Baixe o arquivo GPX para este artigo
48.4833135.0667Map mag.png

Khabarovsk

Fonte: Wikivoyage
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa


Le quai de Khabarivsk.JPG

Khabarovsk ( Хаба́ровск, "rrabárovsk") é uma cidade no rio Amur no Extremo Oriente Russo, perto da fronteira chinesa. Muitas vezes esquecida, devido à sua proximidade a Vladivostok, Khabarovsk poderia facilmente ser um destaque na longa linha de cidades maçantes ao longo da Trans-Siberiana. Mas, enquanto é verdade que a maioria das cidades fica mais bonita com tempo ensolarado, apenas em algumas é o efeito tão profundo como em Khabarovsk - parques atraentes, praias, barracas de cerveja ao ar livre com música ao vivo, garotas bonitas passeando e arquitetura clássica: tudo isto te aguarda, se os deuses do tempo colaborarem. Mesmo que não colaborem, não dá para ficar triste: a cidade também abriga alguns dos melhores museus a leste de Moscou.

Entenda[editar]

Com vista para a confluência dos rios Amur e Ussuri, Khabarovsk é a segunda maior cidade do Extremo Oriente russo, aproximando 600 mil residentes, e crescendo. É também, ao mesmo tempo, a capital do Krai de Khabarovsk e do Distrito Federal do Extremo Oriente. Ao contrário de Vladivostok, a cidade nunca foi fechada aos estrangeiros, e mantém uma atmosfera distinta internacional, rara para os centros provinciais russos - um sentimento apoiado por uma presença asiática crescente, com as chegadas de visitantes asiáticos, que hoje somam mais de um milhão a cada ano. Eles vêm aqui para experimentar um pedaço da Europa perto de casa, e para oferecer aos seus visitantes esse ar europeu, a cidade está gastando muito dinheiro com reformas urbanas, para valorizar os antigos edifícios clássicos que foram poupados dos efeitos destrutivos da guerra civil de 1917-23. Da perspectiva de um viajante ocidental, há marcas inequívocas de planejamento soviético na cidade, mas ainda assim é muito mais atraente do que a maioria das cidades siberianas.

Clima[editar]

O clima é temperado e de monções, com um inverno frio e seco e um verão quente e úmido. A temperatura média para um ano inteiro é de apenas 2 °C, mas abrange mais amplo leque de médias mensais que variam de um -20 °C mortífero em janeiro para uma muito quente, 21 °C em média, em julho. A cidade vê uma média de 686 mm de precipitação em um ano, mas, infelizmente, a maioria cai nos meses quentes de verão. O número de dias de sol por ano é de 70, que é maior do que de Moscou (54). Climaticamente falando, os melhores momentos para uma visita são de maio ao início de junho, ou final de agosto ao início de setembro.

História[editar]

As terras perto da confluência do Ussuri e o Amur, onde fica hoje Khabarovsk, foram habitadas durante séculos pela tribo Tungusic. Expedições chineses chegaram a esta área na primeira metade do século XV, e em meados do século XVII o vale do Amur tornou-se o cenário de hostilidades entre os cossacos russos, tentando se expandir para a região, e a ascendente dinastia Manchu de nome Qing, empenhada em proteger a região para si. Quase um século de escaramuças entre os chineses, os coreanos e os cossacos se seguiu, envolvendo entre outros o explorador russo Yerofey Khabarov, cujo nome a cidade mais tarde adotou. O Tratado de Nerchinsk (1689) trouxe o conflito ao fim, e fez a área de uma parte incontestável do império Qing. De acordo com o mapeamento dos rios Ussuri e Amur, feito pelos jesuítas franceses em 1709, o futuro local de Khabarovsk era conhecido pelos chineses como Yupi Dazi ("tártaros da pele de peixe").

