Malta

Da wiki Wikivoyage
Europa > Malta
Ir para: navegação, pesquisa
Localização
noframe
Bandeira
Flag of Malta.svg
Informações Básicas
Capital Valeta
Governo República parlamentarista
Moeda euro (EUR)
Área 316 km2
População 400.214 (est. julho 2006)
Idioma Maltês e inglês (oficiais)
Religião Católicos romanos 98%
Eletricidade 230V/50Hz (tomada padrão britânico)
Código telefônico +356
Internet TLD .mt
Fuso horário UTC +1

Malta [1] é um país da Europa Mediterrânea.

Regiões[editar]

  • Valletta é a sua atual capital, feita pelos Turcos que estiveram ali por 300 anos. Juntamente com Medina (que fica ao lado de Valletta) apresenta casarões mais antigos que são reformados internamente se tornando palacetes, com paredes de grandes alturas (pé direito) que refrescam esse lugar de clima bem quente no Verão. Suas fachadas continuam as mesmas maravilhosas, e suas ruas estreitas mantêm o clima do tempo das suas construções. Hoje esses casarios pertencem aos ricos para moradia ou restaurantes, com grandes espaços alugados para festejos especiais.

Outros destinos[editar]

Entenda[editar]

As Ilhas de Malta, Comino e Gozo compõem esta República desde 1979. A pequena ilha ao sul da Sicília foi alvo de colonização de diversas culturas, sendo conhecida por sua diversidade cultural. Foi uma colônia britânica antes de sua independência em 1947, por 179 anos. Durante a Segunda Guerra Mundial, estava sendo atacada pelo mar, por Hitler, por ser um ponto de acesso à Itália e Espanha.

Chegar[editar]

De avião[editar]

De barco[editar]

Circular[editar]

De avião[editar]

Chegam vôos da Europa e da África e Ásia diariamente. Especialmente da Itália, são muito frequentes (vários ao dia)

De barco[editar]

Pode-se atravessar da Catânia (Secília - Itália) num ferry-boat em 1 hora e meia, pelo Mediterrâneo.

Chegam vários navios de cruzeiro ao porto, e de carga trazendo muitas mercadorias e comida, pois até a água potável vem de fora de Malta.

De carro[editar]

De autocarro/ônibus[editar]

De comboio/trem[editar]

Fale[editar]

O inglês é a língua mais falada, devido ao fato do país ter sido por último uma colônia britânica. Mas a língua maltesa também é usada, inclusive nos nomes de cidades. Os nomes das ruas estão na sua maioria em maltês, outras em francês, e muitas em inglês. Pela presença dos britânicos durante esses anos, as escolas e Universidade governamental é gratuita para o cidadão maltês, onde aprende-se, fala-se o inglês, que é a segunda língua depois do maltês, falado nas famílias e entre eles nas ruas. O turista pode falar inglês e também em alguns lugares o italiano é entendido e falado.

Compre[editar]

Em super mercados há todo tipo de material necessário, a preços compatíveis com os brasileiros. Há muitas "lojas de marca" de roupas e sapatos que se encontram na Itália, França etc. Mas também o mercado da India e da China já chegou lá com suas bijuterias, roupas e sapatos de preços mais em conta. Sabendo escolher...

Coma[editar]

No centro do bairro Saint Julian's há vários tipos de comida, com saladas, omeletes e batatas fritas, há hamburguerias tradicionais, e comida bem mais barata como massas, e um tipo de pastel assado, com recheios variados (queijo ou legumes, ou maçãs). Os preços variam, mas no geral uma refeição custará de 8 a 20 euros. Come-se peixes, como o "espada" e outros, assim como o coelho e cordeiro assados são os pratos típicos ótimos e bem temperados dentro desse preço também.

Beba e saia[editar]

Desde o aeroporto não há água grátis, em bebedouros (filtrada). Lá usa-se a água dessalinizada nas torneiras, que se for bebida nada causa, numa emergência. Mas o que todos fazem é comprar água potável vinda da Itália. Mesmo nas casas usam galões de água potável. A cerveja produzida lá, CISK é boa, e há a especialidade dos licores de fruto do cacto e de romãs. Vinhos são produzidos tbm e não são caros.

Muitos bares e restaurantes nos centros de alguns bairros ficam abertos até madrugada, e são frequentados pelos jovens inclusive para baladas, e dançar - lá há muitas escolas de línguas que funcionam o ano todo, mas especialmente no verão, pelo belo sol e águas maravilhosas e limpas do Mediterrâneo.

As praias são gratuitas. Não há ondas para surfistas. O mediterrâneo parece uma grande banheira, com água quente desde o meio da primavera (março) até o meio do outono (outubro). No fim do outono e inverno há mais vento, mesmo durante o dia, e é quando chove mais. Normalmente o clima é quente e seco. E o sol não agride tanto a pele, pela posição das ilhas no globo terrestre. Pode-se ir de barco, a preços baixos para a ilha ao lado (Comino), onde há praias de pedrinhas, e não areia, mas com águas límpidas, verdes, maravilhosas. Algumas tem banheiros públicos e lanchonetes, proporcionando um lugar onde se pode passar o dia e voltar no fim da tarde para Malta.

Durma[editar]

Aprenda[editar]

Se você deseja fazer um mergulho total na língua inglesa, e gosta de lugares antigos milênios atrás ou séculos atrás, recomendo uma escola dentre as muitas boas escolas que fazem intercâmbio e ensinam a língua. Algumas delas tem cursos para pessoas +30, ou +50 (2 semanas). incluindo um belo tour de várias tardes pelas ilhas. (acesse através do google)

Trabalhe[editar]

Segurança[editar]

As ruas são muito estreitas, e movimentadas, especialmente nas horas de "rush". Só as avenidas são mais largas. Nos bairros mais afastados do centro as ruas são bem calmas, e há várias partes das ilhas que são bairros familiares, só para moradores, sem comércio. São tranquilas e quietas. Os ônibus cruzam a ilha de Malta podendo-se ir para muitos lugares, de passeios de barco, de restaurantes, compras etc...Paga-se (2016) 2 euros por 2 horas andando, descendo e subindo, apresenta-se o mesmo ticket com o horário e dentro de 2 horas é válido.

Saúde[editar]

Este artigo está delineado e precisa de mais conteúdo. Ele já segue um modelo adequado mas não contém informações suficientes. Mergulhe fundo e ajude-o a crescer!
35.883333333333; 14.5Internet-web-browser.svg