Baixe o arquivo GPX para este artigo
3.816667-73.916667Map mag.png

Colômbia

Fonte: Wikivoyage
América do Sul > Colômbia
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa


Localização
Colombia in its region.svg
Bandeira
Flag of Colombia.svg
Informações Básicas
Capital Bogotá
Governo república
Moeda peso colombiano (COP)
Área 1.138.910 km2
População 41.008.227
Idioma Espanhol
Religião católico romano 90%
Eletricidade 110V, 60Hz
Código telefônico +57
Internet TLD .co
Fuso horário UTC-5

Colômbia é um país da América do Sul.

Regiões[editar]

Regiões da Colômbia

Departamentos[editar]

O páis está dividido em 32 departamentos mais o Distrito Capital:

Cidades[editar]

Outros destinos[editar]

Entenda[editar]

Chegar[editar]

  • Brasileiros não precisam de visto para estadias de até 90 dias. Obrigatório estar vacinado contra Febre Amarela e portar Carteira Internacional de Vacina. Vacina e Carteira Internacional de Vacina disponíveis gratuitamente na ANVISA nos aeroportos. É preciso estar vacinado 10 dias antes do embarque.
  • A partir de Outubro de 2007, para brasileiros entrarem no país basta a cédula de identidade, que deve ter sido expedida há menos de 10 anos e estar bem conservada. O mesmo vale para todos cidadãos sul-americanos, exceto venezuelanos.
  • Cidadãos de Portugal e de São Tomé e Príncipe não precisam de visto, bastando um passaporte válido para visita turística.
  • Cidadãos de Cabo Verde, Angola e Moçambique precisam pegar visto antes de viajar.

De avião[editar]

Vôos diretos da Varig (de 3 a seis saídas semanais, dependendo do mês) e da Avianca (um voo diário), a partir de São Paulo para o Aeroporto Eldorado, em Bogotá. Tempo de viagem de aproximadamente 6h.

De barco[editar]

  • A partir de Manaus é possível chegar a Tabatinga, conurbada com a cidade colombiana de Letícia, 5 dias rio acima (3 dias para voltar)! Várias saídas semanais por módicos R$ 370,00 em qualquer classe. Informações mais detalhadas no porto de Manaus, tel. 92 3622-1330, fax 92 3233-2689.
  • De Iquitos, no Peru, com destino a Tabatinga, o barco rápido leva entre 9 a 10 horas e custa entre 50 e 60 dólares. Os barcos mais simples custam em torno de 25 dólares (refeições incluídas).
  • Há muitos barcos transitando entre Cartagena e Panamá. A guarda costeira americana costuma abordar e vistoriar todas as embarcações. Por isso, nem ouse levar drogas a bordo, pois você irá colocar todos em risco de prisão, sob acusação de tráfico internacional.

De carro[editar]

De autocarro/ônibus[editar]

Circular[editar]

De avião[editar]

  • A Avianca e a Copa [2] oferecem serviços domésticos. Atenção: sites populares de vendas de passagens costumam ter preços bem inferiores aos praticados diretamente pelo site da Avianca para voos domésticos. Confira!
  • Outras companhias aéreas locais podem oferecer voos econômicos: EasyFly [3], Aero Republica [4], Satena [5] e Aires [6]. Muitas dessas companhias só fazem venda pelo site para residentes na Colômbia; entretanto, eles vendem passagem pelo telefone, pelo mesmo preço. Veja os números nos próprios sites.

De barco[editar]

Há barcos ligando San Andrés e Providência ao continente, mas nenhuma linha é oficial.

De carro[editar]

Quadro de distâncias a partir de Bogotá:

  • Medellín: 414 km
  • Cali: 440 km
  • Barranquilla: 948 km
  • Cartagena: 1.060 km

De autocarro/ônibus[editar]

Consulte o site do governo [7] sobre viagens de ônibus, contendo o nome da companhia, preço e duração da viagem.

De táxi[editar]

O serviço de táxis nas cidades maiores são bons e relativamente baratos. Cruzar a cidade do Bogotá custa aproximadamente US$15. Ao pedir um táxi pelo telefonelhe é fornecido o número de registro. Há táxis em hoteis, escritórios e edifícios públicos. Os carros tem uma tabela com o valor de conversão do taxímetro. À noite e aos domingos eles usam bandeira 2, como no Brasil.

De teleférico[editar]

Como muita gente vive nos Andes, vários sistemas de teleféricos por cabo têm sido implantados no país. Em Medellín, o serviço faz parte da rede de metrô. Há ainda muitos sistemas em operação em pequenas cidades da Antioquia, ou em Santander, sobre o cânion do rio Chicamocha.

