Baixe o arquivo GPX para este artigo
-23.52992-46.68400Map mag.png

São Paulo/Higienópolis, Pacaembu, Perdizes e Lapa

Fonte: Wikivoyage
América do Sul > Brasil > Sudeste (Brasil) > São Paulo (estado) > Grande São Paulo > São Paulo > São Paulo/Higienópolis, Pacaembu, Perdizes e Lapa
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa


Pacaembu, Perdizes, Higienópolis e Lapa são bairros de São Paulo

Entenda[editar]

A região compreendida por esses bairros de São Paulo é uma região ligada diretamente à história do desenvolvimento de São Paulo. Muitos dos "barões do café" se estabeleceram nesta região, assim como os engenheiros ingleses da São Paulo Railway, a ferrovia que ligava Santos a Jundiaí (hoje, transformada em linhas de trens metropolitanos). Esses bairros foram, em grande parte, planejados pela Companhia City e, depois do Centro Histórico, detêm o maior patrimônio arquitetônico da história da cidade. O bairro do Alto da Lapa é tombado pelo Patrimônio Histórico da cidade.

Esta região se destaca também por ser um importante centro universitário, onde se localiza a maioria das faculdades mais importantes da cidade, entre as quais a PUC-SP, a Universidade Mackenzie e a Fundação Armando Álvares Penteado (FAAP).

Chegar[editar]

Mapa de São Paulo/Higienópolis, Pacaembu, Perdizes e Lapa
  • Metrô - estações Santa Cecília, Marechal Deodoro e Barra Funda ( Linha 3 - Vermelha). Estações Clínicas e Sumaré (Linha 2 - Verde). Futura estação Higienópolis-Mackenzie (Linha 4 - Amarela)
  • CPTM - estações Palmeiras-Barra Funda, Água Branca e Lapa (Linha 7 - Rubi)
  • Linhas de ônibus que circulem pelas avenidas Pacaembu, Cardoso de Almeida, Heitor Penteado, Sumaré, Francisco Matarazzo e Marquês de São Vicente.

Circular[editar]

O bairro de Higienópolis é fácil para caminhada, com pequenas elevações aceitáveis. Já os bairros do Pacaembu e de Perdizes apresentam um relevo acidentado, o que dificulta longas jornadas a pé. Como a região apresenta grande variedades de serviços, e é bem próxima do centro e dos Jardins, o melhor é usar um táxi para distâncias maiores e concentrar as atividades nas proximidades, em uma distância que possibilite caminhar.

Veja[editar]

