Baixe o arquivo GPX para este artigo
-12.035-77.018611111111Map mag.png

Lima

Fonte: Wikivoyage
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa


Lima é a capital do Peru.

Entenda[editar]

Lima é a capital, a maior e mais importante cidade do Peru.

Quando ir[editar]

Dez-Mar: Os meses mais quentes e de céu azul, ideais para surfar e tomar sol na costa do país.

O ano todo: O clima ameno e seco proporciona uma visita confortável em qualquer época. Este clima é caracterizado pela ausência de chuva, com um alto nível de umidade e cobertura de nuvens persistente. Quando chove em Lima há problemas, porque a cidade não está preparada para a chuva; além da falta de uma rede de esgotos na cidade, nas colinas ocorrem avalanches, causando graves prejuízos.

Final de Agosto: Procissões cooloridas marcam a fiesta de Santa Rosa de Lima, primeira santa peruana.

Chegar[editar]

De avião[editar]

O Aeroporto Internacional Jorge Chávez fica no Callao, uma cidade portuária na área metropolitana de Lima. Pegue um táxi para a cidade, pois o caminho é meio exótico e o trânsito infernal.

De barco[editar]

De comboio/trem[editar]

De autocarro/ônibus[editar]

Há conexões cada dia na direção do norte (Equador) ou sul (Chile), e viajar assim é muito agradável embora que se precisa muita paciência porque a viagem dura muitas horas. Viajar en ônibus é relativamente barato. Exemplos de duração e preço: Tumbes-Lima: 50 soles, 18 horas; Lima Desaguadero: 100 soles, 23 horas.

De carro[editar]

Circular[editar]

De comboio/trem[editar]

Lima possui apenas uma linha de metrô, recentemente concluída. Porém, ela não passa pelos locais mais interessantes da cidade.

De autocarro/ônibus[editar]

A frota convencional de ônibus em Lima é velha e com pintura exótica, com destaque para o itinerário do veículo pintado em suas laterais. Apesar de parecer confuso, os ônibus param nos pontos se sinalizar e você entra sem passar em roletas. O cobrador fica em pé no ônibus e paga-se o bilhete uma vez dentro do veículo, ganhando um recibo. A maioria dos ônibus limenhos tem um mapa colado em seu interior indicando exatamente a rota que é feita, portanto não se preocupe.

Também há o BRT que passa no Paseo de La República. É excelente para quem quer se deslocar entre Miraflores, San Isidro e o Centro Histórico (Cercado de Lima). Você compra o cartão do BRT em qualquer de suas estações, podendo recarregá-lo a hora que quiser e utiliza os ônibus expressos

De barco[editar]

De carro[editar]

Os taxis em Lima não têm taxímetro, por isso deve-se barganhar sempre quando necessitar de um, sobretudo quando está chegando na cidade, saindo do aeroporto, pois cobram preços abusivos se você deixar. Os ônibus passam em todos os lugares da cidade, mas os táxis não são tão caros se comparados ao Brasil.

Atrações[editar]

O coração histórico da cidade, o Centro é uma grade de ruas apinhadas de gente desenhadas por Francisco Pizarro, no século 16, que guardam a maior parte da arquitetura da Lima colonial que sobreviveu. O centro bancário fica no próspero bairro de San Isidro, uma das regiões mais abastadas da capital; é vizinho de Miraflores, o núcleo contemporâneo de Lima, que pulsa com o comércio, restaurantes e a vida noturna. Imediatamente ao sul fica o Barranco, antigo balneário que se tornou centro boêmio, descolado, com bares animados e áreas agradáveis para passear.


CENTRO

Ruas agitadas e estreitas com diversas igrejas no estilo barroco compõem o centro histórico e comercial de Lima, localizado à margem sil do rio Rímac. Poucos casarões coloniais permanecem - muitos desapareceram, vítimas do crescimento urbano, dos terremotos e da neblina perene.


Região da Plaza de Armas

Plaza de Armas

A Plaza de Armas, também chamada de Plaza Mayor, não foi só o coração do povoado do século 16 fundado por Francisco Pizarro, mas o centro do império espanhol continental. Nenhum edifício originário sobreviveu, mas no centro da praça já uma imponente fonte de bronze datada de 1650.

Ao seu redor há vários edifícios públicos importantes: no lado oeste, o Palácio Arzobispal (Palácio Arquiepiscopal), que foi construído em 1924 em estilo colonial, apresenta alguns dos mais requisitados balcões de insíração mourisca da cidade. A nordeste, ao longo de um quarteirão fica o Palácio de Gobierno, um grandioso edifício de estilo barroco de 1937, que serve de resistência para o presidente do Peru. Diante dele postam-se guardas presidenciais com belos uniformes (pense na Legião Estrangeira francesa por volta de 1900); a troca de guarda ocorre diariamente ao meio-dia - a cerimônia inclui "passos de ganso" em câmara lenta e uma banda tocando "El cóndor pasa" como marcha militar.

