento da aquisição será disponibilizada informação actualizada sobre todos os locais e equipamentos abrangidos pelo Lisboa Card.
  • O Travel Planner [3] é uma ferramenta virtual alojada no portal do Turismo de Lisboa, que permite aos visitantes planear roteiros turísticos, a realizar durante a sua estada na cidade. Na secção Travel Planner, os utilizadores têm à sua disposição cinco infogramas e sete itinerários virtuais que dão a conhecer ao pormenor a história de Lisboa. O visitante pode optar pelos itinerários sugeridos ou criar os seus próprios itinerários. As informações do Travel Planner são apresentadas em português e em inglês e todos os pontos de interesse estão referenciados no Google Maps.

Chegar[editar]

De avião[editar]

Lisboa dispõe de ligações aéreas com as principais cidades da Europa e algumas da América, África e Ásia. Do Brasil, partem voos de 9 cidades, entre elas São Paulo, Rio de Janeiro, Campinas e Brasília, todos operados pela TAP.

O aeroporto internacional de Lisboa-Portela fica a 6 km do centro da cidade. Para chegar ao centro, podem-se utilizar os autocarros da Carris (linhas 5, 22, 44, 45, 83 com uma tarifa de 1,40€), o Shuttle da Carristur (linha 91 e 96 com tarifa de 3,00€), ou o Metro de Lisboa (bilhetes de 1 hora por 1,40€ que permitem utilizar também o serviço Carris ou bilhete de 1 viagem 1,25€ Zapping Carris ou Metro), com ligações a practicamente toda a cidade. O mesmo trajecto, de táxi, custa aproximadamente 10-15€.

De barco[editar]

A cidade tem vários pontos de comunicação por mar devido à proximidade deste. Durante todo o ano existem vários barcos, navios ou cruzeiros em andamento que param no grande porto de Lisboa.

De comboio[editar]

Lisboa dispõe de várias ligações entre pontos da cidade, outras cidades de Portugal e da Europa. As principais estações de comboio são:

  • Santa Apolónia, por onde passa a principal rota (Sul-Norte), ligando Faro, Coimbra, Porto e Braga. Daí saem também as linhas internacionais para Madrid e para Hendaye, onde há uma conexão por TGV para Paris.
  • Oriente, onde fica a principal rodoviária da cidade.
  • Entrecampos, com chegadas da Linha do Norte.
  • Rossio, com linhas suburbanas para Sintra.
  • Cais do Sodré, linhas suburbanas para Cascais.

De autocarro[editar]

Muitas linhas de autocarro/ônibus chegam e parte da estação Oriente e da estação Jardim Zoológico/Sete Rios.

De carro[editar]

As principais autoestradas que chegam a Lisboa são a A1 e A8, que vêm do Norte; A2 e A12, do Alentejo e do Sul.

Se usar o carro, evite entrar em Lisboa nos horários de maior congestionamento de trânsito, sobretudo entre as 07:30 e 09:30 horas; e entre as 17:00 e 19:00 horas.

É vantajoso também ter um GPS para a orientação, pois as ruas do centro de Lisboa nem sempre têm uma identificação fácil, as placas de identificação das ruas são velhas e de difícil deteccção, não existindo mesmo por vezes. O relevo da cidade de Lisboa dificulta também o trânsito, existindo na Baixa ruas íngremes, apertadas e de único sentido.

As vagas de estacionamento (parque de rua) são tarifadas na sua grande maioria: reserve moedas para este fim. Aos fins-de-semana existem parques de estacionamento que não são tarifados.

Carros de aluguer Auto Jardim Lisboa
Aluguer de carros em Lisboa

Circule[editar]

Muito difícil em hora de ponta. Deve evitar a travessia pela Ponte 25 de Abril, sentido Norte - Sul das 17h30 às 20h.