  • Casa Modernista da Rua Bahia, de Gregori Warchavchik
    , Rua Bahia, 1126, Higienópolis, São Paulo ((próximo ao estádio do Pacaembu, acesso de ônibus ou pelo metrô Clínicas)). A Casa Modernisa da Rua Bahia, uma entre as três projetadas pelo arquiteto de origem ucraniana Gregori Warchavchik - entre 1927 e 1930 -, é considerada uma das primeiras obras de arquitetura moderna do Brasil. À época, a construção foi revolucionária ao utilizar o jogo geométrico entre dois volumes brancos e planos, que criam marquises, paredes e terraços entre eles. A casa da Rua Bahia é reconhecida como patrimônio pelo Iphan (Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional). Atualmente abriga um escritório de design e não possui informações para visitação.
  • 1 (Iate Clube de Santos), Av. Higienópolis, 18 - São Paulo (Linhas de ônibus que circulem pelas Av. Angélica ou Amaral Gurgel. As estações de metrô mais próximas ao local são Santa Cecília e Marechal Deodoro (linha 3 - vermelha).), (11) 3155-4400. De segunda a sexta-feira, das 9h30 às 17h45. O Palacete de Dona Veridiana Prado foi erguido em 1884 pelo engenheiro Luis Liberal Pinto e representa o patrimônio de uma das figuras aristocratas de destaque na sociedade paulista do século 19. Tombada pelo Condephaat, segundo Resolução SC - 96, de 28-12-2006, a mansão, que antes era uma chácara, apresenta elementos das arquiteturas clássica francesa e renascentista italiana. Com extenso jardim, estão presentes mais de cem artefatos artísticos, como a escultura "A fonte", de Victor Brecheret, e a pintura "Aurora", de Almeida Júnior. O palacete está em domínio da Iate Clube Santos como uma de suas sedes em São Paulo, onde os espaços são reservados para eventos corporativos e sociais.
Palacete de Dona Veridiana Prado e sede da Iate Clube de Santos, na Av. Higienópolis, 18 - São Paulo, SP
  • Fachada da Paróquia de São Domingos e a torre, ambas projetadas pelo arquiteto Adolf Franz Heep.
    Entrada do Convento de Santo Alberto,hoje ocupado pelo Colégio Pentágono.
    *, Ruas Caiubi, 126 e 164 e Rua Atibaia, s/n, Perdizes, São Paulo (próximo à Av. Pacaembu, acesso de ônibus), (11) 3864-0844. Terça à Domingo. A Igreja Matriz de São Domingos, integrante da propriedade tombada, foi projetada pelo arquiteto Adolf Franz Heep em 1938. O Conjunto ainda compreende a Casa de Chácara pertencente a antiga família Cardoso de Almeida, adquirida pela Frade Dominicanos em 1938; a área verde localizada no fundo da construção; e o Convento de Santo Alberto, edificado em 1938. O tombamento do patrimônio aconteceu no ano de 1988 pelo CONDEPHAAT em nível estadual por preservar a históra eclesiástica e a evolução urbana do bairro no começo do século XX. Hoje a Igreja ainda pertence aos Dominicanos para uso religioso e visitas. O restante da propriedade está ocupada pelo Colégio Pentágano que só abre para a visitação com horário marcado. Entrada gratuita.
  • Casa das Caldeiras e chaminés
    2 , Av. Francisco Matarazzo 2000 - Água Branca, São Paulo - SP, 11 3873-6696, e-mail: . 9h-18h. A estação de metrô e trem mais próxima é a Terminal Barra Funda. É aberto gratuitamente para visitação aos domingos, das 9h às 18h. As Indústrias Reunidas Fábricas Matarazzo (IRFM) foram durante boa parte do século XX o maior complexo industrial da América Latina. Comandadas pelo conte italiano Francesco Matarazzo, eram compostas por mais de 200 fábricas e chegaram a empregar 30 mil pessoas. Tornaram-se importante marco na produção de alimentos, tecidos e óleos na época, mas perderam força durante as décadas de 80 e 90, tendo grande parte de seus prédios e componentes demolidos. Um dos poucos edifícios que restou na cidade até os dias de hoje é a Casa das Caldeiras, facilmente reconhecida devido a suas grandes chaminés. Localizado no bairro da Água Branca, o prédio servia para abrigar as caldeiras que vinham da Europa e produziam energia para todo o complexo. Atualmente, o local abriga eventos de arte, cultura e entretenimento. Além disso conta com aulas, palestras, oficinas e outras atividades.
