Baixe o arquivo GPX para este artigo
-22.911822-45.957075Map mag.png

São Francisco Xavier

Fonte: Wikivoyage
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa


Portal de São Francisco Xavier

São Francisco Xavier já foi considerado um cantinho de descolados, mas sua verdadeira vocação é o descanso e a contemplação. Bem localizado e retirado ao mesmo tempo, esse distrito de São José dos Campos fica num vale abraçado pela cordilheira da Serra da Mantiqueira, a apenas duas horas e meia da capital paulista. Com boa infra-estrutura turística, oferece opções para todos os gostos. O cuidado em bem receber é uma característica comum, do local mais requintado ao mais modesto, e essa qualidade se estende à hospedagem, à gastronomia e às opções de lazer.Para desfrutar dos prazeres desse lugar um fim de semana pode ser pouco, o jeito é sentir-se hóspede desse pequeno Éden e voltar mais vezes.

Entenda[editar]

São Francisco Xavier foi passagem e pouso de tropeiros que vinham de Minas Gerais comercializar nas regiões mais povoadas do Vale do Paraíba, em especial São José dos Campos e Jacareí. A trilha utilizada descia a Serra de Santa Bárbara por entre a mata fechada, passando pelo Roncador e Água Soca, dirigindo-se para o Bairro de Santana em São José dos Campos, o principal núcleo comercial da época.

A Vila criada em 1882 era constituída de uma capela construída em taipa e mais ou menos umas dez casas, uma escola pública, um armazém e uma botica (farmácia).

Em 1911 foi inaugurada a iluminação pública. As pequenas lamparinas de querosene foram trazidas de São José dos Campos e colocadas nas ruas a uma distância de 10 metros uma das outras. Uma pessoa percorria diariamente as ruas para acendê-las e depois às 22 horas para apagá-las. Nessa época todos os melhoramentos urbanos eram feitos pelos próprios moradores, coordenados por um inspetor da Prefeitura que convocava as pessoas para o trabalho. O acesso a São José dos Campos nesta época era feito através do Bairro do Cafundó e Água Soca.

São Francisco Xavier foi um dos pontos estratégicos dos paulistas nas Revoluções de 1930 e 1932. A vigilância da divisa SP-MG era realizada por 150 homens. Nesta época, relatam os moradores, que muitas famílias foram embora abandonando suas terras pelo medo da revolução, e pelo abuso dos soldados que consumiam alimentos sem pagar e utilizava os cavalos sem ao menos pedir emprestado.

A partir 1932, o Sr. Pedro David, enquanto vereador em São José dos Campos abriu estradas entre os bairros, inaugurou a energia elétrica e realizou outras benfeitorias. A igreja matriz foi reformada entre 1942 e 1951 e somente a torre permaneceu em taipa. A população era abastecida de água vinda dos córregos e nascentes da região; para resolver esse problema foi instalado um pequeno reservatório e distribuía água através de bicas instaladas em pontos estratégicos da cidade. Em meados de 1976 o abastecimento foi assumido por uma companhia estatal, através de ligações domiciliares. Ainda hoje se pode encontrar marcas daquela época, existindo ainda duas bicas ambas na Rua Luciano José das Neves.

São Francisco Xavier de 322 km² viveu boa parte de sua história exclusivamente da agropecuária, mas desde 1992 sua vocação ecoturística cresceu, especialmente por conta de uma lei municipal que transformou mais da metade do Distrito em área de preservação ambiental, impondo severas restrições ao desmatamento e a novas construções. São Francisco Xavier hoje também é uma APA Estadual pela Lei n° 11.262 de 08/11/2002 e é a área verde mais significativa do Município de São José dos Campos.

São Francisco Xavier está a 720 m de altitude e pode ser alcançada a partir da SP 50, que liga São José a Monteiro Lobato. São cerca de 54 km de asfalto cheio de curvas e natureza, numa tocada peculiar. Se o objetivo for mais aventura, pode-se chegar lá por um trecho de chão ainda mais divertido, via Estrada Ezequiel Alves Graciano que liga São Francisco Xavier a Joanópolis e Monte Verde, já em Minas Gerais. De Joanópolis são 10 Km de asfalto, 15 km de terra, algumas porteiras de fazendas, mais 27 km de asfalto, totalizando não mais que 50 km. No percurso você encontrará algumas das paisagens mais bacanas na Mantiqueira e pode ser percorrido por carro, desde que com muita calma e paciência, num dia reservado para contemplação.

Eletricidade[editar]

É utilizada em São Francisco Xavier apenas um tipo de voltagem: 220V com corrente alternada de 60 Hz. Verifique o interruptor de voltagem antes de ligar qualquer aparelho que não seja bivolt. A cidade conta com excelente serviço elétrico.

