Baixe o arquivo GPX para este artigo
-23.58129-46.71636Map mag.png

São Paulo/Butantã e Morumbi

Fonte: Wikivoyage
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa


Butantã e Morumbi é uma região de bairros na zona sudoeste da cidade de São Paulo.

Entenda[editar]

A região do Butantã e Morumbi é bem vasta e tem ocupação variada. Composta pelos distritos do Butantã, Morumbi e Vila Andrade, a área tem uma das maiores concentrações de museus da cidade, graças ao campus da Universidade de São Paulo. Com inúmeras praças, bosques e jardins públicos, os bairros da região são extremamente arborizados. No Butantã, a USP e o instituto que dá nome ao bairro têm forte influência, inclusive na composição dos moradores. Já a Vila Andrade, com seus edificios residenciais e inúmeras opções de lazer e compras, tende a ter a preferência dos moradores da região na hora de escolher algum serviço. O mais famoso deles, o Morumbi, abriga as maiores mansões da capital paulista, e é também morada do governador do estado. Em contrapartida, regiões mais afastadas do Rio Pinheiros tendem a ser mais pobres, e servir como fornecedores de mão de obra a parte nobre.

Chegar[editar]

Mapa de São Paulo/Butantã e Morumbi
  • Futuras estações Butantã, São Paulo - Morumbi e Vila Sônia da Linha 4 - Amarela do Metrô.
  • Estações Morumbi, Cidade Jardim, Hebraica/Rebouças e Cidade Universitária da linha 9/Esmeralda da CPTM.
  • Ônibus que passem pelas avenidas Marginal Pinheiros (sentido Interlagos), Francisco Morato, Vital Brasil, Morumbi e Giovanni Gronchi.
  • A região é porta para quem chega ou sai de São Paulo por duas rodovias: Raposo Tavares, via Avenida Alvarenga, e Regis Bittencourt, via avenida Professor Francisco Morato.

Veja[editar]

  • Visão da entrada da Casa do Sertanista
    , Praça Dr. Ênio Barbato (Acesso de ônibus ou carro), 11 3726 6348. A Casa do Sertanista foi recentemente reaberta para visitação depois de um longo período de restauração. O imóvel remonta as construções do século XVII. Segundo a tradição, história que é contada no próprio museu da casa, o Padre Belchior teria sido o primeiro morador da residência e, depois de muitas transferências, em 1927 a casa passou para as mãos a família Penteado. O patrimônio sempre foi utilizado como uma residência rural e sede de fazenda. A casa do Sertanista é uma referência para a São Paulo antiga por ser um exemplo de casa rural da época. Atualmente, abriga um pequeno museu nas dependências. Gratuito.

Construções e museus[editar]