De comboio/metro[editar]

A cidade conta com 4 linhas de metro, ligando às principais estações de comboio e diversos bairros e pontos de interesse. Há ainda várias linhas de eléctricos suburbanos, que cruzam a periferia da cidade. Está planeada a construção de duas novas estações na linha verde, no Rato e em Santos.

De autocarro[editar]

Uma boa opção para circular de uma ponta a outra e conhecer os sitios interessantes é o Bilhete 1 dia - Rede (24 h) que permite a circulação de Metro ou de Elétricos (carris) livremente por um período de 24 horas.

De barco[editar]

Dentro da cidade será difícil circular de barco mas poderá apreciar as vistas do rio Tejo para a cidade apanhando o "Cacilheiro" (barco para Cacilhas), com partidas na estação fluvial do Cais do Sodré. Na estação do Terreiro do Paço pode apanhar os modernos barcos para o Barreiro enquanto a estação de Belém serve as embarcações com destino à Trafaria.

De carro[editar]

Andar de carro em Lisboa é uma aventura ... pois o tráfego automóvel aumentou substancialmente nos últimos anos. Por isso, aconselha-se o uso dos transportes públicos que são razoáveis. O Metro é o meio mais rápido de chegar ao destino. De noite use o táxi, mas cuidado, informe-se das tarifas do táxi porque há quem se aproveite dos turistas em Lisboa. Os táxis em Lisboa têm taxímetro e o valor deste é visível.

O Táxi Voucher é um serviço pré-pago de transporte de táxi, a partir do Aeroporto Internacional de Lisboa, para qualquer ponto da cidade, do país ou mesmo para o estrangeiro.

De elétrico[editar]

Pode passear-se no elétrico 28E [4], que realiza um percurso entre os Prazeres e Martim Moniz, passando por bairros mais tradicionais da cidade, entre eles várias das colinas que rodeiam a cidade. É só preciso ter cuidado com os carteiristas que atuam muito neste elétrico. Se tiver menos tempo para apreciar os cheiros de Lisboa poderá optar pelos circuitos turísticos. Além da 28, existem outras linhas bastante interessantes. A linha 15 vai pela orla, passando pelo tradicional bairro de Belém.

Quando se cansar de subir e descer, aproveite para apreciar a subida num dos ascensores (Bica, Lavra e Glória) que Lisboa tem, para além do Elevador de Sta. Justa (da mesma linha arquitetónica que a Torre Eiffel).

Um bilhete válido para metro, elétricos, autocarros, elevadores e ascensores (funiculares) por 24h custa 3,75€, mais 0,50€ pelo bilhete em si, que é recarregável e dura um ano.

Veja[editar]

O Castelo de São Jorge, o Mosteiro dos Jerónimos, a Torre de Belém e o Oceanário de Lisboa são os equipamentos mais visitados na cidade, enquanto que, fora da capital portuguesa, as preferências recaem sobre o Palácio da Pena, em Sintra.

O Lisboa Story Centre – Memórias da Cidade, localizado na principal praça lisboeta - o Terreiro do Paço - é, a mais recente atracção da cidade. Trata-se de um centro de interpretação dedicado à história da capital portuguesa, com especial ênfase no terramoto de 1755 e planos do que é hoje a Baixa Pombalina.

Promovido pela Associação Turismo de Lisboa e pela Câmara Municipal de Lisboa, o Lisboa Story Centre é um projecto inédito e uma plataforma de conhecimento e tecnologia que, inspirado nos factos e eventos que moldaram Lisboa, convida o visitante a descobrir o património, de forma lúdica e interactiva.

Este equipamento estruturante na oferta turística e cultural da cidade propicia uma visita de cerca de 60 minutos, orientada por um audioguia - em vários idiomas - que acompanha todo o percurso. A saída faz-se por um posto de informação turística onde o visitante pode recolher todos os elementos necessários à preparação e planeamento de uma visita à oferta turístico-cultural de Lisboa.