Fale[editar]

  • Espanhol. Em Medellín e Cali eles usam o vos no lugar do tu, que nem na Argentina.
  • O modo de falar dos colombianos é diferente dos demais países da América Latina. Não só o modo de pronunciar as palavras, como também os traços da prosódia são próprios.
  • Em Cartagena, costuma-se falar mais rápido e quase sem consoantes. Quando falam entre si, nem os bogotanos entendem.
  • Algumas palavras colombianas: chévere (legal), bacano (bacana), rumba (festa), gamín (mendigo)
  • Além da confusão habitual entre o V e o B, característica dos hispânicos, os colombianos às vezes também pronunciam o V como U; nunca se sabe direito quando isso pode ocorrer, mas eles dizem palaura (palavra), por exemplo.
  • O D entre duas vogais não existe mais: pescao, chupao, empleao, e não pescado, chupado, empleado (empregado)...

Veja[editar]

Tayrona-Coastline.jpg

Faça[editar]

Compre[editar]

  • Em março/2008, R$1 equivale a 1100 pesos colombianos. De um modo geral, os preços são inferiores aos do Brasil.
  • O câmbio é bem chutado: embora oficialmente um dólar valha em torno de 2250 pesos (maio/2009), você nunca consegue mais de 2150; nos aeroportos, 2050 pesos. Nos hotéis eles ainda tiram 200 pesos por dólar, comprando a 1850. Pagar com cartão, apesar do IOF brasileiro, ainda é a melhor pedida.
  • Na prática, para converter o preço de um produto fica mais fácil tirar os 3 últimos zeros dos valores, e eis o preço em real.
  • Compre: café, chocolate, joias, artesanato.

Coma[editar]

Fruto da canapum (Physalis).
  • A comida colombiana é muito particular. É bastante temperada e os pratos são preparados à base de peixe, milho, frango, batatas, pimentões etc. A comida colombiana ultimamente tem sido redescoberta pelos chefs locais, que lhes estão dando uma cara renovada e moderna.
  • As frutas são outra coisa forte no país, muitas delas só existindo lá. Exemplos: Guanávana (tipo de graviola gigante), lulo (parece o maracujá, mas o suco – delicioso! – tem gosto de mangaba), uchuva (uma frutinha que no Ceará se chama canapum e em São Paulo tem o nome de "physalis"), plátano (banana), piña (abacaxi) e outras tantas...

Beba e saia[editar]

  • A cerveja mais popular é a Águila, porém a Club Colombia é mais gostosa.
  • Tem refrigerante de tudo quanto é tipo e gosto, até a finada ginger-ale.
  • Drinks a base de rum (mojito, cuba-libre) são especialmente gostosos.
  • Sucos de frutas locais.
  • Ao pedir coca-cola, diga o nome completo. O abrasileirado coca pega meio mal por lá, e as pessoas te olham meio estranhando...

Durma[editar]

  • Hotéis de um modo geral na Colômbia são caros, bem mais que no Brasil. Além disso, os três estrelas são meio raros, e os do nível Formule 1 ou Ibis tem preço de quatro ou cinco estrelas.

Aprenda[editar]

Trabalhe[editar]

Segurança[editar]

  • As cidades, principalmente Bogotá, são muito bem policiadas. Mesmo assim nunca é bom vacilar.

Saúde[editar]

Respeite[editar]

Os colombianos são um povo extremamente gentil e educado. Haja da mesma maneira. Por favor, gracias e hasta luego nunca são demais.

Mantenha contato[editar]

  • Como no Brasil, é necessário usar o código de uma operadora para fazer ligações interurbanas e internacionais. Os códigos tem um dígito que é anteposto ao da cidade (interurbano) ou do país (internacional)
  • Todos os DDDs tem um só dígito
  • Todas as linhas fixas têm sete algarismos
  • Todos os celulares têm 10 dígitos e começam com 300, 310, 315 etc, e não é necessário usar código de cidade, pois os números são nacionais
  • Em Bogotá quase não há orelhões, e os locutórios fecham cedo e aos domingos. Programe-se.
  • Há muitos vendedores de "minutos" pelas ruas em qualquer cidade. Eles amarram uns dez aparelhos de celular no corpo e "vendem" chamadas por minuto.
  • Nos locutórios também tem internet.


Este artigo está delineado e precisa de mais conteúdo. Ele já segue um modelo adequado mas não contém informações suficientes. Mergulhe fundo e ajude-o a crescer!