  • O edifício da Sociedade Beneficente União Fraterna está localizado na esquina das ruas Guaicurus e Faustolo, no bairro Água Branca, Zona Oeste de São Paulo.
    3 (União Fraterna), Rua Guaicurus, 01 - Lapa, São Paulo - SP (Próximo às estações Água Branca e Barra Funda da CPTM), (11) 3672-0358, e-mail: . Mediante agendamento. Fundada em outubro de 1925, a Sociedade Beneficente União Fraterna é uma associação filantrópica e assistencial, que presta serviços à Terceira Idade, em sua maioria. Projetado pelos arquitetos José Viandana, Ítalo Catalani e Ricieri Pinotti, o edifício da entidade foi inaugurado em 1934, e tombado pelo Patrimônio Histórico em 1994. No prédio, encontram-se documentos históricos e rico acervo de imagens sobre o bairro da Lapa, onde está localizado. Além disso, seu salão social é utilizado para bailes e festas organizados pela própria União Fraterna, podendo também ser alugado por terceiros para eventos e celebrações. Entrada gratuita.
  • Imagem central da torre de água da Sabesp no Reservatório do Sumaré, em São Paulo (SP), Brasil.
    , Av. Dr. Arnaldo, 2392 (Próximo a estação Sumaré do metrô (Linha 2 - Verde)). 07h - 19h. O Reservatório do Sumaré fica localizado na Avenida Doutor Arnaldo, no bairro do Sumaré, em São Paulo. Inaugurado em 1930, o Reservatório abastece bairros próximos, como a Pompéia. O local serve também como área de lazer, possuindo brinquedos como gira-gira, gangorras, além de pista de corrida. O Reservatório fica aberto ao público de domingo a domingo, das 07h às 19h. O local, no entanto, possui algumas restrições: não permite entrada de animais, proíbe qualquer tipo de atividade com bola e restringe o uso de bicicletas. Não há estacionamento no local, mas possui linhas de ônibus que passam em frente, como o 478P-10 (Sacomã-Pompéia) e 199D-10 (Vila Iório-Terminal Pinheiros). Gratuito.
  • Edifício Louveira
    4 , Rua Piauí, 1081 (Acesso fácil pelas Av. Angélica e Av. Higienópolis. As estações de metrô mais próximas ao prédio são Santa Cecília e Marechal Deodoro (Linha 3 - Vermelha).). Projetado em 1946 pelos arquitetos João Batista Vilanova Artigas e Carlos Cascaldi, o Edifício Louveira é um prédio residencial localizado na Rua Piuaí, esquina com a Praça Vilaboim, em Higienópolis. Tombado pelo patrimônio histórico em nível estadual (Condephaat), o Louveira é um importante representante da arquitetura moderna da cidade.
    A construção é composta por dois blocos de apartamentos, um em frente ao outro, e se ligam entre si por um jardim, que funciona como uma extensão da Praça Vilaboim. Suas janelas com esquadrias amarelas caracterizam a construção. Apesar de não ser aberto para visitação, por se tratar de um prédio residencial, a visita vale a pena justamente pelo fato da obra propor um diálogo com o entorno.
  • Condomínio Edifício Bretagne
    5 , Avenida Higienópolis, 938 (Fácil acesso pela Avenida Angélica), 11 3667-2516. O Edifício Bretagne foi projetado pelo arquiteto João Artacho Jurado e inaugurado em 1959. O edifício tem como destaque sua arquitetura inovadora para a época em que foi construído. Ambientes como piscina, jardim na cobertura, salão de chá e um piano-bar fizeram Bretagne ser considerado um dos primeiros condomínios de luxo da cidade de São Paulo.
  • , Avenida Francisco Matarazzo, 2000, Água Branca, São Paulo - SP, 1138736696, e-mail: . A Casa das Caldeiras é uma antiga construção da década de 1920, feita para abrigar as três caldeiras que gerariam energia para todo o complexo industrial das Indústrias Reunidas Francisco Matarazzo localizado no bairro da Água Branca. Após a desativação da indústria e demolição dos demais prédios, a Casa das Caldeiras foi preservada e tombada no ano de 1986, destinada à abrigar eventos sociais, culturais e artísticos. Desde 2005, o espaço é comandado pela ACCC (Associação Cultural Casa das Caldeiras), ligada à Secretaria Municipal de Cultura e Ministério da Cultura, que promove os diferentes projetos culturais que ocorrem no edifício, como o programa "Todo Domingo", de entrada franca.