No Terreiro do Paço encontram-se também várias esplanadas, restaurantes, cafés e um quiosque, com uma oferta singular, espaços com capacidades variadas aptos a receber os mais diversos eventos e uma discoteca, num renovado pólo de lazer que reforça a oferta lisboeta e dinamiza a vivência da Baixa Pombalina, contribuindo assim para o aumento da competitividade e atractividade do destino.

No centro de Lisboa, numa das avenidas mais longas da Europa todo o tipo de lojas emerge. Para comprar há também variados outros pontos de interesse como o Centro Comercial Colombo, Vasco da Gama ou Amoreiras, oferecendo as mais variadas ofertas.

  • Cine Theatro Gymnasium, Rua da Misericórdia nº 14, 2º Andar 1200-273 Lisboa, (+ 351) 210 121 000. Fado In Chiado - Espectáculo diário com a duração de 40 minutos. Vozes que cantam o Fado ao som da guitarra portuguesa, um encontro com a tradição no centro histórico Lisboa.
  • Mosteiro dos Jerónimos[5] - Praça do Império, Belém. Tel: 351 + 21 362 00 34 (fax: 351 + 21 363 91 45, mosteirojeronimos@mosteirojeronimos.pt). Encomendado pelo rei D. Manuel I e fundado no século XVI, este mosteiro é o ponto alto da arquitetura manuelina e o mais importante mosteiro desse período em Portugal. Funciona de Outubro a Abril das 10 às 17h e de maio a Setembro das 10 às 18h. Última entrada 30 minutos antes do encerramento. Bilhetes € 4,50, gratuito nos domingos e feriados até às 14h.
  • Torre de Belém
  • Palácio Nacional da Ajuda
  • Jardim Botânico
  • Arco Rua Augusta
  • Elevador de Santa Justa
  • Miradouro São Pedro de Alcântra
  • Oceanário
  • Miradouro Portas do Sol
  • Estufa Fria
  • Museu Berardo
  • Bairro Alto
  • Castelo de São Jorge, de onde se vê quase toda a cidade. Ingresso 7€
  • Parque das Nações
  • Oceanário
  • BES Arte & Finança[6], um espaço inovador multifunções situado no financial district de Lisboa, dedicado sobretudo à Fotografia. Acesso livre. Aberto nos dias úteís das 9 às 19 horas.

A cultura urbana e cosmopolita de Lisboa convive em perfeita harmonia com o património histórico. As zonas de Belém, do Centro Histórico e do Parque das Nações são a prova de uma Lisboa dinâmica, jovem e acolhedora.

Belém é sinónimo de grandeza, materializada nos monumentos que testemunham os Descobrimentos portugueses e a bravura dos navegadores. Daqui partiram as caravelas e os homens que, há cinco séculos, ousaram enfrentar os mares à descoberta de novas paragens, povos e culturas. Para passear pelos jardins extensos e de perder de vista, para admirar o rio Tejo ou, simplesmente, para descontrair ou saborear um delicioso pastel de nata, Belém é a sugestão ideal.

Para os turistas que elegem os passeios a pé como a principal actividade durante a sua estada na capital portuguesa, o Centro Histórico está no topo das preferências, pela diversidade de opções que proporciona. Aqui, em pleno coração de Lisboa, os bairros históricos - Alfama, Mouraria, Graça, Bairro Alto, Bica e Castelo -, destacam-se enquanto parte estrutural da identidade lisboeta. A vida e o espírito que neles se vive e deles emana, a traça e a beleza sem igual, tornam-nos numa paragem “obrigatória”.

Já na zona oriental da cidade, ergue-se o Parque das Nações, que reflecte a contemporaneidade de Lisboa. Mediante um processo de requalificação que se tornou num case study internacional, aqui teve lugar a Exposição Mundial de 1998 (EXPO´98), aplaudida aquém e além-fronteiras. Actualmente, para além de área residencial e de espaço de cultura e de lazer, diversas multinacionais e outras empresas de grande dimensão escolheram este aprazível local, junto ao rio Tejo, para instalar os seus escritórios.