Em 1858, a área foi cedida à Rússia, sob o Tratado de Aigun. Os russos fundaram o posto militar de Khabarovka (Хабаровка), que posteriormente tornou-se um importante centro industrial para a região. A Sociedade Geográfica Russa fundou bibliotecas, teatros e museus na cidade em crescimento. Desde então, a vida cultural de Khabarovsk floresceu. Grande parte da história indígena local tem sido bem preservada no Museu Regional e Museu de História Natural, e em lugares como perto do assentamento de Nanai Sikhachi-Alyan, onde podme ser encontrados desenhos rupestres de mais de 1.300 anos atrás.

A Trans-Siberiana primeiro atingiu Khabarovsk de Vladivostok, em 1897, enquanto a ferrovia completa até Moscou não foi concluída até 1913. Três anos mais tarde, a Ponte Khabarovsk, através do Amur, foi concluída, permitindo à Trans-Siberiana atravessar o rio sem o uso de balsas. A cidade foi ocupada pelos japoneses durante a maior parte da Guerra Civil Russa, uma explicação para os muitos edifícios antigos ainda de pé ao redor do centro da cidade.

Chegar[editar]

De avião[editar]

Khabarovsk Novy Airport (ICAO: UHHH, IATA: KHV) - o aeroporto de Khabarovsk funciona principalmente como um ponto de desembarque e de reabastecimento de emergência para voos polares entre América do Norte e Ásia. As principais operadoras da região são Asiana Airlines, Dalavia (agora falida), Vostok Airlines, SAT Airlines e Far Eastern Aviation. Há voos regulares de passageiros para Khabarovsk do Japão, China, Coréia do Norte, Coréia do Sul e Israel. Asiana serve Khabarovsk 3 vezes / semana de Seul.

Voos domésticos dentro da Rússia para Khabarovsk são servidos a partir de Moscou, São Petersburgo, Iujno-Sakhalinsk, Vladivostok, Petropavlovsk-Kamchatski, Magadan, Chita, Irkutsk, Yakutsk, Novosibirsk, Krasnoiarsk, Yekaterinburg, Krasnodar.

De comboio[editar]

A estação de Khabarovsk, listada como Habarovsk 1 em horários de trem, é um ponto importante da Trans-Siberian Railway. Há vários trens a cada dia com destino a Vladivostok (800 km) e Moscou (cerca de 8500 km) ao longo da linha Trans-Siberian principal. Outras opções incluem trens # 386 ou # 035 para Blagoveshchensk, # 325, # para Tynda, 667э para Komsomolsk, # 943э Vanino, todos na Linha Baikal-Amur. Vanino é uma opção interessante, pois permite ligações de ferry para Sakhalin e mais adiante a Wakkanai no Japão.

Os trens internacionais são Khabarovsk-Harbin, em curso duas vezes por semana, e Khabarovsk-Pyongyang (consulte).

De barco[editar]

Se você quer ir a lugares a montante do rio Amur, as lanchas Meteor, muitas vezes, são a melhor opção, mas apenas durante o verão, quando o rio é navegável. No entanto, em 2008, o nível de água do rio estava em uma baixa histórica, de modo que o tráfego Meteor teve que ser interrompido. Se as lanchas Meteor estiverem funcionando normalmente, você pode ir cerca de 1.000 km a jusante, até o distrito Ul'chi, uma região maioritariamente habitada por povos indígenas Ul'chi.

  • Fuyuan - Na primavera e no verão há serviços diários de hydrofoil para Fuyuan, no nordeste da China, partindo do terminal de ferry de frente para o rio Amur.
  • Komsomolsk - Se você estiver indo pela linha Baikal-Amur para o norte, uma opção interessante é tomar um aerobarco de cruzeiro pelo rio Amur para Komsomolsk (6 horas), e pegar o trem lá.

Circule[editar]

Khabarovsk map.png

A melhor coisa, para começar, é caminhar ao redor da parte central da cidade. Tenha uma caminhada agradável da Praça Lenina ao rio Amur, pela rua principal, Muraviev-Amurski (não confunda esta com o Boulevard Amurski, uma rua diferente). Você vai encontrar todos os tipos de lojas e lugares para comer.

