Curitiba

Da wiki Wikivoyage
Ir para: navegação, pesquisa


Broom icon.svg
Este artigo ou secção não está de acordo com nosso manual de estilo e precisa ser editado. Por favor mergulhe fundo, dê-lhe um pouco de sua atenção e ajude-o a melhorar!
O Jardim Botânico de Curitiba, um dos pontos turísticos mais visitados da cidade.

Curitiba [1] é a capital do estado do Paraná, no sul do Brasil, segundo estimativa do IBGE, sua população é de 1.851.215 habitantes. Se você está indo de São Paulo ou do Rio de Janeiro a Foz do Iguaçu, vale a pena parar em Curitiba por um dia ou dois.

Entenda[editar]

Fundada no final do século XVII, Curitiba tornou-se uma metrópole exemplar em vários aspectos. Residentes da cidade tem uma preocupação constante com suas muitas áreas verdes e em manter as tradições culturais de imigrantes.

Uma das metrópoles brasileiras mais prósperas e com qualidade de vida, Curitiba pode ser um exemplo em soluções de urbanismo, educação e meio ambiente. Em 2003, ela foi eleita Capital Americana da Cultura em uma iniciativa promovida pela Organização Capital Americana da Cultura.

A cidade tem uma cultura eclética e fortemente influenciada pelos imigrantes de italianos, alemães, poloneses e ucranianos, dos quais descendem a grande maioria da sua população. Esse cenário reflete na arquitetura, diversidade gastronômica e nos costumes locais.

Uma boa opção para conhecer os principais pontos turísticos de Curitiba é passear de ônibus. A Linha Turismo, por exemplo, parte da Praça Tiradentes (Marco Zero) em horários regulares percorrendo parques e locais históricos da cidade.

Terra do leite quente, da vina, do pinhão na brasa, do quentão de vinho, de Paulo Leminski, Potty Lazzarotto e Dalton Trevisan, Curitiba é a capital mais fria do Brasil. Porém, não é a terra de um povo fechado. Curitiba é uma cidade que mistura povos de todas as partes do Paraná e do Brasil formando a sua própria cultura. Visitar Curitiba é conhecer um pouco de vários lugares do mundo. A cidade aprendeu a viver a noite, com seus bares, restaurante e cafés que fazem parte da rotina do curitibano. O movimento de cerveja artesanal no Brasil tem um de seus centros mais fortes em Curitiba, com várias cervejarias artesanais atuando na cidade. Se você gosta de cervejas, não deixe de fazer uma visita guiada a uma das várias cervejarias da cidade como: Bodebrown, Gaudenbier, Benckebier, Swamp, etc.

Chegar[editar]

De avião[editar]

A região de Curitiba tem um aeroporto moderno e funcional, situado na cidade de São José dos Pinhais, distante 18 Km do centro de Curitiba. O Aeroporto Internacional Afonso Pena encontra-se na Av. Rocha Pombo, s/n° no município de São José dos Pinhais, tel. +55 41 3381-1515. Um ônibus executivo [2] faz o trajeto do aeroporto ao centro de Curitiba (e vice-versa). Também é possível pegar o ônibus coletivo, "Ligeirinho" Aeroporto, o qual tem um "tubo" (ponto de ônibus deste modelo de ônibus) na porta do aeroporto. Este é o meio mais barato. Os horários podem ser consultados no site [3]

Há também o Aeroporto Bacacheri, localizado no bairro homônimo, na zona norte de Curitiba, porém, esse aeroporto é de categoria regional, recebendo aviões de pequeno porte e aviação executiva em geral, além de abrigar nos seus arredores as escolas de aviação da cidade, tendo o aeródromo um grande tráfego de aviões de treinamento.

De trem[editar]

A chegada a Curitiba só pode ser feito por ônibus, carro ou avião. Os trens existentes hoje são exclusivos para o transporte de cargas ou turismo ligando Curitiba a Morretes e Paranaguá. O trem atravessa a Serra do Mar até o litoral do estado.

O trem turístico [4] conta com saídas diárias até Morretes e, aos domingos, até Paranaguá. Domingos e Feriados, ainda há a Litorina que vai até Morretes.