Embora o palácio não esteja mais aberto a visitação pública regular, oferece exposições ocasionalmente -que requerem reserva antecipada de 48 horas. É possível ver a programação e reservar pelo site do Escritório de Relações Públicas que funciona das 08h30 - 13h e 14h30 - 17h30 de segunda a sexta. O site oferece um tour virtual que mostra o luxuoso interior do edifício.

La Catedral de Lima

Ao lado do Palácio Arquiepiscopal, ocupa o local que Pizarro designou para a primeira igreja da cidade em 1535. A fachada é no estilo barroco, mas o prédio foi cosntruído e reconstruído várias vezes: em 1551, em 1622 e após os terremotos de 1687 e 1746. A última grande restauração foi em 1940.

A moda do neoclassicismo no final do século 18 despojou boa parte do seu interior (e o de muitas igrejas de Lima) da elaborada decoração barroca. Ainda asim, há muito o que ver. As várias capelas ao longo da nave exibem mais de uma dúzia de altares esculpidos em todos os estilos imagináveis, e o ornamentado coro de madeira do início do século17, de autoria de Pedro de Noguera, é uma obra-prima da escultura rococó. Um museu, na parte traseira, apresenta pinturas, parametros e uma sacristia rica em detalhes ornamentais.

Perto da porta principal fica a capela recoberta de mosaicos com os restos mortais de Pizarro, cuja autencidade foi questionada em 1977, depois que trabalhadores que limpavam uma cripta descobriram vários esqueletos e uma urna selada contendo um crânio com a inscrição: "Eis aqui a cabeça di senhor marquês don Francisco Pizarro, que encontrou e conquistou o reino do Peru...". Na década de 1980, após uma série de exames, um cientista forense norte-americano concluiu que os ossos então em exposição eram de uma autoridade desconhecida e que o corpo brutalmente esfaqueado e decapitado da cripta era o Pizarro. Cabeça e corpo foram reunidos e transferidos para a capela, onde também se vê a urna com a inscrição.

Faça[editar]

Eventos[editar]

Atividades[editar]

Aprenda[editar]

Trabalhe[editar]

Compre[editar]

  • Jockey Plaza - O maior shopping de Lima, localizado na Avenida Javier Prado (direção leste). Possui grifes de luxo como "Emporio Armani" e "Cartier", além das grandes lojas de departamentos como "Saga Falabella" e "Ripley". O Hard Rock Café de Lima abrirá neste shopping em 2013
  • Larcomar - um shopping muito bonito e agradável, na beira de uma falésia altíssima que dá para o Oceano Pacífico.
  • Mercado Índio: compra de artesanato. Jóias em prata. Roupas típicas a base de lã (Lhama, Alpaca - prefira ¨Baby Alpaca¨ e a melhor Vicuña) e de peles naturais

Coma[editar]

  • Ceviche - Ir a Lima e não comer Ceviche é como ir até Salvador e não provar Acarajé. É o prato nacional peruano, que faz sucesso em todo mundo. Consiste de pedaços de peixe cru marinados em suco de limão e temperados com a pimenta local. Há também o Ceviche Misto, servido com outros frutos do mar como polvo e lula. Geralmente vem acompanhado de camote (a nossa batata-doce) e choclo (milho com grãos maiores e mais doces).
  • Anticucho de Corazón - Delicioso espetinho com pedaços cortados de coração de boi. É bem temperado e saboroso.
  • Inca Kola - Refrigerante nacional do Peru, possui cor "amarelo marca-texto" e um gosto bem doce, lembrando um pouco o maranhense "Guaraná Jesus". Tem gente que ama e que odeia. Mas se nunca bebeu, que faça apenas para experimentar.

Econômico[editar]

Médio[editar]

Esbanje[editar]

Beba e saia[editar]

  • La Rosa Náutica é um pier muito chique, com restaurantes, bares e lojinhas de lembranças. Bom para tomar um pisco sauer ao entardecer. Fica logo abaixo do Shopping Larcomar.

Durma[editar]

Hotéis baratos demais são um problema: geralmente são velhos e mal-conservados. Se for só por uma noite ou duas, dá até para agüentar. Prefira ficar em Miraflores, ou no Sheraton. E não se esqueça das suas havaianas.

Econômico[editar]

  • . Um dos melhores albergues de Lima, localiza-se perto da famosa "Calle de Las Pizzas" em Miraflores. Possui alto movimento, um excelente bar e ótimo atendimento. Só é contra-indicado para pessoas que não gostam de agitação noturna.

Médio[editar]

  • , Miraflores.

Esbanje[editar]

Mantenha contato[editar]

Segurança[editar]

Cuidado com batedores de carteiras na praça principal

Saúde[editar]

Na cidade, o ar é bastante pesado e quente.

Cotidiano[editar]

Partir[editar]

Este artigo está delineado e precisa de mais conteúdo. Ele já segue um modelo adequado mas não contém informações suficientes. Mergulhe fundo e ajude-o a crescer!