De bonde[editar]

A cidade tem uma rede de quatro linhas de bonde (não há linha 3 ou 4). A seção mais útil para os visitantes é o trecho que vai da estação ferroviária principal, pelo Boulevard Amurski, faz uma curva à esquerda para baixo na rua Volochaevskaya (perto do mercado), e cruza a Muraviev-Amurski um quarteirão a oeste da Praça Lenina, para então continuar para o sul cruzando a rua Lenina aproximadamente no seu ponto intermediário, antes de uma parada no Jardim Botânico (linhas 1, 2 e 6). A parte restante da rede, essencialmente, se estende para os subúrbios sonolentos. Linha 5 serve o Norte. Linha 1 e 2, o sul ao longo da rua Krasnoreleiskaya.

De ônibus[editar]

Os trólebus elétricos também tem algumas seções úteis para os viajantes; a linha 2 opera entre o aeroporto e a principal estação ferroviária, e linha 1, entre o aeroporto e a Praça Komsomolskaya (passeios no rio, conjunto de museus) pelas ruas Karla Marksa e Muraviev-Amursky. A linha 5 faz uma parada perto do museu de História da Cidade.

O ônibus regular 1 é uma linha circular útil. Ela começa na estação ferroviária, vira para baixo na rua Seryshev (uma quadra ao norte de Amursky Boulevard) até atingir o parque rio no Estádio Lenin. Contornando a rua Komsomolskaya e a praça de mesmo nome, corre pro sul até a rua Lenina. Em seguida, executa toda a extensão da rua Lenina, ao norte vira no Museu de História da Cidade, e volta para a estação de trem.

Destinos Importantes, T=Trolleybus

  • Aeroporto 18, T1, T2, T4
  • Jardim Botânico' 9, 25, 29, 33, 54
  • Museu de História da Cidade 1, 54, 56, 57, T5
  • Praça Komsomolskaya 1, 9, 14, 19, 29, 34, 38, 55, 56, T1, T3
  • Praça Lenina 14, 19, 21, 29, 34, 38, 55, 56, T1, T3
  • Estação de Trem 1, 6, 7, 11, 13, 20, 22, 24, 26, 34, 54, 57, T2, T5
  • Praça Slavy (da Glória) 1, 9, 29, 33, 34, 56

Veja[editar]

Os Museus do Extremo Oriente[editar]

Há um conjunto fantástico de excelentes museus ao longo da rua Shevchenko, logo atrás da Igreja de Theotokos (de cúpula azul, na Praça Komsomolskaya), indo em direção ao rio e estádio. Não são apenas alguns dos melhores museus do extremo oriente russo, eles também se alojam em edifícios centenários impressionantes, que datam de antes da revolução. Após a visita, a uma curta distância a pé, o agradável passeio à beira rio, a oportunidade de lavar todo esse novo conhecimento com alguns pivos em boa companhia.