Faça[editar]

Golfe[editar]

Campos com a assinatura dos mais conceituados arquitectos, paisagens deslumbrantes, infraestruturas e serviços que ultrapassam as expectativas dos mais exigentes - profissionais ou amadores -, e o clima ameno ao longo de todo o ano, tornam a oferta da Região de Lisboa num Destino de Golfe excepcional e disponível 365 dias.

Surf[editar]

A Região de Lisboa tem algumas das melhores praias da Europa para a prática do Surf. A Costa Oeste é reconhecida mundialmente pelas suas ondas, únicas no mundo, como os famosos Supertubos de Peniche, a poderosa Direita da Ericeira - a primeira Reserva Mundial de Surf da Europa - ou o Canhão da Nazaré, um desfiladeiro submarino de origem tectónica, com uma extensão de cerca de 200 quilómetros, que origina a amplificação da onda.

Recentemente, esta vila piscatória viu o seu nome correr mundo após o surfista havaiano Garrett McNamara ter surfado uma onda de 78 pés (23,77 metros), na Praia do Norte, inscrevendo definitivamente a Nazaré nos recordes do Guinness.

Compre[editar]

Recentemente considerada, por um ranking internacional, como uma das melhores cidades europeias para fazer compras – posicionando-se à frente de Amesterdão, Milão e Veneza –, Lisboa destaca-se pela diversidade da oferta, pela excelente relação qualidade-preço e o agradável e convidativo ambiente turístico, que tanto agrada aos visitantes. Desde o comércio tradicional aos centros comerciais, na cidade é possível encontrar marcas portuguesas e estrangeiras de elevada qualidade.

A mais glamorosa avenida lisboeta, a Avenida da Liberdade, é procurada pelas maiores grifes internacionais para a abertura de lojas de luxo. Cosmopolita e elegante, é uma das principais artérias da cidade e um dos mais concorridos pontos turísticos de Lisboa.

Considerada a 35.ª avenida mais cara e a 10.ª mais luxuosa do mundo, a Avenida da Liberdade disponibiliza, a quem a visita, uma oferta variada e de qualidade, através de diversas áreas de lazer, de comércio e de serviços. É aqui que estão instaladas as melhores lojas e marcas mundiais, tais como Louis Vuitton, Prada, Miu Miu, Dolce & Gabbana, TOD’s, Gucci, Burberry, mas também espaços comerciais mais alternativos e comércio tradicional, onde a singularidade da oferta e a atenção personalizada são características comuns.

  • Peças de artesanato - azulejos pintados à mão, cerâmicas típicas, trabalhos em tecido, inclusive roupa de cama e mesa.
  • Roupas - A Avenida da Liberdade e o Chiado têm as lojas mais sofisticadas. A rua do Norte e outras do Bairro Alto oferecem roupas mais alternativas e de tendências.
  • Feira da Ladra - este "marché aux puces" em Alfama funciona nas manhãs de terça e sábado. Encontrará um pouco de tudo à venda ali.

Coma[editar]

A gastronomia portuguesa é uma tentação e Lisboa apresenta-se como um destino turístico propício à experimentação de sabores, sendo inúmeros e variados os restaurantes existentes na cidade.

Desde a cozinha mediterrânica à cozinha do mundo, a cada dia o turista pode “aventurar-se” e saborear uma nova iguaria, um novo paladar e tirar partido de um aroma inebriante. A imaginação e o desejo são o limite. Dos espaços tradicionais aos mais sofisticados, a ementa surge sempre em sintonia com um ambiente cosmopolita e acolhedor, ao qual se soma um factor importante: preço versus qualidade. E Lisboa é assim mesmo: uma agradável surpresa.