Centro Cultural[editar]

Exposição de trabalhos em área interna do Centro Cultural Tendal da Lapa
  • 6 (Centro Cultural Tendal da Lapa), R. Guaicurus, 1100 (Próximo à estação Lapa da CPTM), 11 38621837, e-mail: . Tombado pelo CONPRESP em 2007, o Tendal da Lapa é um centro cultural com programação mensal diversificada. O local oferece oficinas gratuitas de dança, literatura, música e teatro, além de outras atividades culturais que variam mensalmente, visando disponibilizar à população em geral o contato com diversas linguagens artísticas.

Teatro[editar]

  • , Rua Alagoas, 903, 11 3662-7232.
  • , Avenida Higienópolis, 618, 11 3823-2737.
  • , Rua Clélia, 33, 11 3864-3129.
  • , Rua Maria Antonia - Vila Buarque, 11 3259-8342.
  • , Rua Monte Alegre, 1024, 11 3670-8453.
Localizada na Rua Cardoso de Almeida, 716

Museus e instituições[editar]

  • , Rua Maria Antônia (travessa da Rua da Consolação).
  • (Rua da Consolação). Tem esculturas lindas.
  • (Perdizes e Higienópolis), Rua Monte Alegre.
  • (junto à estação Lapa da linha B da CPTM).
  • (Estádio Municipal Paulo Machado de Carvalho).
  • (Sociedade Esportiva Palmeiras), Rua Turiassu, 1840 - Água Branca.
  • , Rua da Consolação na Praça Roosevelt.
  • .
  • (Largo Santa Cecília e metrô Santa Cecília).
  • , Rua Maranhão, 617, 11 3660 8000.
  • (da Fundação Armando Alvares Penteado), Rua Alagoas, 903, 11 3662 7198.
Vista da Paróquia São João Maria Vianney
  • , Praça Cornélia, s/n, (11) 3862-1616. 9h-18h. Igreja, tombada pelo município em 2009, foi construída em 1932 seguindo o estilo arquitetônico barroco. Está localizada na Praça Cornélia, na Rua Clélia. Tanto o terreno da praça quanto da igreja foram doados pelo casal Souza Queiróz. O padre, que dá nome à igreja, foi um sacerdote francês, beatificado pelo papa São Pio X em 1905, canonizado pelo papa Pio XI em 1925. Grátis.
  • , Estação Sumaré, linha 2 - verde.
  • Entrada do Centro Maria Antônia
    7 (CEUMA), R. Maria Antônia, 294, 11 3123-5200. O prédio foi tombado como patrimônio histórico pelo Condephaat no nível estadual, consequentemente foi tombado pelo Conpresp no nível municipal. Durante os anos 1949 a 1968, o prédio abrigou a Faculdade de Filosofia, Ciência e Letras da USP. Em 1968, no período ditatorial o edifício foi ocupado por forças policiais. Os confrontos resultaram na morte de estudantes. O prédio que voltou a ser utilizado pela USP, oferece atividades culturais na área do teatro, literatura e artes plásticas. Há salas de aulas, auditórios, espaços de exposições e uma biblioteca voltada para a área das artes. Entrada gratuita.
  • 8 , Rua Marquês de Paranaguá, 111, (11) 3124-7200.Este conjunto modernista foi criado pelo famoso arquiteto brasileiro Rino Levi em 1941 e é considerado um marco para a arquitetura "funcionalista". Inicialmente, os prédios interligados abrigavam a Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras e, desde a década de 70, transformou-se no Campus Consolação da PUC-SP, onde funciona o Centro de Ciências Matemáticas, Físicas e Tecnológicas (CCMFT). A obra de Levi foi tombada em 2010 pela CONDEPHAAT.
    Pátio Central do Instituto Sedes Sapientiae
  • Fachada principal do Colégio Nossa Senhora do Sion
    9 , Avenida Higienópolis, 983, 11 3660-0610, e-mail: . seg-sex, 7h-17h. De acordo com o processo do CONDEPHAAT, o Colégio Sion foi tombado “por tratar-se de um bem cultural de interesse histórico, arquitetônico e ambiental”. Em 1901, o edifício foi planejado e construído pelo escritório de Ramos de Azevedo. Com estilo eclético, a instituição de ensino é um marco de extrema importância para o sistema educacional da cidade de São Paulo. Atualmente, a escola atende aos alunos do maternal, fundamental I e II e ensino médio. Para visitas, é necessário agendamento via telefone. Entrada gratuita.
  • , Largo Padre Péricles, s/n (Acesso de ônibus ou de carro), (11) 3667-0660. A Igreja matriz da Paróquia de São Geraldo das Perdizes foi construída em 1916, pelo arquiteto polonês Georg Przyrembel, completando o seu centenário em 2016. Com um estilo Neo-Basilical Bizantino Romântico, ela é uma ótima pedida para quem é fã de arquitetura e grandes construções. O local é repleto de vitrais, lutres e objetos de culto que valem a visita, com destaque para as
    pinturas murais da Capela do Santíssimo Sacramento, que foram terminadas em em 1937, assinadas pelo artista paulista Salvador Ligabue.

