Londres/Westminster

Da wiki Wikivoyage
Ir para: navegação, pesquisa
Localização da área de Westminster em Londres

Westminster é um distrito da parte central de Londres, na Inglaterra.

Entenda[editar]

Centro do poder político e religioso da Inglaterra por mais de mil anos, Westminster apresenta uma concentração marcante de pontos históricos, sendo limitado ao norte pela Trafalgar Square e Mayfair, a leste pelo Covent Garden e a oeste por Knightsbridge e Chelsea.

Belgravia, a oeste do Palácio de Buckingham, é provavelmente a maior área residencial em todo o Reino Unido. Victoria e Pimlico, no sudoeste, são as partes menos importantes do distrito, mas ainda têm muito a oferecer, incluindo a Tate Britain, uma arquitetura maravilhosa de estilo Regency e uma série de opções de acomodação de bom valor.

Em Westminster também fica o Parlamento do Reino Unido, que se reúne no Palácio de Westminster - reconstruído em meados do século XIX, após o incêndio de 1834 - declarado Patrimônio da Humanidade pela UNESCO.

Chegar[editar]

Westminster está situado na margem norte do rio Tâmisa, a sudoeste da cidade de Londres e a um quilômetro a sudoeste de Charing Cross.

De ônibus[editar]

  • Estação de ônibus de Victoria, em frente à estação ferroviária de mesmo nome. No entanto, muitas rotas de ônibus passam pela estação e novamente para outras partes de Londres.

De metrô[editar]

O distrito é servido pelas seguintes estações de metrô:

  • Westminster (linhas Circle, District e Jubilee).
  • Embankment (linhas de Bakerloo, Circle, District e Jubilee).
  • Green Park (linhas Jubilee, Piccadilly e Victoria).
  • Hyde Park Corner (linha Piccadilly).
  • Pimlico (linha Victoria).
  • St. James's Park (linhas Circle e District).
  • Victoria (linhas Circle, District e Victoria).

De trem[editar]

As principais estações ferroviárias mais próximas são a London Waterloo e a London Victoria. Vale a pena ir de metrô até essas duas estações para chegar a Westminster.

De barco[editar]

Circule[editar]

A pé[editar]

Essa região é relativamente pequena, por isso, além de econômico é mais proveitoso andar pelas ruas através das atrações.

De bicicleta[editar]

Pedalar é uma boa escolha, e existem estações para alugar uma bike por toda região.

Veja[editar]

Edifícios históricos, ruas e monumentos[editar]