  • (Хабаровский краеведческий музей), rua Shevchenko 11, +7 (4212) 312 054. 10h–18h. Um dos mais antigos museus do Extremo Oriente russo, em um impressionante edifício de tijolos vermelhos, de 1894, disposto em seis seções. Para a maior parte, está escandalosamente à frente de outros museus da região; com quase meio milhão de artefatos da coleção, eles podem se dar ao luxo de ser exigentes com o que exibir. A seção etnográfica, com exposições de culturas indígenas de todo o Amur, é invulgarmente informativa, mas a seção de zoologia, recheado fartamente de animais, também vale a pena olhar! Para completar, houve realmente algumas renovações substanciais ultimamente, e eles ainda por cima têm algumas legendas em inglês, aqui e ali. Pode valer a pena considerar, mas o preço para estrangeiros é elevado para o que você vê. 300 rubles para estrangeiros.
  • (Дальневосточный художественный музей), rua Shevchenko 7, +7 (4212) 328 338. Ter–Dom 10h–17h. Fundado na década de trinta, e agora ocupa o prédio de um clube de ex-oficiais. Eles parecem ter mais orgulho de sua coleção de arte indígena do Extremo Oriente, mas também têm uma rara coleção de antigos ícones religiosos russos e porcelana japonesa. Na exposição clássica, alguns pintores que você pode ter ouvido falar, como Ticiano e Garofalo, mas também alguns mestres russos menos conhecidos. estrangeiros 150 rubles.
  • (Военно-исторический музей ДВО), rua Shevchenko 20 (em frente ao Museu de Arte), +7 (4212) 326 350. Ter–Dom 10h–17h. Outro edifício impressionante, da virada do século 20, este era o banco estatal até a década de 1930. Mostra principalmente armas, medalhas e outras recordações. Se você não está interessado neste tipo de coisa, provavelmente pode deixar passar, mas eles têm alguns cartazes de propaganda de guerra legais da Grande Guerra Patriótica e, no pátio, um vagão-transporte de luxo para oficiais, dos anos vinte, se você precisar se entreter por um tempo enquanto qualquer companhia masculina entra em modo de menino.
  • (Хабаровский музей археологии), rua Turgeneva, 86 (atrás do museu militar), +7 (4212) 324 177. Ter–Dom 10h–17h. Parte do museu regional, mas localizado em um edifício atraente separado, que, antes da Revolução de Outubro, era propriedade do dono de uma cervejaria local. Aqui ficam as coleções de desde a aurora do homem até a idade média. Sua coleção de cerâmicas antigas é interessante, e também merecem um olhar as réplicas dos petroglifos Sikachi-Alyan e da inscrição Sheremetyevsky.

Outros Museus[editar]

  • (Музей истории Дальневосточной железной дороги), rua Vladivostokaya 40, +7 (4212) 383 035. M–F 9AM–5PM. Um pequeno museu que abriga uma coleção anteriormente privado de cerca de 2.000 artefatos originais, documentos, modelos e fotografias contando sobre a história e a construção da Ferrovia do Extremo Oriente.
  • (Выставочный зал имени Федотова), rua Karla Marksa, 47, +7 7(4212) 211 154. exposições temporárias de pintores profissionais, esculturas, designers e outros artistas do Extremo Oriente. As exposições variam mensalmente.
  • (Геологический музей Хабаровска), rua Lenina,15, +7 (4212) 215 370. 10h–18h. Instalado em um belo edifício do século 19, que pertenceu a uma família de comerciantes de destaque local. Fiel ao seu nome, este museu tem uma enorme coleção de rochas e minerais - até mesmo alguns do espaço exterior, como alguns fragmentos lunares, trazidos para a Terra por sondas automáticas, e um dos maiores meteoritos de ferro do mundo, que caiu nas montanhas Sikhot-Ailin nos anos 40. Se você não se liga em pedras, pode apreciar a pequena seção sobre ferramentas e equipamentos relacionados com a prospecção na região, ou a coleção de fósseis de plantas e animais pré-históricos. Fora do museu há um pequeno número de grandes monólitos de minerais, minérios e rochas.
  • (Музей истории Хабаровска), rua Lenina, 85, +7 (4212) 412 706. Na verdade, o mais novo museu na cidade, inaugurado em 2004. Um pequeno museu, que detalha a história de Khabarovsk desde o seu início até hoje, cobrindo o período pré-revolucionário, a Revolução de Outubro, a guerra civil em Khabarovsk, a cidade durante a Segunda Guerra Mundial, a Perestroika e Khabarovsk moderna. A coleção é composta principalmente de itens de uso diário, fotografias e documentos de doações privadas. estrangeiros 300 rubles.