De ônibus[editar]

Para chegar em Curitiba de ônibus deve-se tomar a linha responsável pelo trajeto entre a cidade de origem e Curitiba. Provavelmente esta linha terá como ponto final a Rodoferroviária de Curitiba. Existem várias empresas que fazem o itinerário de algum lugar do Brasil à Curitiba: São Paulo (capital) - Itapemirim e Cometa Florianópolis - Catarinense [5] Outras cidades de Santa Catarina - Pluma, Reunidas Rio de Janeiro e Recife - Itapemirim Brasília e Porto Alegre - Princesa do Norte [6] Litoral paranaense - Graciosa Norte paranaense - Princesa dos Campos, Expresso Maringá

De carro[editar]

São Paulo (capital) - pela BR-116 (Rodovia Régis Bittencourt) sentido Sul; Florianópolis - pela BR-101 sentido Norte (Em Santa Catarina BR-101, no Paraná vira BR-376); Porto Alegre - pela BR 116 sentido Norte; Brasília ou cidades da região central do Estado de São Paulo como São José do Rio Preto e Marília, entrando pelo município de Santo Antônio da Platina - pela BR-153 sentido Sul, depois pela BR-376 sentido Sudeste; Mato Grosso do Sul e cidades no Norte paranaense como Maringá e Londrina - pela BR-376 sentido Sudeste; Assuncion e Ciudad del Este (Paraguai), Puerto Iguazú (Argentina, entrando por Foz do Iguaçu) e de cidades do Oeste paranaense como Cascavel e Foz do Iguaçu - pela BR-277 sentido Leste; Litoral paranaense como Paranaguá e Matinhos - pela BR-277 sentido Oeste.

Também há a Estrada da Graciosa ou PR-410 que liga a região de Curitiba a Morretes e Antonina. Ela corta o trecho mais preservado da Mata Atlâtica no Brasil. Devido ao trajeto sinuoso, somente veículos pequenos podem trafegá-la.

Circular[editar]

De ônibus[editar]

Curitiba um dos melhores sistemas de transporte coletivo do Brasil. Conta com cerca de 11 empresas de transporte urbano e 16 empresas de transporte metropolitano. Dentro de Curitiba, todos os terminais da Rede Integrada de Transportes (RIT), possibilitam conexão com os bairros da cidade e da região metropolitana, assim é possivel tomar vários ônibus pagando apenas uma tarifa.

Como Curitiba é uma cidade rica em parques, teatros e outras atrações, foi criada a Linha Turismo, que com apenas uma passagem é possível conhecer os principais pontos turisticos da cidade. Esta linha tem ponto inicial na Praça Tiradentes, mas pode ser tomada em qualquer uma de suas paradas. A linha conta com ônibus normais e com ônibus de dois andares "Double Deck". Ao adquirir a passagem você receberá 5 entradas, a primeira é referente a sua entrada no ônibus, com isso você ficará com 4. Quando você descer no ponto turístico de seu interesse (obs.: o ônibus que você está não espera você visitar o local e segue a rota) e ao retornar para tomar outro ônibus da Linha Turismo, você entra com uma das suas 4 passagens, sendo assim podem haver 4 descidas e embarques. Além da linha especial de turismo a cidade conta com o ônibus InterHospitais. Essa linha facilita o acesso aos principais hospitais da cidade. Caso em sua visita à capital paranaense, seja necessário ir ao médico, é muito fácil com essa linha de ônibus. Ainda há o ônibus executivo que faz o trajeto do Aeroporto Afonso Pena ao centro de Curitiba e vice-versa.

As principais categorias de ônibus que são responsáveis pelo funcionamento do transporte dentro da cidade são: Alimentadores (alaranjado, ligam os terminais entre si ou terminais com os bairros); Interbairros (verde, ligam diversos bairros da cidade sem passar pela região central); Convencionais (amarelo, ligam o centro com os bairros); Radial Integrado (amarelo, convencionais que ligam o centro à alguns terminais); Biarticulados (vermelho e azul, maiores ônibus da cidade, são responsáveis pela circulação em massa nos terminais, param em "Tubos" e tem uma via exclusiva para seu percurso. O biarticulado azul e um novo modelo do vermelho são os maiores ônibus do mundo com 28m); Ligeirinhos (cinza, também ligam a cidade através dos "Tubos", fazem os trajetos em menos tempo que ônibus com paradas normais, daí vem o nome "Ligeirinho"); Circular Centro (branco, menores ônibus da cidade, circulam apenas no centro); Linha Turismo (verde, circula entre os principais pontos turísticos); InterHospitais (branco, circulam pelos principais hospitais da cidade); Aeroporto (cinza, liga o centro de Curitiba ao Aeroporto).

Atualmente o preço da tarifa é de R$ 2,60 para todas as linhas da RIT e aos domingos o valor é de R$ 1,00. Para o Circular Centro R$ 1,60, a linha exclusiva Aeroporto R$ 10,00 e a Linha Turismo R$ 27,00, mas com o direito de descer e embarcar mais 4 vezes.