Ponte de Westminster, Big Ben e o Palácio de Westminster
  •    Palácio de Westminster (Casas do Parlamento), Westminster, SW1A 0AA (Metrô: Westminster), +44 20 7219-3000. As câmeras ficam abertas diariamente quando há sessão (grátis). Tour guiado pago com hora marcada - consulte o site. Sede das duas Casas do Parlamento, desde 1512: a Câmara dos Comuns destinada a discussão das leis, e a Câmara dos Lordes para os membros ligados à igreja consagrada e para os nomeados ou hereditários. O Westminster Hall, originado de 1097, é a parte remanescente do complexo usado para os banquetes de coroação na era medieval. A Jewel Tower, construída em 1365, funcionou como cofre para os tesouros de Eduardo III. O prédio atual, de 1840, tem uma estrutura de estilo gótico, e abriga os corpos de alguns monarcas e de Winston Churchill.
    • Big Ben. É o nome do sino de treze toneladas, que homenageia Benjamin Hall, o empreiteiro responsável pela Torre do Relógio (Clock Tower) do Palácio de Westminster. Os ponteiros do maior relógio da Inglaterra mostram a hora exata quase continuamente desde sua inauguração, em 1859. Para marcar o Jubileu de Diamante da Rainha em 2012, a torre foi oficialmente chamada de Elizabeth Tower.
  •    Ponte de Westminster, Westminster Bridge, SE1 7GL. É uma ponte em arco sobre o rio Tâmisa que conecta os bairros Westminster e Lambeth. Foi inaugurada em 1862, após anos de embargo do Parlamento, e atualmente constitui a ponte mais antiga da cidade.
  •    Praça do Parlamento (Parliament Square), Westminster, SW1P 3JX. Construída em 1868, se tornou a primeira rotatória oficial britânica em 1926. É decorada com estátuas de políticos e soldados, como Winston Churchill e Nelson Mandela. Na esquina com a Little George St, encontra-se a Suprema Corte do Reino Unido, em prédio neogótico Middlesex-Guildhall, de 1913.
Palácio de Buckingham
  •    Palácio de Buckingham, Buckingham Palace Rd, SW1A 1AA (Metrô: St James's Park, Green Park ou Victoria), +44 20 7766-7300. 31 Jul-29 Sep 09h45-15h45 (fechado pelo resto do ano). £8.75-15.50. Construído em 1705 e utilizado pela rainha Victoria como aposentos da Família Real desde 1837. Hoje é a residência oficial e também o escritório da rainha Elizabeth II e de seu marido, o duque de Edimburgo. A bandeira Royal Standard é hasteada quando a rainha está no palácio. No verão, enquanto ela está na Escócia, alguns aposentos abrem para visitação. As filas são grandes. Recomenda-se reservar o ingresso com antecedência.
    • Monumento à rainha Victoria. na praça em frente ao Palácio.
    • Royal Mews. Estábulo da família real, inaugurado em 1900. Aberto (diariamente, 10h-17h) para ver os cavalos e veículos puxados por eles em eventos especiais. A principal atração é a carruagem dourada construída para Jorge III em 1792.
  •    Palácio de St. James, Pall Mall, SW1 (ao norte do St James's Park), +44 20 7930-4832. Fechado ao público. Construído entre 1531 e 1536, no estilo Tudor, é o mais antigo e oficial dos palácios reais britânicos. Local do primeiro discurso da rainha Elizabeth II, em 1952. Atrás do palácio, existem edifícios ocupados por funcionários privilegiados da Coroa.
    • Clarence House. Anexa ao Palácio de St. James. Entre 1953 e 2002, serviu como moradia da Rainha Mãe. Atualmente é a residência oficial de Charles, Príncipe de Gales.
    • Spencer House. Palácio construído em 1766, com estilo paladiano para o primeiro conde Spencer - antepassado da princesa Diana. Abriga belas pinturas e mobília contemporânea. Entrada paga, proibido para menores de 10 anos.
    • Pall Mall. A avenida concentra vários clubes masculinos há mais de 150 anos. A maior parte deles foi construída por arquitetos famosos da época, para que seus membros se refugiassem do convívio com suas mulheres.
  •    Horse Guards Parade, 4 Whitehall Pl, SW1A 2AX, +44 20 7930-3070. Diariamente, 10h-17h. Troca da guarda e cerimônia de desmontar; Junho: Trooping the Colour. Anteriormente, foi o pátio do palácio de Whitehall, onde os torneios (incluindo as festas) eram realizados no tempo de Henrique VIII. Foi também o cenário das festas de aniversário da rainha Elizabeth I. A área é usada para uma variedade de reuniões, desfiles e outras cerimônias desde o século XVII - aqui foi disputado o vôlei de praia nas Olimpíadas de 2012. Construídos em 1755, à esquerda ficam o Old Treasury e a Dover House, finalizada em 1758 e hoje o Scottish Office. Do outro lado, junto ao Admiralty Arch, está a Citadel, uma estrutura à prova de bomba (1940) e coberta de marfim.
A Casa de Banquetes (Banqueting House), na Whitehall
  •    Casa dos Banquetes (Banqueting House), Whitehall SW1A 2ER (Metrô: Westminster), +44 870 751 5178. Seg-Sáb 10h-17h, fecha Dom, feriados bancários e de 24 dez-1 jan (inclusive); costuma fechar sem aviso para eventos governamentais, consulte antes de ir. £4, estudantes (com carteirinha) e idosos (60+) £3.00, crianças 5-16 £2.60, menores de 5 grátis. Construída em 1619-1622 pelo arquiteto neoclassicista Inigo Jones, a Banqueting House é um resquício do Palácio de Whitehall, residência real principal de 1530 até um incêndio em 1698. Famosa pela arquitetura e obras de arte (de Peter Paul Rubens e muitos outros) e por ter sido o cenário da execução de Charles I por ordens de Oliver Cromwell em 1649 ao fim da Guerra Civil inglesa.
  •    Downing Street, nº 10, SW1A 2AA, +44 20 7925-0918. É a residência oficial e o escritório do primeiro-ministro do Reino Unido. A casa de nº 11 é a residência oficial do ministro da Fazenda.
  •    Cenotáfio (The Cenotaph), Whitehall, SW1A 2ET (no centro da rua). Monumento construído em 1920 por Sir Edwin Lutyens para homenagear os mortos da Primeira Guerra Mundial. Anualmente, no dia da Lembrança (domingo mais próximo de 11 de novembro), ocorre uma cerimônia de honra com a presença da rainha e outras autoridades.
  •    Piccadilly Circus, W1D 7ET. Famosa praça onde se cruzam as seguintes ruas: Regent's Street, Shaftesbury Avenue, Piccadilly e Haymarket. Os vistosos anúncios de néon marcam a entrada do bairro. No centro da praça existe uma estátua de Eros, erguida em 1892.
  •    St James's Square (Praça), SW1Y 4LE, +44 20 7606-3030. 07h30-16h30; fechado sábado e domingo. Projetada em 1670, com lindos jardins no centro da praça e uma estátua de Henrique III. Cercada de casas de alta classe, datadas dos séculos XVIII e XIX.