Anualmente, a capital portuguesa acolhe um evento gastronómico de referência a nível nacional, o Peixe em Lisboa, um festival que dá a conhecer a mestria dos mais prestigiados chefs portugueses e estrangeiros, na arte de cozinhar peixes e mariscos.

Durante dez dias, os magos da cozinha participam em apresentações ao vivo, debates e workshops, interagindo com o público presente que tem assim a oportunidade de aprender a cozinhar com os melhores chefs do mundo.

A iniciativa conta com a participação de alguns dos melhores restaurantes de Lisboa e o programa inclui ainda debates gastronómicos e um mercado gourmet, que dá a conhecer os melhores produtos da região - doçaria, conservas de peixe, azeites e vinhos. A gastronomia portuguesa é famosa pelos seus pratos de peixe e marisco, nomeadamente o bacalhau. No norte do país são de destacar os pratos de carne de vaca, enquanto que no Alentejo o porco é muito utilizado na culinária regional. O bacalhau tradicional é um dos melhores pratos cá da terra.

Em Lisboa os pastéis de nata - dos quais os mais conhecidos são os de Belém - são iguarias muito apreciadas, se bem que já tivessem sido melhores.

Económico[editar]

  • Confeitaria Nacional. Muito tradicional, fica na Praça da Figueira, 18b/c, tel. 213 424 470

Médio[editar]

  • Restaurante A Confraria, York House - Rua das Janelas Verdes,32, 1200-691 Lisboa (Perto do Museu de Arte Antiga), Telf. +351 213 962 435 (reservations@yorkhouselisboa.com), [7]. Aberto durante todo o ano para almoços e jantares. Menu sazonal acompanhando a frescura e qualidade dos ingredientes disponíveis diariamente no mercado. Com uma cozinha tradicional portuguesa inspirada pela mão do Chefe Nuno Diniz, de onde destacamos: Creme de Espargos, Fígados de Aves, Pregado, Lombinho de Porco Ibérico e um delicioso Creme Queimado de Maracujá.
  • Largo, Rua Serpa Pinto, 10A, Chiado, tel. 21 347 72 25. Além de um cardápio incrivelmente bem-elaborado, o ambiente é muito agradável, contando com um aquário de medusas.
  • Restaurante "O Piteu" , Largo da Graça nº 95, tel:218871067. Comida tradicional Portuguesa.

Esbanje[editar]

Beba e saia[editar]

Assim que o sol se põe, Lisboa transforma-se. É a face nocturna da cidade que se revela, efervescente, extrovertida e com uma energia contagiante, que dura até ao amanhecer. A vida nocturna de Lisboa é conhecida como uma das mais longas e vibrantes da Europa e do mundo. Seguindo os hábitos dos lisboetas, uma saída à noite nunca acontece antes das 21h00 e começa quase sempre com um jantar, saboreado na companhia de amigos. Uma boa sugestão será jantar num espaço onde, para além da boa cozinha, haja música ao vivo ou um bar para descontrair. A noite continua numa das inúmeras discotecas e clubes nocturnos da cidade.

  • As Docas de Alcântara são um sítio interessante para se sair à noite. No entanto, de alguns anos a esta parte, o interesse por aquela zona tem vindo a decair e se o que pretende de Lisboa é encontrar-se com jovens em ambiente social de conversa, o local de eleição é o Bairro Alto (estação de metro: Baixa-Chiado - linha verde ou azul).
  • Casas de Fado no Bairro Alto ou em Alfama são os locais indicados para quem quer comer enquanto escuta a música tradicional portuguesa.
  • Teatros- Teatro Nacional de S. Carlos - Ópera

- Teatro da Trindade - Peças para o grande público - Teatro Nacional D. Maria II - Teatro nacional com peças clássicas

  • Discotecas e Pubs
  • Príncipe Real, acima do Chiado, é o "distrito gay" de Lisboa, com diversas opções de bares e clubs voltados a esse público.
  • Pavilhão Chinês, Rua D. Pedro V, 89/91, tel. 21 342 4729. Trata-se de um bar com cara de museu, no qual se exibem coleções de quinquilharias e velharias, com apurada curadoria. Lugar lindo com muito clima. Vale muito a pena.

