Baixe o arquivo GPX para este artigo
-7.7477777777778-34.825833333333Map mag.png

Itamaracá

Fonte: Wikivoyage
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa


Localização do município no estado do Pernambuco

Itamaracá, em Pernambuco, é uma ilha separada do continente apenas por um canal de cerca de 500 metros de extensão. A ilha fica a menos de 50 quilômetros de Recife.

Está meio fora de moda, já que atualmente a maioria dos veranistas se concentra em Porto de Galinhas. Também não é mais o paraíso de tranquilidade que se conhecia por volta de 1980, quando se dormia de portas e janelas abertas e quase não se falava em roubos ou furtos.

Tem muitos bairros formados predominantemente por casas de veranistas, como Bairro Novo e Praia do Forte.

Chegar[editar]

Pode-se chegar à Itamaracá de ônibus, a partir do Recife, ou de carro, a partir de Recife seguindo para o norte ou a partir de João Pessoa - Paraíba, seguindo para o sul pela BR-101, entrando em Igarassu.

Circule[editar]

Veja[editar]

Forte Orange
  • Lagoa Azul: Lagoa encrava em reserva de mata atlântica, de vegetação exuberante, onde o visitante pode se desfrutar de diversões aquáticas como pedalinho, passeio de caiaque e ainda se aventurar em emocionante descida de tirolesa. Dispõe de bar e lanchonete, com música ao vivo, tudo a preços populares. Ideal para curtir o dia ao lado da família e amigos. Entrada franca.
  • Coroa do Avião: pequena ilha que fica no canal que separa Itamaracá de Paulista. Ponto de parada de aves migratórias. A ilha possui vários bares. Preço acima da média. Pode-se chegar de barco. O preço é negociável para grupos. Com um grupo de dez pessoas e um pouco de negociação, o preço pode cair para a metade.
  • Centro de Preservação do Peixe-Boi: Controlado pelo Ibama. Tem um aquário onde se podem ver os animais. Há o risco de chegar num dia em que o aquário esteja com a água suja, o que dificulta bastante a visibilidade. Não é permitido que se chege perto de alguns dos animais, os que vão voltar para o habitat natural, pois faria com que eles perdessem o medo do ser humano.
  • Forte Orange: forte de pedra, construído na época da dominação holandesa. Uma parte interna do forte é coberta com areia da praia. A estrutura está bem conservada.
  • Praias:
    • Surfe: inexistente.
    • Crianças: praias boas para crianças: rasas e sem ondas.
    • Com a maré cheia são praias regulares. Com a maré seca são bonitas, boas para caminhadas ou banho de mar com a água bem rasa.
    • Mergulho: não é boa para mergulho, pois não tem formações rochosas. É possível ver muitos peixes nos currais, armadilhas de peixes construídas dentro do mar.

Bairros[editar]

  • Pilar: centro. Bairro com alta densidade populacional e onde se concentram muitos serviços: Banco do Brasil, Caixa Econômica, Correios, Farmácias...
  • Jaguaribe: Bairro de moradores. Inicialmente era uma aldeia de pescadores.
  • Bairro Novo: Bairro constituído predominantemente por casas de veranistas. Bastante deserto no inverno.
  • Sossego: praia tranquila, com pouca estrutura. para chegar a partir de Jaguaribe, pega-se um barco ou atravessa-se dentro d'água com a maré seca. Embora seja um pouco perigoso. De carro, tem que ir por uma estrada por dentro da ilha.
  • Praia do Forte: Bairro constituído predominantemente por casas de veranistas. Bastante deserto no inverno. Dependendo do trecho de praia, as casas beira-mar podem er invadido a praia, o que dificulta o banho de mar com a maré cheia.
  • Vila Velha: É o mais antigo da ilha.

Faça[editar]

Compre[editar]

Coma[editar]

Beba e saia[editar]

Durma[editar]

  • Hotel pousada Itamaracá [1]

Partir[editar]

Este artigo está delineado e precisa de mais conteúdo. Ele já segue um modelo adequado mas não contém informações suficientes. Mergulhe fundo e ajude-o a crescer!