Outras atrações[editar]

A Catedral da Transfiguração no inverno
  • (Хабаровский дендрарий), rua Volochaevskaya, 71, +7 (4212) 22 34 01. Mai-Out, reserve com antecedência. Fundado em 1896 como um laboratório experimental, foi transformado em um jardim botânico de 12 hectares nos anos trinta. É um lugar agradável para um passeio entre as muitas árvores, arbustos e flores, cerca de 800 tipos diferentes, recolhidos a partir de quase todos os continentes; algumas plantas medicinais exóticas também.
  • (Spaso-Preobrazhensky Cathedral, Преображенский Кафедральный собор), rua Lenina. O cristianismo está vivo e bem na Rússia, como bem evidencia esta igreja de cúpula de ouro a elevar-se acima de Khabarovsk. Concluída somente em 2004, com 83 metros é a 3ª igreja mais alta da Rússia - dentro não é tão impressionante, apenas grande. O mosteiro, ou melhor, o Seminário Teológico, bem próximo a ela, também merece um breve olhar de fora. Oposto, de frente para o Amur, está o memorial de guerra "Вечный огонь" ("a chama eterna"), um tanto kitsch, mas que tem uma bela vista de Amur. A coisa toda denomina-se Ploshchad Slavy ou Praça da Glória.
  • (Парк Динамо), 62 Karla Marksa St (Sul da rua Karla Marksa, norte da Praça Lenina). Um parque bastante atraente, se espalhando mais de 30 hectares, imensamente popular com os habitantes locais em dias ensolarados. As lagoas ao sul são muito populares para brincar e refrescar-se. Há várias estátuas peculiares, feitas de enormes toras de madeira, espalhadas por todo o parque, que pode ser interessante para rastrear em uma caça ao tesouro para adultos. Há também um punhado de diversões, cafés e cervejarias. Do outro lado da rua da entrada oriental, a arena Platinum, onde o time local de hóquei no gelo manda seus jogos da Premier League russa.
  • (Зоопарк имени В. Сысоева), rua Pervomaiskaya 25 (Bem ao norte nos subúrbios, ônibus nº 8 até o final), +7 (4212) 647-556. Daily 10AM-6PM. Aberto somente em 2002, este pequeno zoológico tem cerca de 40 espécies diferentes, a maioria da fauna regional, como ursos e tigres de Ussuri, e o Leopardo do Extremo Oriente. O zoológico tem o nome de um escritor ambientalista local.

Faça[editar]

  • (Хабаровска пляж). a praia, com seu calçadão, logo abaixo da catedral, é muito popular nos dias quentes de verão, embalada com banhistas - é fácil esquecer que você está mais de 300 km do mar. É possível dar um mergulho rápido, mas fique perto de terra que a corrente é forte, não esqueça, há indústrias do velho mundo chinês e russo rio acima. Normalmente encontram-se alguns tobogãs infláveis para crianças.
  • (Хабаровская краевая филармония), rua Shevchenko 7, e-mail: . Se a linguagem da música clássica é mais compreensível para você do que a língua russa, este é um lugar a desfrutar. A Orquestra Filarmônica do Extremo Oriente inteirinha, e mais seus organistas, no centro da cidade, todos para o seu prazer. O grande salão da Filarmônica fica bem ao lado do Museu de Artes, e abre todos os dias.
  • (Детский парк им. Гайдара), rua Lev Tolstoy 2. Um pequeno parque de diversões, em frente ao parque Dynamo, bem maior, ao norte do centro. Principalmente diversões para crianças, com uma pequena montanha-russa inflável, castelos, balanços, etc, e alguns cafés para comer. É mais interessante se você tem filhos, mas há uma galeria de jogos na extremidade norte, com uma pista de boliche, máquinas caça-níqueis e mesas de pebolim para os mais crescidos.
  • (Хабаровский цирк), rua Krasnorechenskaya 120 (Gagarin Park). Performances: Sex 16h; Sab-Dom: 12h & 16h. O Khabarovsk Circus construiu seu novo lar há alguns anos, em um impressionante edifício em Gagarin Park. Normalmente haverá performances de artistas de fora daqui, de toda a Rússia ou mesmo da China, bem como de uma série de animais de circo - incluindo, claro, os ursos. 60 rubles.
  • (Хабаровский краевой музыкальный театр), rua Karla Marksa 64 (Park Dynamo). O teatro mais antigo do Krai de Khabarovsk. Realiza operetas clássicas e modernas, bem como comédias ocasionais, em um prédio enorme e bombástico no parque Dynamo. O hall de assento maciço 900 é também local de concertos da cidade principal.
  • (Театр пантомимы Триада), rua Lenina 27. Fundada nos últimos dias da União Soviética, esta instituição tem sobrevivido ao comunismo, e continua firme e forte depois de 30 anos. O nome vem da palavra grega para trindade, para significar as três finalidades de Pantomima: rir, chorar e excitar, tudo feito através de simples shows de entretenimento, muitas vezes destinados a transmitir uma idéia filosófica mais profunda. Além de espetáculos de pantomima, eles também desempenham atos de palhaços cômicos e teatro tradicional. Os assentos do salão comportam cerca de 90 pessoas.
  • (Платинум Арена). O principal centro de esportes e concertos, a base do time local de hóquei. Hospeda frequentemente estrelas da música russa e ocidental.