Durma[editar]

Lisboa tem uma vasta oferta hoteleira, com uma boa relação qualidade-preço. Existem na Região 192 unidades hoteleiras, totalizando 44.170 camas. Segundo indicadores recentes, a cidade disponibiliza 26 unidades de cinco estrelas (8.149 camas), 76 de quatro estrelas (21.745 camas), 51 de três estrelas (9.547 camas) e 39 de duas estrelas (4.729 camas).

Lisboa revela-se, também, como uma referência para os turistas mais jovens, de espírito informal e descontraído, sendo de salientar que alguns dos melhores hostels do mundo se situam na capital portuguesa. Paralelamente, os turistas podem ainda optar por outro tipo de alojamento, também disponível na capital portuguesa: apartamentos, pousadas, estalagens, Turismo de Habitação e Rural, camping, entre outros.

Económico[editar]

  • Hall Chiado. Totalmente remodelado com estilo moderno e localizado no melhor bairro de Lisboa - o Chiado. Distâncias acessíveis de ir a pé até aos principais pontos turísticos, restaurantes, lojas e transportes.
  • Brown's Apartments. Média de 70€ por noite o casa. Fica num prédio todo remodelado na Baixa, nas rua da Vitória, quase esquina com rua Augusta, bem próximo a estação do metro Baixa/Chiado e do elevador Santa Justa. Reservas só pela internet no site acima.
  • Lisbon Story Guesthouse, Largo S. Domingos, 18 S/L (do lado direito do Teatro D. Maria II), (+351)211529313, .
  • Ibis Lisboa Oeiras, Area de Servico da Auto-Estrada Da Costa Do Estoril-A5 KM 9,6, (+351)21 423 07 30.
  • Ibis Lisboa Alfragide, Alto de Cabreira Estrada da Circunvalação - AMADORA, (+351)21 391 16 99. O Ibis Lisboa Alfragide é um hotel novo, totalmente para não fumadores, localizado a 5 km do centro de Lisboa, na área empresarial e comercial de Alfragide. Está localizado a 10 km do aeroporto internacional de Lisboa, perto das atrações turísticas de Cascais, Estoril e Sintra. Reserve um dos nossos 129 quartos para as suas férias ou viagens de negócios na área de Lisboa. O hotel oferece restaurante, serviço de snacks 24 horas, estacionamento privativo, Internet e salas de reunião

Médio[editar]

  • Lisbon Oasis, Rua da Oliveirinha 14, (+351) 96 52, . Lisbon Oasis tem nove apartamentos, todos localizados no centro histórico de Lisboa. Todos os quartos dispõem de acesso Wi-Fi e todos eles estão em edifícios antigos restaurados. Muitos apartamentos têm ar condicionado, varanda, vista, etc.
  • TravellingToLisbon, Calçada Nova do Colégio,19, (+351)218 886 072, .
  • Hotel Flamingo, Rua del Castilho, 41.
  • Hotel Real Parque, Av. Luís Bívar, 67, 351 213 199 000, .
  • Real Suites, Rua Ramalho Ortigão, 41, 351 213 822 900, .
  • Vila Galé Ópera, Travessa do Conde da Ponte, (+351) 213 605 400, . Dinamizador do turismo de Lisboa, no Hotel Vila Galé Ópera sente-se a música no ar. Junto ao Centro de Congressos e Zona das Docas. Reservas online.
  • York House Lisboa, Rua das Janelas Verdes, 32, 1200-691 Lisboa, (+351) 213 962 435, . York House um hotel boutique com muito charme instalado num antigo convento do século XVII, prima por um serviço cuidado e personalizado que proporciona a cada hóspede o sentimento de uma estadia única. Inclui nas suas instalações o Restaurante A Confraria e a Loja de Vinhos Enomania.