Igrejas, Abadias e Catedrais[editar]

Abadia de Westminster
  •    Abadia de Westminster (Westminster Abbey), 20 Deans Yard, SW1P 3PA (ao lado Palácio de Westminster), +44(0)20 7222-5152, . Oração da tarde diariamente. Adultos: £20; Crianças menores de 6 anos: entrada gratuita. Construída com estilo gótico, é o templo mais famoso e antigo de Londres, sede das coroações reais desde 1066, iniciando com Guilherme, o Conquistador. Abriga as tumbas dos monarcas: de Henry III (morto em 1272) a George II (morto em 1760); e de figuras históricas britânicas dos últimos mil anos: Isaac Newton, Charles Darwin, Rudyard Kipling, Charles Dickens, Lord Kelvin, o Soldado Desconhecido, entre outros.
  •    St Margaret's Church (Igreja paroquial da Câmara dos Comuns), St Margaret St, SW1P 3JX (ao lado da Abadia de Westminster), +44 20 7654-4840. Favorita dos políticos e para casamentos da alta sociedade.
  •    Catedral de Westminster (Westminster Cathedral), 42 Francis St, SW1P 1QW, +44 20 7798-9055. Diariamente, 9h30-17h15; fim de semana até 18h15. Sede da diocese católica, foi concluída em 1903. Tem uma torre de tijolo vermelho de 87m, considerada uma raridade bizantina em Londres.
  •    St John's, Smith Square, SW1P 3HA, +44 20 7222-1061. Igreja de arquitetura barroco inglesa, de Thomas Archer, construída em 1728 e destruída por uma bomba em 1941. Hoje o local é uma sala de concertos. Há um restaurante com preços razoáveis no porão, que funciona para almoço e em noites de concerto.
  •    St Jame's Church, 197 Picadilly, W1J 9LL (Metrô: Piccadilly Circus), +44 20 7734-4511. Arquitetura do Renascimento, Barroco Inglês. Projetada por Christopher Wren, no século XVII, foi bombardeada em 1940 e depois restaurada, mas mantém muitos elementos originais. A divisória atrás do altar e a pia batismal estão entre as obras mais belas de Grinling Gibbons.

Museus e Galerias[editar]

  •    Museu Churchill (Cabinet War Rooms and Churchill Museum), Clive Steps, King Charles St, SW1A 2AQ (Metrô: Westminster). Diariamente 09h30-19h (última entrada 17h45), fecha 24-26 dez. Adultos £19; crianças 5-15 £9.50, menores de 5 grátis; idosos e estudantes £15.20. O bunker subterrâneo onde Sir Winston Churchill viveu e trabalhou durante a Segunda Guerra Mundial, preservado como era em 1945. Aberto à visitação em 1984. A seção especial denominada Museu Churchill foi inaugurada em 2005. Há uma lanchonete e uma loja de lembranças, ambas abertas das 10h às 17h.
  •    Museu dos Guardas (Guards Museum), Wellington Barracks, Birdcage Walk, SW1E 6HQ (Metrô: St. James's Park ou Victoria), +44 20 7414-3428, . Diariamente, 10h-16h. £5 adultos; £2.50 concessões; £1 militares em serviço. Adjacente ao quartel dos famosos guardas de uniforme vermelho e chapéu de pele de urso. Tem dioramas que ilustram batalhas da Guerra Civil Inglesa.
Queen's Gallery, no Palácio de Buckingham
  •    Queen's Gallery (Galeria de Arte da Rainha), Buckingham Palace Rd, SW1A 1AA (ao lado Palácio de Buckingham), +44 303 123-7301. Diariamente, 9h30-17h30. Fundada em 1962, são duas galerias que exibem cerca de 450 peças da Royal Collection.
  •    Tate Britain, Millbank, SW1P 4RG (Metrô: Pimlico), +44 20 7887-8888. 10h-18h, diariamente. Exceto 24-26 dez. Grátis; cobra entrada para mostras especiais. Construída em 1897, por Sir Henry Tate, abriga o maior acervo de arte britânica dos séculos XVI ao XX. O destaque é a galeria dedicada a JMW Turner. Possui restaurante aberto apenas para almoço (preço moderado).
  •    Academia Real Inglesa (Royal Academy of Arts), Burlington House, W1J 0BD (Metrô: Piccadilly Circus ou Green Park), +44 20 7300-8090. 10h-18h, sexta até às 22h. Paga para algumas exposições. Fundada em 1768 por Jorge III, a pedido de um grupo de pintores, escultores e arquitetos. Há obras em exposição permanente fora das galerias, com destaque para um relevo de Michelangelo mostrando a Virgem e o Menino (1505).
  •    Institute of Contemporary Arts (ICA), The Mall, SW1Y 5AH, +44 20 7930-3647. 11h-23h; fechado às segunda-feira. Membros não pagam. Fundado em 1947, com a mesma proposta do Museum of Modern Art (MoMa) de Nova York. Tem cinema, livraria, auditório, espaços de exposição, e café com boa comida e preços razoáveis.