Além destes, há também um Teatro Drama e Teatro Infantil, mas a não ser que você fale russo, eles provavelmente não são de muito interesse. No geral, a vida cultural da cidade é bastante vibrante.

Eventos[editar]

  • (Ледовая Фантазия), e-mail: . Concurso anual de escultura de gelo, realizada todo janeiro, desde 2001. Atrai alguns dos escultores do festival muito maior e mais famoso de Harbin. Vale uma olhada se você estiver na cidade.

Compre[editar]

  • (Международный торговый центр Выборгский), rua Vyborgskaya. 9h—19h. Mercado enorme e muito animado, não só com os russos, mas também um exemplo visível da proximidade com a China - muitos comerciantes chineses vendendo todo tipo de produtos importados, por exemplo, aparelhos domésticos, brinquedos, talheres e roupas, tudo de seu país de origem. Há também dois enormes salões internos, vendendo frutas, legumes e carne. Vale bem a pena um passeio, mesmo se você não planeja comprar nada.


  • (ЦУМ - Центральный универмаг г. Хабаровска), rua Muravieva-Amurskaia, 23 (meio caminho entre praça Lenina e catedral). 9AM-8PM. 3 andares de compras high-end em um belo edifício antigo, reformado dois anos atrás, mas na verdade é o mais antigo de negócios na cidade. Moda, eletrônicos, relógios, perfumaria e outras coisas deste tipo. Também tem um caixa eletrônico que opera com cartões de crédito internacionais.
  • (Художественный салон), rua Muravyov-Amursky 15. 10h-19h. Significa "salão de arte", todos os artesanatos russos, cada um mais barato do que o vizinho do lado. Bom lugar para comprar as tradicionais bonecas Matryoshka, uma vez que são de boa qualidade aqui, embora certamente não barato. Também tem uma boa seleção de artigos de joalharia e Khokhloma - um artesanato tradicional da pintura russa de madeira, mas se você está indo para o oeste, você pode querer esperar para Nizhny Novgorod, de onde são originários..
  • (Тайны ремесла), rua Muravyov-Amursky 17. 10AM-7PM. Dentro do velho e impressionante edifício da Duma da cidade, é provavelmente o melhor lugar da cidade para comprar lembranças, mas traga calças com bolsos profundos, porque você vai precisar deles para comprar a maioria do que se vê na loja; obras de arte dos povos indígenas do Extremo Oriente, itens Khokhloma, arte, artesanato, jóias de pedra e âmbar e até mesmo brinquedos.
  • (НК Сити), rua Karl Marx 76. 10h-20h. Um grande supermercado, em lugar privilegiado no centro da cidade, o entroncamento rodoviário; boa quantidade de comida barata, roupas de marca, material eletrônico, um cinema 3D no 5º andar e um par de pequenos restaurantes.

Coma[editar]

A gastronomia local é composta principalmente de restaurantes tradicionais russos, e de diferentes estilos asiáticos. Comida italiana também é comum. Também há uma grande variedade de fast-food nas ruas. Preços a partir de US $ 3 para um bom lanche; US $ 5-10 na cadeia de fast food Golden Bird. Refeições em restaurantes pequenos saem a US $ 10-20. Se o dinheiro não é uma preocupação, você pode jantar com vista do pôr do sol e do rio Amur no Hotel "Inturist" por US $ 50-100.