Esbanje[editar]

  • Pousada de Queluz, Largo do Palácio Nacional Queluz - D. Maria I, +351-214 356 158 / 214 356 172, fax: +351-214 356 189, . Pousada histórica.
  • Hotel Real Palácio, Rua Tomás Ribeiro, 115, 351 213 199 500, .
  • Sofitel Lisboa, Avenida da Liberdade, (+351)21 322 8300, .

Segurança[editar]

Evitar levantar dinheiro em multibancos de noite em zonas isoladas.

Saúde[editar]

Quotidiano[editar]

Ligações para o Brasil[editar]

Para fazer ligações por um telefone convencional (fixo, público), deve-se usar a seguinte formatação de número: 00+55+(código da cidade)+(nº do telefone)

  • Exemplo: para ligar para o Palácio do Planalto, em Brasília, deve-se chamar: "0055 61 34111221".

O sistema de telefonia pública funciona como no Brasil, com cartão telefônico que pode ser vendido em bancas de jornais, papelarias, tabacarias.

Partir[editar]

Existem alguns sítios interessantes perto da cidade:

  • Mafra— Uma charmosa vila com um maravilhoso mosteiro. Em Mafra encontra-se um dos mais importantes testemunhos da Arte Barroca no país, o Palácio Nacional, que obriga a uma paragem prolongada para admirar a sua beleza arquitectónica e também os famosos carrilhões, conjunto único no mundo pelas suas dimensões e características de mecanismo. Trata-se, sem dúvida, de uma viagem pelo mundo da Arte que deve ser incluída no roteiro turístico de qualquer viajante.
  • Ericeira— Um bonito resort perto de Mafra, conhecido entre surfistas de todo o mundo. Situada a uma curta distância de Lisboa e com excelentes acessibilidades, a Ericeira é reconhecida como a primeira Reserva Mundial de Surf da Europa. Dotada de uma beleza natural ímpar, é identificada internacionalmente pelos amantes do surf como um must.
  • Sintra - Um magnífico Património Mundial, conhecido pelo Palácio da Pena. e pelos seus muitos outros castelos e palácios. Sintra, a “Capital do Romantismo”, combina o esplendor da Natureza com a magnificência dos monumentos que a enriquecem. A vila é ainda referenciada como destino ideal para descobrir os sabores da doçaria típica lisboeta, entre os quais os famosos travesseiros, as queijadas e os fofos. Musa de poetas e outros artistas, Sintra é considerada Património Mundial da UNESCO.
  • Cascais— Uma cidade na baía de mesmo nome, na costa do Estoril. A zona de Cascais/ Estoril, por exemplo, é frequentemente eleita para a realização de grandes eventos de natureza diversa, que atraem anualmente centenas de turistas. É aqui que se realizam iniciativas de grande notoriedade e projecção mundial nas modalidades de Hipismo, Ténis e Golfe.
  • Seixal - Surgiu como uma vila piscatória e desenvolveu-se como sede de concelho, possui ligação com Almada e consequentemente com Lisboa pela A2 e depois pela ponte 25 de Abril. Os locais mais importantes a visitar são o Moinho de Maré de Corroios, a Quinta da Fidalga, o Coreto da Amora, o Fórum do Seixal (trata-se de um fórum cultural que possui composto por uma biblioteca, um auditório e uma galeria de exposições). É recomendável dar um passeio a pé pelo centro histórico e existem diversos restaurantes onde se pode almoçar uma boa refeição especialmente de peixe ou marisco.
  • Oeiras— O concelho de Oeiras possui um vasto património arquitectónico e paisagístico representativo de muitos séculos de História, do qual é exemplo o Palácio Marquês de Pombal. Para os adeptos das actividades ao ar livre, Oeiras disponibiliza um Passeio Marítimo com uma extensão de quatro mil metros, onde se pode correr, caminhar ou simplesmente desfrutar da vista para o mar, e uma Piscina Oceânica, de água salgada, que está aberta entre Maio e Setembro e tem lotação para 700 pessoas.