  • Parque Burle Marx
    1 , Av. dona helena pereira de moraes, 200 (Acesso de ônibus ou de carro), (11) 3776-7497. Todos os dias das 7:00 as 19:00. Inaugurado em 1995, o Parque Burle Marx se destaca pela preservação de parte nativa da Mata Alântica paulista, se tornando um refugio para 90 espécies diferentes de animais silvestres. Dividido entre três trilhas, que variam de acordo com o nível de dificuldade e de distância, o parque é um ótimo lugar para os adoradores de uma caminhada ao ar livre. Além da área verde, o parque conta com uma horta comunitária e proporciona diferentes experiências para seus frequentadores, indo desde aulas grátis de Kung-Fu, Tai Chi Chuan, Cross Fit, treinos funcionais até aulas de pintura com aquarela. Aos sábados e domingos, das 10h às 18h, é possível degustar das comidas servidas pelos famosos Food Trucks. Para visitas escolares ou em grupos é necessário entrar em contato com a administração do parque através do email:COMUNICA@FAB.ORG.BR ou do telefone (11) 3746-7631. Entrada gratuita.
  • A casa do bandeirante
    2 , Praça Monteiro Lobato, s/n - Butantã, (11) 3031-0920, e-mail: . 9h-17h. A Casa do Bandeirante é uma das raras edificações que restaram das moradias paulistanas feitas de taipa de pilão que serviram a bandeirantes e suas famílias, em um primeiro momento, e que posteriormente se tornaram típicas casas paulistas entre o século XVII e XV III. Construída às margens do Rio Pinheiros, que era uma das mais importantes vias de transporte, feito em canoas, hoje a casa fica dentro do bairro do Butantã, e mais longe da margem do rio, que foi retificado no século XX. Não há muito o que fazer no local, até meio abandonado, mas o passeio vale para quem se ter uma ideia mais clara de como viviam os paulistanos do passado e conferir de perto a arquitetura dessa época. Para saber mais, pode-se contar com o apoio de monitores. Possui um parquinho disponível para crianças e é permitida a entrada de animais. É uma boa opção para ir de bicicleta, pois a região conta com ciclovia. Para ir de trem, desça na estação Butantã (linha amarela). Aberta de terça a domingo, das 9h às 17h. Para visitações em grupo e mais informações, ligar no número (11) 3031-0920. Gratuito.
  • . A mais importante universidade do Brasil.
  • .
  • 3 (FAU), Rua do Lago, 876, 11 3091-4795. Prédio tombado pelo patrimônio histórico, tanto em nível municipal quanto estadual, a FAU-USP foi projetada pelo arquiteto João Baptista Villanova Artigas, com ênfase na "abertura" e "transparência" no espaço. Foi descrito como "um tipo de espaço interno que pretende desmistificar as hierarquias no trabalho, que as geografias mais antigas refletiam", no processo de tombamento do CONDEPHAAT.
  • (Instituto de Biociências).
  • Museu de Anatomia Veterinária, na USP.
    4 (MAV), Av. Prof. Orlando Marques de Paiva, 87 (http://mav.fmvz.usp.br/images/pdfs/como_chegar_ao_MAV.pdf), 11 3091-1309, e-mail: . ter-sex, 9h-17h; sáb, 9h-14h. Maior acervo de medicina veterinária em exposição no Brasil, o MAV conta com um acervo de 2.000 peças, como animais taxidermizados, esqueletos e modelos didáticos de diversas espécies animais. É um dos museus da USP mais visitados, contando com visitas guiadas, que devem ser agendadas com antecedência. R$ 6 (individual); R$ 3 (estudantes, professores); gratuito (1a terça do mês, acima de 60 anos, portadores de deficiências, comunidade USP).
  • 5 , Av. Prof. Almeida Prado, 1466, 11 3091-5042.
  • , Rua da Reitoria, 109.
  • (Academia de Polícia Dr. Coriolano Nogueira Cobra), praça Prof. Reinaldo Porchat, 219, 11 3813 2233.
  • (Faculdade de Educação).
  • 6 , Rua do Lago, 562.
  • , Praça Roberto Gomes Pedrosa, s/n. Sede do São Paulo Futebol Clube.
  • , Avenida Morumbi, 4077, 11 3742 0077.
  • Jockey Club de São Paulo
    7 , Avenida Lineu de Paula Machado, 1263 (Acesso pela marginal do Rio Pinheiros – via pontes Eusébio Mattoso e Cidade Jardim.), 11 2161 8300. O Jockey Club de São Paulo é uma associação onde encontra-se o Hipódromo da Cidade Jardim. As corridas ocorrem aos sábados e domingos, a partir das 15h e às segundas-feiras a partir das 18h30. Com estacionamento, o Jockey Club oferece uma extensa área verde com segurança e atrações para as crianças como passeio de pôneis e playground, além de eventos diversos para públicos de todas as idades. O local conta com três restaurantes: Charlô Jockey, Mercearia Jockey e Cânter Bar. Entrada gratuita.
  • (MAC), Rua da Reitoria, 160, 11 3091 3035.
  • , Av. Vital Brasil, 1500, 11 3726 7222.
  • , Av. Morumbi, 4500, 11 2193 8282. Visitas monitoradas ao palácio e ao jardim.
  • Visão externa da Casa de Vidro.
    , Rua General Almério de Moura, 200, (11) 3744.9902, e-mail: . qui-dom,10h-16h. Construção tombada desde 1987, a Casa de Vidro é o primeiro projeto da arquiteta Lina Bo Bardi no Brasil. Ela, inclusive, viveu no local, que hoje serve como um depósito de projetos idealizados por ela, além de ampla área externa, com um grande jardim. Dentro da Casa, há diversos objetos. Na parte externa, fica o ateliê onde Lina trabalhava. Gratuito.

Parques[editar]

  • , 200, tel 11 3521 7734. 7h-19h.
  • , Rua Eng. Oscar Americano, 480, 11 3031 7052.
  • , Rua Pedro Peccinini, 88 - Jardim Ademar, 11 3721 8951. 7h-18h.
  • , Rua João Della Manna, 665 - Jd. Rolinópolis, 11 3721 4965. 7h-18h.
  • , Rua Telmo Coelho Filho, 200 - Vila Albano, 11 3735 1372. 7h-18h.

Faça[editar]

Compre[editar]

  • (pátio de estacionamento do estádio do Morumbi). 3as e 4as.
  • , Av. Prof. Francisco Morato, 2718.
  • , Av. Magalhães de Castro, 12.000.
  • , Rod. Raposo Tavares, Km 14.
  • , Av. Giovanni Gronchi, 5819.
  • , Av. Leão Machado, 100.

Coma[editar]

  • , Avenida Giovanni Gronchi, 5819 (Shopping Jardim Sul), 11 3747 8100.
  • , Rua Amélia Correia Fontes Guimarães, 37, 11 3726 2299. Comida italiana.
  • , Rua Marechal Hastinphilo Moura, 73, 11 3747 4450.
  • , Avenida Morumbi, 5594, 11 3742 2810. Tradicional comida paulista em um casarão da antiga fazenda que deu origem ao bairro do Morumbi. Os jardins com obras de arte e a senzala são uma atração a parte.
  • , Rua Doutor Fonseca Brasil, 282, 3744 9444. Cozinha variada.
  • , Avenida Morumbi, 4077, 11 3742 0077. Além do acervo, salão de chá.
  • , Rua Doutor Luís Migliano, 1110, 11 3742 8477.

Beba e saia[editar]

  • , Rua dos Três Irmãos, 460 - Morumbi. Espaço intimista para ouvir Jazz e MPB. Melhor se for a dois.
  • , Rua José Augusto de Queiróz, portão 1.
  • , Avenida Valdemar Ferreira, 231. Bar de esquina próximo da USP, lota nas noites quentes ou frias.

Durma[editar]

Econômico[editar]

  • , Rua Roque Petroni Júnior, 800 - Brooklin, 11 3775 7500.

Médio[editar]

Esbanje[editar]

Mantenha contato[editar]

Este artigo é usável. Ele contém informações sobre como chegar e algumas indicações completas de restaurantes e hotéis. Uma pessoa mais corajosa poderia utilizá-lo para viajar, mas por favor mergulhe fundo e ajude-o a crescer!