  • (кафе «Утёс»), rua Shevchenko, 15, +7 (4212) 399 774. O nome significa Penhasco em russo, muito adequado, pois o restaurante está localizado em um prédio art nouveau incomum dos anos quarenta, no topo do penhasco alto dominando o mar, que costumava ser um posto de salva-vidas. Uma grande varanda com vista espetacular para o Amur, sob a qual o restaurante se espalha por dois andares que servem comida japonesa e ocidental. Um pouco caro e a comida deixa algo a desejar, a jantar com uma grande vista é o grande lance aqui. 800-1500 rubles.
  • (Чили), rua Leningradskaya, 23, +7 (4212) 391 919. Carnes, peixes, fajitas, burritos e tacos, regados com tequilas no bar, enquanto assiste a russos de sombreros se fazendo de Mariachis, e meninas com pouca (mas bastante decente) roupa, fazendo danceshow latino. Tudo pode parecer um pouco brega, mas hey, tequilas servem para isso mesmo, beba um pouco e você pode acabar se divertindo. 400-1500 rubles.
  • , rua Turgeneva, 74 (perto da catedral), 420 097. Um restaurante-café stylish, elegante, moderno, com um menu internacional, cappuccino, e wifi gratuito.
  • , rua Muravyov-Amursky, 5. No centro histórico, na verdade não é pub de motociclista, mas um restaurante completo.
  • (Кабачок), rua Zaparina, 84 (em frente à entrada do cinema 'Gigant' no centro), +7(4212) 42-31-84. meio dia a meia noite. Restaurante ucraniano. 700-1000RUB.
  • , rua Pushkina, 52 (na praça Lenina), +7 (4212) 610 233. Diariamente 10h-midnight. Elegante café projetado por um arquiteto de Moscou. Um menu fusion-esque expansivo, mas, na verdade, se saem muito bem na maioria dos pratos. Também funciona se você quer uma bebida, apesar de ser sobre o lado caro. principais 700-2000 rubles.
  • (Русский Ресторан), Blvd Ussuriiski, 9, +7 7 (4212) 306 587. meio dia-1h. Russki significa russo, e isso é exatamente o que você pode esperar; decoração aconchegante, ainda que de gosto duvidoso - estilo Datcha (cabana), completo com um Banya (custos extra); os garçons se vestem com roupas nacionais russas, e uma das quatro salas normalmente tem música folclórica russa ao vivo. Mesmo que não seja sua praia, a comida em si é incriticável: espere clássicos manjares russos saborosos, como blini, pirójki, borscht, ou um bom esturjão fumegante, ou carne servida em pedras quentes. Tudo pode ser regado com chá do samovar. 600-900 rubles.
  • , rua Muravyov-Amurskiy, 18, +7 (4212) 305 837. restaurante italiano, caro mas bom, embora o serviço possa acabar se sentindo um pouco pretensioso aqui no Extremo Oriente.
  • (Теплан Яки), rua Muravyov-Amursky, 11, +7(4212) 32-47-63. meio dia-meia noite. Agradável sushi-bar na rua principal. Teplan. 700-2000RUB.

Fast food[editar]

  • (Пицца Темпо), rua Dikopoltseva 29 (50m da rua Muravyov Amursky). Muito popular com estudantes da faculdade Railway aqui perto.
  • (Столовая Ложка), rua Dikopoltseva, 29 (mesmo endereço acima, porta da direita).
  • , rua Muravyov Amursky, 7 (Trade center 'Lotos', entrada à esquerda). lanchontete estilo McDonald's.