  • Praia das Maçãs - Um pequeno e surpreendentemente calmo resort à beira-mar a cerca de 30km a oeste de Lisboa, perto de Sintra.
  • Almada - Ligada a Lisboa pelas Pontes 25 de Abril e Vasco da gama, bem como por um ferry boat. O Monumento do Cristo-Rei situa-se aqui.
  • Setúbal— Capital de distrito, e ponto de entrada para a Arrábida, Tróia e o Rio Sado. Pode ver golfinhos no rio e na baía.
  • Palmela— Uma cidade numa colina, com um castelo e óptimas vistas, perto de Setúbal.
  • Sesimbra— Um aldeia de pescadores perto da Arrábida, um bom local de mergulho, com bons restaurantes de marisco. É também conhecido como ponto de entrada para o Cabo Espichel.
  • Azeitão - Perto de Setúbal, esta pequena região consiste numa série de belas aldeias, das quais as mais conhecidas são Vila Nogueira de Azeitão e Vila Fresca de Azeitão. Azeitão fica entre o Parque Natural da Arrábida e a costa. No parque poderá ver o que resta da flora mediterrânica original. Pode também visitar o famoso Convento da Arrábida e desfrutar das maravilhosas vistas desde as colinas e desde o pico.
  • Tróia— Uma encantadora península com quilómetros de praias inexploradas, e com um resort turístico a ser desenvolvido numa das suas estremidades. Na margem Sul do Tejo, Setúbal/ Tróia integra três reservas botânicas e paisagísticas integrais: a Reserva do Solitário, a Reserva Integral da Mata Coberta e a Reserva dos Vidais. Num local bem isolado da encosta da Serra, encontra-se o Convento da Arrábida, de Frades Arrabidinos Franciscanos que construíram, em 1542, um conjunto de celas, uma igreja e outras dependências.
  • Almada— Em Almada ergue-se um dos mais emblemáticos monumentos construídos no último século: o Santuário do Cristo-Rei.
  • Oeste— Também na zona Oeste, a Rota dos Vinhos dá a conhecer os seus extensos vinhedos e adegas. Peniche, com as suas praias excepcionais para a prática de surf, pesca ou mergulho, ou Óbidos, uma magnífica Vila Medieval, são exemplos da riqueza da região.
  • Ribatejo— Banhado pelo rio Tejo, o Ribatejo tem como paisagem de referência as lezírias, por onde correm touros e cavalos, que fizeram a cultura destas terras, únicas em Portugal. Berço do cavalo puro-sangue Lusitano, animal nobre e de postura altiva, inteligente e dócil, que vive em plena liberdade nos campos e pastagens, é o local ideal para um passeio recheado de aventura.
  • Fátima— Fátima é, certamente, outro local a visitar. Destaque para o Santuário de Nossa Senhora de Fátima, um dos principais centros de peregrinação do mundo, onde milhares de peregrinos encontram conforto espiritual.
  • Tomar— Já o Convento de Cristo, em Tomar, é o maior exemplo da riqueza dos monumentos da região, tendo sido considerado Património Mundial pela UNESCO, em 1983. Intimamente ligado à Ordem dos Templários, Tomar conserva vestígios e edificações que testemunham a sua passagem. Destaque, ainda, para a muito apreciada Festa dos Tabuleiros, que se realiza de quatro em quatro anos.



Este artigo está delineado e precisa de mais conteúdo. Ele já segue um modelo adequado mas não contém informações suficientes. Mergulhe fundo e ajude-o a crescer!
38.717; -9.167Internet-web-browser.svg