Parques[editar]

St James's Park
  •    St James's Park (The Royal Parks), The Mall, SW1A 2BJ (Metrô: St Jame's Park ou Green Park), +44 300 061-2350. Diariamente de 05h-24h. Concertos sáb e dom no verão. Grátis. O menor (23 hectares), mais antigo dos oito parques reais de Londres, e também o mais ornamentado. Tem vistas incríveis, como a da passarela do Buckingham Palace para o lago central. Existem muitos tipos de aves aquáticas no lago, como os pelicanos. O parque foi construído sobre um pântano, drenado por Henrique III e anexado aos seus terrenos de caça. Carlos II colocou um aviário no lado sul - daí o nome Birdcage Walk, rua onde ficavam as gaiolas.
  •    Green Park (The Royal Parks), SW1A 1BW (Metrô: Green Park), +44 300 061-2350. Diariamente, 24h. Grátis. Cobre uma área de aproximadamente 53 hectares, sendo originalmente um cemitério, de terreno pantanoso, para os leprosos do hospital em St. James, que ficava perto. Não possui lagos ou edifícios e tem poucos monumentos. Ainda assim, é uma área agradável, verde, levemente arborizada, vizinho de outros dois parques e do Palácio de Buckingham.

Faça[editar]

Troca da Guarda, em frente ao Palácio de Buckingham
  •    Troca da Guarda (Foot Guards of the Household Regiment), Palácio de Buckingham, percorrendo The Mall. Diariamente às 11:30 de maio a julho; no resto do ano ocorre em dias alternados se o tempo estiver bom. Grátis. Durante a cerimônia, que acontece na entrada principal do Palácio de Buckingham, os guardas responsáveis da segurança do palácio são substituídos de uma maneira muito especial, acompanhados por uma banda musical militar. O evento tem uma duração aproximada de 45 minutos, e é muito popular, por isso chegue cedo para pegar um bom lugar.
    • The Mall. Via de acesso triunfal do Palácio de Buckingham ao Admiralty Arch, terminando em Trafalgar Square. Criada por Aston Webb em 1911. Durante comemorações reais, comporta um público de mais de 1 milhão de pessoas.
  •    Debates, na Câmara dos Comuns (entre pela St. Stephen's Entrance). Quando o Parlamento está em sessão, os visitantes podem assistir aos debates. O melhor momento é o Prime Minister's Question Time, ao meio-dia de quarta-feira, mas também é o mais movimentado. Os temas e horários ficam dispostos no quadro de avisos ao lado da entrada. É comum esperar 2 horas para entrar. Depois dos protestos de 2004, a segurança foi reforçada e uma tela blindada fica entre o público e a câmara em debate.

Compre[editar]

Burlington Arcade, entrada norte
  •    Burlington Arcade, 51 Piccadilly, Mayfair, W1J 0QJ. Situado por trás da Bond Street, entre Piccadilly e os Burlington Gardens. (Metrô: Piccadilly Circus ou Green Park), +44 20 7493-1764. 9h-19h30; 11h-18h dom. Centro comercial coberto que abriga quatro galerias com pequenas lojas de tradicionais produtos ingleses de luxo.
  •    Royal Opera Arcade, SW1Y 4UY (St. James's), 0207 839-7816. 8h-19h30; fechada aos domingos. Primeira galeria do mundo concluída em 1818, por John Nash.
  •    Gieves & Hawkes, 1 Savile Row, Mayfair, W1S 3JR, +44 20 7432-6403. 10h-19h. Alfaiataria famosa desde 1771.
  •    Fortnum & Mason (loja de departamentos), 181 Piccadilly, St. James's, W1A 1ER, +44 20 7734-8040. 10h-21h; 12h-18h dom. Desde 1707, possui um andar dedicado aos chás ingleses.