A página [7] permite que o usuário monte itinerários utilizando os ônibus da cidade. Mais informações também pelo site da URBS: [8]

Mobilidade[editar]

Curitiba também tem problemas com congestionamentos em algumas ruas, mesmo fora de horário de picos, mas de modo geral você consegue se locomover facilmente através de sua grande malha do sistema de transporte coletivo. A tarifa é única e o sistema é integrado. Cerca de 80% da frota tem elevadores para deficientes, bancos especificos para Obsesos. Fique atento as cores dos veículos, são eles que ditam como você pode se deslocar mais facilmente e qual a função deles. Amarelo- ônibus convencionais, articulados ou micro ônibus, fazem percursos radiais, a maioria do Centro para os Bairros. A distância média entre cada ponto é de 150 a 200 metros. Vermelho- são chamados de expressos, trafegam pelas canaletas exclusivas, são veículos biarticalados (3 composições com 2 sanfonas) e fazem embarque/desembarque em estações tubo. A distância entre cada estação é de 500 metros. As linhas são: Centenário/Campo Comprido (Leste-Oeste), Sta.Candida/Capão Raso (Norte-Sul), Boqueirão (parador), Pinheirinho/Rui Barbosa (parador), Circular Sul (Pinheirinho/Portão/Hauer/Boqueirão/Sítio Cercado) Azul- são os chamados ligeirões, veículos biarticalados (3 composições com 2 sanfonas e fazem embarque/desembarque em estações tubo. A distância entre cada estação é de 1 a 1,5km. Opera as linhas: ligeirão Pinheirinho/C.Gomes e Ligeirão Boqueirão. Laranja- são chamados de Alimentadores com ônibus convencionais, articulados ou micro ônibus, partem dos terminais (de onde passam os Expressos vermelhos ou os Ligeirões Azuis) em direção aos bairros ou a outros terminais (não vão em direção ao Centro). Verde- são chamados de Interbairros com ônibus convencionais ou articulados, fazem roteiros circulares, passando pelos terminais mas nunca passando pelo Centro. São 6 linhas de Interbairros. Cinza- são chamados de Ligeirinhos. São ônibus convencionais ou articulados, só fazem paradas em tubo, com portas do lado esquerdo. A distância média entre cada parada varia de 1,5 a 2 km. Linhas Especiais-

  • Circular Centro- micro ônibus branco- circula pelo centro em dois sentidos
  • Inter Hospitais- mciro ônibus branco- circula pela área central e arredores passando pelos principais hospitais
  • Linha Turismo- ônibus verde que passa por pontos turisticos com ônibus tipo jardineira e Double Decker (2 andares)
  • Aeroporto- Micro ônibus Azul, que faz trajeto Aeroporto Centro, passando pelos principais hoteis do centro

Reclamações pelo 156. Horário de ônibus pelo site da Urbs [9]

De carro[editar]

A cidade tem boas ruas, largas avenidas centrais, e boas estradas para a região metropolitana. As placas facilitam a chegada até os pontos turísticos. Um fato ao qual deve se dar bastante atenção é o de existirem muitos radares e agentes da Setran na ruas (agência que regulamenta o trânsito na cidade), portanto deve-se tomar cuidado com as multas. Trafegar pela cidade de carro nos horários de pico não é uma tarefa tão fácil, pois o trânsito fica muito congestionado, principalmente nas avenidas centrais e de ligação aos bairros. Curitiba tem o maior número de carros por habitante do Brasil, com cerca de 1,3 milhões de veículos, sendo que a cada semana (segundo pesquisas feitas em março de 2011) entram em circulação na cidade cerca de 900 carros novos somente em Curitiba, sem contar as cidades da grande Curitiba. No geral, o trânsito flui bem pelo fato de Curitiba ser bem planejada, tendo avenidas troncais de sentido único e os binários, avenidas de duplo sentido e de rápida circulação, onde é possível ir de um ponto a outro da cidade de maneira mais direta.

De trem[editar]

Existe uma linha metropolitana de Metrô, em fase de projeto para atendimento da cidade de Curitiba. Por enquanto, sem previsão de inaguração.