Marcos arquitetônicos[editar]

  • (Prédio 01). Restaurado.
  • (Estação Barra Funda do metrô/CPTM).
  • . Restaurado.
  • Edifício Lausanne, face norte.
    10 , Avenida Higienópolis, 101 (Pegue a Linha Vermelha do Metrô na Sé, sentido Barra Funda, desça na estação Santa Cecília, suba a Rua Dona Veridiana, e vire à direita depois de passar pela Rua Major Sertório). É um conjunto de dois prédios idênticos, concebido pelo arquiteto alemão Adolf Franz Heep, se destaca pelo seu modelo de grades coloridas quebra-sol na sua face norte, assim como no esmero arquitetônico da sua fachada interior.
  • Casa de Nhonhô Magalhães, no bairro de Higienópolis.
    11 , Avenida Higienópolis, 758, na altura da esquina com a Rua Albuquerque Lins. Casarão tombado pelo Patrimônio Histórico. A Casa de Nhonhô Magalhães pertenceu ao barão do café Carlos Leôncio Magalhães, que encomendou o projeto em 1927, pela construtora Siciliano & Silva. As obras foram concluídas em 1939 e o estilo eclético da casa foi inspirado nos palacetes franceses do século XIX. Em 1974, a casa abrigou a sede da Secretaria de Segurança Pública e nos anos 2000 foi comprada em um leilão do Governo Estadual pelo Shopping Pátio Higienópolis.
  • Edifício Prudência.
    12 , Avenida Higienópolis, 235 (Descer na estação Santa Cecília da Linha 2-Vermelha do Metrô e pegar a rua Veridiana de Freitas, atrás da igreja de Santa Cecília. Andar por 1 quilômetro até chegar na Avenida Higienópolis. Entrar à direita e caminhar mais alguns metros até o edifício.). Marco arquitetônico da habitação paulistana, o Edifício Prudência é um dos grandes símbolos do início da verticalização da cidade de São Paulo, na segunda metade dos anos 1940. O prédio foi desenhado pelo arquiteto Rino Levi e conta com paisagismo de Burle Marx. Não é possível fazer visitas, já que o local é residencial. No entanto, do lado de fora, é possível observar a beleza do edifício de características do Modernismo e os azulejos pintados a mão por Burle Marx no hall de entrada.
  • Fachada da Casa Modernista, na rua Itápolis, em São Paulo
    13 , Rua Itápolis, 96, Pacaembu, São Paulo. A Casa Modernista, localizada na Rua Itápolis, no bairro do Pacaembu, é considerada uma das primeiras manifestações da arquitetura moderna no Brasil. Ela foi construída em 1929, sete anos após a Semana de Arte Moderna. Projetada pelo arquiteto ucraniano Gregori Warchavchik, a edificação trouxe inovações como a utilização de concreto armado, linhas retas, construção assimétrica e a eliminação dos corredores para que houvesse um maior aproveitamento do espaço. A sua inauguração, em 1930, foi marcada por uma mostra de artistas do movimento modernista conhecida como Exposição de uma Casa Modernista, que recebeu cerca de 20 mil visitantes em 21 dias, entre 26 de março e 20 de abril daquele ano.

14 (Casa da Rua Cardoso de Almeida), Rua Cardoso de Almeida, 716 (próximo a avenida Sumaré). 8h - 19h. Localizada na Rua Cardoso de Almeida, 716, essa casa tem um estilo arquitetônico próprio dos anos 10 e 20, uma mistura da arquitetura Neocolonial, em moda na época, com toques de Neoclassicismo. Foi uma construção particular, utilizada como residência. Hoje pode ser visitada apenas sua área externa, onde o espaço é aproveitado como estacionamento para carros. De maneira geral, a casa e suas estruturas encontram-se em estado de abandono e má conservação. O bairro de Perdizes, onde se localiza, é de alta valorização imobiliária, freqüentado por uma elite de classe média alta. grátis.