Beba e saia[editar]

Durma[editar]

  • (Гостиница Абриколь), rua Voronezhkaya, 138 (ônibus 6 ou 57 a partir da estação de trem), +7 (4212) 660 000. Cerca de um quilômetro ao norte (oeste) da estação ferroviária nos arredores da cidade , oferece 28 quartos modernos dentro de um grande complexo de entretenimento que inclui também um restaurante, dois bares, bilhar, boliche e uma sauna / piscina. O hotel é de difícil acesso por transporte público, táxi do centro da cidade custos cerca de 250 rublos. 2250-5000 rubles.
  • (Гостиница «Али»), rua Mukhin, 17, +8 (4212) 217 888. É uma escolha chique, com 24 quartos com vista para os lagos da cidade. Tem uma piscina, cassino e centro de fitness. 3500-11000 rubles.
  • (Гостиница «Амур»), rua Lenina, 29, +7 (4212) 221 223. Edifício clássico na rua Lenina, perdeu algum charme do velho mundo quando foi renovado volta em 2005, e os 78 quartos são, na maior parte muito kitsch. 2450-4500 rubles.
  • (Гостиница «Интурист»), Blvd Amursky, 2, +8 (4212) 326 507. 283 quartos divididos em individuais, duplos e triplos, todos têm ar condicionado e televisão por satélite. Grande, bombástico e soviética na aparência, mas pelo menos o serviço tem melhorado muito desde aqueles dias, mas você ainda pode encontrá-lo mais atrasadas em relação aos padrões ocidentais. Aceita os principais cartões de crédito internacionais. 2750-8200 rubles.
  • (Бизнес-Центр Парус), rua Shevchenko, 5, +7 (4212) 327 270. Possivelmente o melhor hotel localizado na cidade, apesar do que há relatos que o barulho da avenida e do rio ás vezes perturba aalguém nos 82 quartos, que são voltados para o rio Amur. Excepcionalmente para a Rússia, os quartos e o hotel, localizado em um prédio de tijolos pré-soviético clássico, são impecáveis. No local bar, spa / sauna, restaurante e salas de conferência. 5200-28500 rubles com suites indo a 16.000 rubles.
  • («Заря» гостиница), rua Vladivostokskaya 16/81, +7 (4212) 327 075. Alguns de 62 quartos costumavam ser fuleiros, mas todos eles foram renovados, então não conte mais com isso. Os quartos são muito bons para a faixa de preço. É um pouco longe do centro, mas não muito longe do Park Dínamo e da estação ferroviária, e há um café internet (requer chave) para os hóspedes. A equipe jovem é adorável e extraordinariamente útil, a antiga equipe age como se você fosse um espião ocidental. 2200-5800 rubles.
  • (Бутик-отель Хабаровск Сити), rua Istomina 64, +7 (4212) 76-76-76. Check-in: 12:00, check-out: 12:00. O Boutique-hotel " Khabarovsk City "está localizado na parte central da cidade, não muito longe do rio Amur. É um edifício moderno, bonito de 2008. Há 44 quartos de várias categorias de pessoas: 69 quartos standard, estúdios e lux. Facilidades do hotel: restaurante-bar "Flores" (cozinha russa e europeia), sala de conferências, lobby bar, bar à noite «O lugar», business center, acesso sem fio, salão de beleza, estacionamento, de reserva e de entrega de ar / trem, táxi serviço, depósito de bagagem, serviço de lavanderia, elevador. 4400-9500 rubles.
  • (Гостиница Афалина), rua Dikopoltseva 80, +7 (4212) 604-706. O Hotel Afalina está localizado perto da estação ferroviária central de Khabarovsk. É um hotel pequeno e agradável com funcionários simpáticos. Hotel, construído em 1994 e renovado em 2008. Há 26 quartos de estilo europeu em diferentes categorias. Cada quarto tem seu próprio projeto. Todos os quartos têm ar condicionado, TV, acesso à internet, telefone, cofre, frigobar, chuveiro. Facilidades: restaurante, bar, sauna, sala de bilhar, estacionamento, serviço de lavanderia, pet-friendly 3600-5400 rubles.

Partir[editar]

Este artigo é usável. Ele contém informações sobre como chegar e algumas indicações completas de restaurantes e hotéis. Uma pessoa mais corajosa poderia utilizá-lo para viajar, mas por favor mergulhe fundo e ajude-o a crescer!