Clima[editar]

Temperaturas[editar]

Anual média - 17,5°C

Verão - De 10 a 33,5°C

Outono - De 6 a 30°C

Inverno - De 1,5 a 25°C

Primavera - De 8 a 30,5°C

Chegar[editar]

De carro[editar]

  • Partindo de São Paulo: Via Nova Dutra, siga até São José dos Campos e pegue a saída do Km 152 (repare que a quilometragem é decrescente), siga pela marginal da rodovia, passe por baixo do viaduto e pegue a alça de acesso do mesmo. Agora você esta no Anel Viário e basta seguir as placas para São Francisco Xavier. Via Ayrton Senna Siga até o Km 96 da Carvalho Pinto, acesse a Rodovia Dos Tamoios (SP 99) no sentido São José dos Campos, e entre no Anel Viário. A partir daí é só seguir as placas para São Francisco Xavier. De Sampa até lá são cerca de 138 km.
  • Partindo do Rio de Janeiro: Via Nova Dutra, siga até São José dos Campos e pegue a saída do Km 147, siga pela marginal da rodovia e pegue a saída para a Av. Nelson D'Ávila. No terceiro farol (esquina do Habib's), pegue a direita e acesse o anel viário. Agora é só seguir as placas para São Francisco Xavier. Via Ayrton Senna, siga até o Km. 98, acesse a Rodovia Dos Tamoios (SP 99) no sentido São José dos Campos, e entre no Anel Viário. A partir daí é só seguir as placas para São Francisco Xavier. Do Rio até lá são cerca de 375 Km

De ônibus[editar]

A Viação Oito Irmãos (12-3941-3019) tem veículos saindo da “rodoviária nova” de São José dos Campos (fone 12-3922-0956) e a Viação São Bento (12-3921-7277) tem uma linha com ônibus partindo de hora em hora da “rodoviária velha” (12-3941-3019).

Circule[editar]

Veja[editar]

Cachoeira Pedro David

São Francisco Xavier possui algumas trilhas de bike e trekking, rampa de voo livre, paraglider e canoagem. Boa parte das atrações está em terras particulares.

  • . É uma cachoeira pública, com 15 metros de altura e várias quedas. Está localizada no Recanto Turístico Pedro David. Estrada Municipal Pedro David 3 km além de São Francisco Xavier, sentido Joanópolis.
  • . 1.600 m de altitude em média – te leva para belas paisagens na divisa com Sapucaí Mirim, já em terras mineiras. O acesso é pelas estradas municipais Pedro David (15 km) e Rio Manso (10 km em terra). Lá, conheça o Pico do Focinho D’Anta (1 712 m, rapel com descida de 65 m na primeira fase e 40 m negativos na segunda. ) e a Pedra do Capim Azul (1 400 m).
  • . 1.578 m de altitude – também tem algumas corredeiras no caminho. Para conhecê-la, são 20 km pela Estrada Municipal Pedro David e os últimos 12 pela Estrada Municipal de Santa Bárbara em trecho de terra bem conservado, mesmo molhado. Pergunte ali pela Pedra Vermelha (1 836 m), que fica a 3 km da Estrada Santa Bárbara na Estrada Municipal que leva o nome da pedra.
  • , estrada de Santa Bárbara, km 08, (12)3926-1214 - (12)99771-2103(Whatsapp), e-mail: . Trilhas e cachoeiras, bem sinalizadas e de fácil acesso. Para quem não se hospeda lá, ha pagamento de ingresso

Faça[editar]

Compre[editar]

Atelies e Artesanato[editar]

  • , Estrada do Rio Manso 2 317.
  • , Estrada Ezequiel Alves Graciano 16 000.
  • , Estrada Ezequiel Alves Graciano 360.
  • , Estrada das Lavras 4 800. Produção de peças de cerâmicas exclusivas.

Coma[editar]

  • , Rua Ezequiel Alves Graciano 16 - Centro, (12) 3926-1422. Domingo e segunda das 11h as 19h e terça a sábado das 11h as 20h.. Especialidade Trutas com os sabores mais incríveis que se possam imaginar. Além de cuidar da cozinha, a chef e proprietária Marina Fornitano cria as peças de artesanato que decoram o ambiente. Com vista para a Serra da Mantiqueira, o salão acomoda clientes interessados em provar pratos à base de truta. As lascas do peixe defumado com castanha-de-caju e torradas serve de entrada para receitas como a tropical, que combina o filé do pescado com coração de bananeira, shitake e uva-passa . Entre as bebidas, a caipirosca de maracujá é a mais pedida. A compota de maçã com canela completa a refeição. R$ 20,00 - R$ 80,00.

Beba e saia[editar]

  • , Largo São Sebastião 105. Quinta e sexta das 16h as 23h, sábado e feriados das 13h as 0:30h e domingo das 13h as 19h. Nas férias de janeiro e julho também as quartas. Sucatas do antigo Gasômetro de São Paulo, estrutura fabril do século XIX atravessaram as curvas da Serra sentido Mantiqueira para serem reerguidas em São Francisco Xavier. Lá, insta-se o Photozofia Arte & Cozinha, um espaço para alimentar corpo e alma. Entre as especialidades da cozinha destacam-se pratos concebidos artesanalmente, criados com ingredientes frescos e sempre que possível orgânicos. Saladas, massas, carnes, sobremesas que exploram combinações e sabores de produtos da região e da cozinha internacional. O Photozofia evidencia sua vocação cultural com uma programação durante o ano inteiro. Todos os sábados e feriados sobem ao palco artistas que mostram porque a música brasileira é tão admirado mundo afora.

Durma[editar]

Econômico[editar]

  • , Praça Cônego Antonio Manzi 76 - Centro, (12) 3926-1180. Ótima localização no centro de São Francisco Xavier.

Partir[editar]

Este artigo é usável. Ele contém informações sobre como chegar e algumas indicações completas de restaurantes e hotéis. Uma pessoa mais corajosa poderia utilizá-lo para viajar, mas por favor mergulhe fundo e ajude-o a crescer!