Parques[editar]

  • Parque da Água Branca.
    15 (Parque Dr. Fernando Costa), Avenida Francisco Matarazzo, 455 - Barra Funda, (11) 3803-4200. 6h-22h. O Parque Dr. Fernando Costa, popularmente conhecido como Parque da Água Branca, foi tombado em 1996 como bem cultural, histórico, arquitetônico, turístico, tecnológico e paisagístico pelo Condephaat, e em 2004 pelo CONPRESP. O processo de formação do local teve início em 1905. O parque foi criado em 2 de junho de 1929, pelo então secretário de Agricultura de mesmo nome. Com uma área de aproximadamente 137 mil metros quadrados, atrai diversos turistas por ter em seu espaço animais ao ar livre, festas temáticas aos fins de semana, espaço de leitura e uma agradável estrutura para caminhadas. Entrada gratuita.
  • , Avenida Angélica, s/n (entradas pela avenida Angélica e pelas ruas Alagoas e Bahia).

Faça[editar]

Compre[editar]

  • (junto à Praça Melvin Jones).
  • , Rua Turiassu, 2100.
  • , Avenida Higienópolis, 618.
  • , Avenida Francisco Matarazzo, s/n.

Feiras[editar]

  • , Rua Mato Grosso, s/n. 6a até 14h.
  • , Praça Charles Miller, s/n. 3a, 5a, e sáb, 9h-14h.

Coma[editar]

Econômico[editar]

  • , Rua Mato Grosso, 450 - Higienópolis, 11 3231 4497. Culinária judaica.
  • , Rua Clélia, 1017 - Lapa, 11 3673 4085.
  • Fachada da Paróquia de São Geraldo das Perdizes
    , Rua Traipu, 156 - Perdizes, 11 3666 5565.
  • , Rua Marquês de Itú, 1039 - Higienópolis, 11 3661 3197. Tradicional.

Médio[editar]

  • , Praça Vilaboim, 63 - Higienópolis, 11 3666 2087. Culinária japonesa.
  • , Rua Sergipe, 753 - Higienópolis, 11 3661 8670. Cozinha contemporânea.
  • , Rua Pará, 36 - Higienópolis, 11 3257 4064. Francês.
  • , Rua Dr. Martinico Prado, 463 - Higienópolis, 11 3666 3022. Uma das mais tradicionais cantinas italianas da cidade.
  • , Rua João Ramalho, 766 - Perdizes, 11 3875 2550.
  • , Rua Armando Penteado, 18, 11 3476 2538. Mexicano.
  • , Avenida Sumaré, 840 (Aberto até perto da meia-noite.), 11 3673 1281.

Esbanje[editar]

  • , Praça Vilaboim, 113 - Higienópolis, 11 3667 8407.
  • , Praça Vilaboim, Higienópolis, 49, 11 3663 6539. Pizza.
  • , Rua Sergipe, 406 - Higienópolis, 11 3255 8090.
  • , Rua Dona Veridiana, 661 - Higienópolis, 11 3120 5050.
  • , Praça Vilaboim, 77, Higienópolis, 11 3666 7362. Hamburguer.
  • , Rua Dr. Martinico Prado, 341 - Higienópolis, 11 3662 2999. A la carte.

Beba e saia[editar]

Clubes[editar]

  • , Rua Alagoas, 852 - Higienópolis.
  • , Rua Cônego Vicente Miguel Marino, 85 - Barra Funda.
  • , Rua Barra Funda, 969 - Barra Funda.
  • , Alameda Olga, 170 - Barra Funda.
  • , Avenida Marquês de São Vicente, 1767 - Barra Funda. GLS.
  • , Rua Minas Gerais, 203 A - Higienópolis.
  • , Rua Guaicurus, 324 - Lapa. GLS.

Durma[editar]

  • , Rua Maria Antonia, 40 - Vila Buarque, 11 3257 1500.
  • , Rua Alagoas, 974 - Higienópolis, 11 3251 9034.
  • , Rua Eduardo Viana, 163 - Barra Funda, 11 3393 7300.
  • , Rua Marquês de Itu, 816 - Higienópolis, 11 3333 3058.
  • , Rua Maranhão, 371 - Higienópolis, 11 3665 8200.
  • , Rua Aracajú, 66 - Higienópolis, 11 3824 9311.
  • , Rua Dona Veridiana, 643 - Higienópolis, 11 3257 5288.


Este artigo é usável. Ele contém informações sobre como chegar e algumas indicações completas de restaurantes e hotéis. Uma pessoa mais corajosa poderia utilizá-lo para viajar, mas por favor mergulhe fundo e ajude-o a crescer!