Coma[editar]

Há uma grande concentração de lugares medianos para comer perto dos centros turísticos, mas as melhores experiências gastronômicas estão escondidas em locais menos óbvios.

Econômico[editar]

  •    Vicent Rooms (Europeia moderna, inclui opções vegetarianas), 76 Vincent Square, SW1P 2PD (Metrô: Victoria), +44 20 7802-8391, . 12h-14h, 18h-20h; sáb e dom fechado. pratos principais £8-12. Os aspirantes a chef da Westminster Kingsway College, onde o famoso chef Jamie Oliver se formou, cozinham nesse restaurante. O serviço é agradável, e tem opção de Brasserie quanto Escoffier Room.

Médio[editar]

  •    Inn the Park (Benugo) (Inglesa), Horse Guards Rd, SW1A 2BJ (no St. Jame's Park), +44 20 7451-9999, . 08-20h seg à sáb; 09h-20h dom. £14,50 - £22,50. Comandado pelo chef irlandês Oliver Peyton, oferece bolos, cafés e um cardápio que se renova mensalmente. O terraço dá para uma das fontes do parque e tem vista para os edifícios da Whitehall. Ótimo em dias mais quentes.

Esbanje[editar]

  •    The Cinnamon Club (Indiana), The Old Westminster Library, Great Smith St, SW1P 3BU, +44 20 7222-2555. 07h-22h45 seg à sáb; 12h-15h e 17h30-21h dom. Cozinha inovadora em ambiente de clube.
  •    The Wolseley (Europeia, adequado para vegetarianos e opções veganas), 160 Piccadilly, St. James's, W1J 9EB, +44 20 7499-6996. 07h-24h seg à sex; 08h-24h sáb; 08h-23h dom. Restaurante e café com cardápio refinado.

Beba e saia[editar]

  •    Westminster Arms, 9 & 10 Storey Gate, SW1P 3AT, +44 20 7222-8520. 11h-23h seg à sáb; 12h-22h30 dom. Muito frequentado por políticos.

Durma[editar]

Econômico[editar]

  •    Astor Victoria Hostel, 71 Belgrave Rd, Lillington and Longmoore Gardens, SW1V 2BG, +44 20 7834-3077. A partir de £20. A rede Astor tem quatro hostel pela cidade, próximos a estações de metrô e atrações turísticas. Possui quartos compartilhados e privados.

Médio[editar]

  •    The Z Hotels Victoria, 5 Lower Belgrave St, Victoria, SW1W 0NR (próximo a estação de trem), +44 20 3589-3990. A partir de £90. Café da manhã por £9.50. Dispõe de acomodações compactas de luxo com um design contemporâneo.

Esbanje[editar]

Chá da tarde, no The Ritz Hotel
  •    The Ritz Hotel, 150 Piccadilly, W1J 9BR (tem vista para Green Park), +44 20 7493-8181. A partir de £315. Hotel famoso pela semelhança com o de Paris, construído em 1906 por Cesar Ritz (hoteleiro suíço). Muito procurado para o chá da tarde, mas somente para quem está adequadamente vestido.

Mantenha contato[editar]

  • Por £ 0.25 a mensagem, os visitantes da área de Westminster podem usar um serviço de busca de banheiro chamado SatLav. Basta enviar a palavra "toilet" para 80097 e receberá uma resposta com instruções para o banheiro público mais próximo.

Partir[editar]

  • Do outro lado do rio Tâmisa, atravessando a Ponte de Westminster, está a London Eye, em South Bank.
  • Na extremidade sul de Victoria, atravessando o rio, você chega a um distrito multicultural chamado Lambeth.
  • Para conhecer o centro econômico e financeiro do Reino Unido, siga a avenida The Strand - ou vá de metrô - até The City.
  • Um passeio de barco pelo rio Tâmisa te leva a Greenwich, onde está o Observatório Real.
Este artigo é usável. Ele contém informações sobre como chegar e algumas indicações completas de restaurantes e hotéis. Uma pessoa mais corajosa poderia utilizá-lo para viajar, mas por favor mergulhe fundo e ajude-o a crescer!
51.4970; -0.1385Internet-web-browser.svg