Veja[editar]

Alguns dos principais símbolos e atrações turísticas da cidade são:

Parques e Bosques
  • Bosque Alemão. Inaugurado em 1996 o bosque possui vários equipamentos que celebram e divulgam as tradições alemãs. São 38 mil m² de mata nativa, que faziam parte da antiga chácara da família Schaffer. A réplica de uma antiga igreja de madeira, construída em 1933 no bairro Seminário, com elementos decorativos neogóticos, abriga uma sala de concertos denominada Oratório de Bach. Outras atrações são a trilha de João e Maria, que narra o conto dos irmãos Grimm, uma biblioteca infantil, a Torre dos Filósofos, mirante em madeira que permite vista panorâmica da cidade e da Serra do Mar e a Praça da Poesia Germânica, com a reprodução da fachada da Casa Mila, construção germânica do início do século, originalmente localizada no centro da cidade. As visitas ao bosque ocorrem diariamente das 6h às 20h, a biblioteca que fica no meio da trilha, funciona das 9 às 17h e a Hora do Conto, quando são encenadas histórias infantis ocorre aos sábados, domingos e feriados às 11h, 14h e 16h. Localizada no Jardim Schaffer, mais precisamente na Rua Niccolo Paganini esquina com Franz Schubert - Vista Alegre, tel. (41) 3568-1087
  • Bosque Capão da Imbuia. Doado à Prefeitura de Curitiba, em 1955, pela família Reginato, o Bosque Capão da Imbuia tornou-se uma ótima área de lazer e uma importante referência científica sobre meio ambiente. Pode-se caminhar pelo Bosque tranqüilamente, cercado de natureza, e aprender sobre as relações entre a fauna e a flora. Possui uma área de 36 mil m², onde imbuias, canelas e pinheiros centenários são preservados. O Bosque abriga e se confunde com o Museu de História Natural, onde se desenvolve pesquisas sobre meio ambiente, com exposição interna de dioramas, animais taxidermizados e vegetais desidratados. Na área externa está o “Caminho das Araucárias”, um bosque remanescente de Floresta Araucária, onde uma passarela elevada percorre uma trilha com 400 metros de comprimento, com 12 vitrines e painéis que mostram as inter-relações dos elementos naturais encontrados na Floresta Araucária e também os vários produtos desta formação vegetal, obtidos e utilizados pelo homem. Visitas de terça a domingo, das 9h às 17h30. Localizada na Rua Professor Benedito Conceição, 407 / Rua Prof. Nivaldo Braga, 1225 - Capão da Imbuia, tel. Adm.:(41) 3313-5480, Museu: (41) 3313-5582
  • Bosque do Papa. Abriga uma reserva com mais de trezentas araucárias na área central da capital paranaense. O bosque foi criado em homenagem a visita do Papa João Paulo II à cidade em 1980 e sedia o Memorial da Imigração Polonesa. No centro do Bosque há sete casas originais que ilustram a arquitetura dos imigrantes poloneses de Curitiba, feitas de madeira encaixada, sendo que uma delas estava no local da celebração realizado pelo papa. A visitação ao Bosque pode ser feita diariamente, das 6 às 20h, já ao Memorial, nas segundas das 13h30 às 18h e de terça à domingo, das 9 às 18h. Fica na Rua Wellington Oliveira Vianna, s/n° - Centro Cívico, tel. (41) 3313-7194 / 3352-9040
  • Bosque de Portugal. Homenagem aos laços luso-brasileiros, este espaço destaca-se por uma trilha,acompanhando um pequeno riacho, na qual encontram-se, estampados em azulejos, trechos de poetas ilustres da língua portuguesa, além de uma homenagem aos grandes navegantes lusitanos e às suas descobertas. Pode ser visita diariamente na Rua Ozório Duque Estrada, s/n° - Jardim Social.
  • Bosque Gutierrez
  • Jardim Botânico de Curitiba. Localiza-se na rua Ostoja Roguski (Primeira Perimetral dos Bairros) - Bairro Jardim Botânico. O jardim contém inúmeros exemplares vegetais do Brasil e de outros países, espalhados por alamedas e estufas de ferro e vidro, a principal delas inspirada no Palácio de Cristal de Londres.
  • Parque Barigüi. Um dos maiores parques da cidade. Diversas espécies de animais vivem livres no parque, como aves, capivaras e pequenos roedores. Um rebanho de carneiros também pode ser visto diariamente nos gramados, sob os cuidados de funcionários. O parque possui ciclovias, equipamentos de ginástica, trilha para caminhada e áreas de lazer - ótimo ambiente para passear com a família. Há também um heliponto para turismo e pouso de emergência. Localização: Entre a Av. Manoel Ribas e a BR-277, acessos: BR-277 e Av. Cândido Hartmann.
  • Parque Bacacheri. Localizado na zona norte, o parque conta com pistas de caminhada e ciclismo, playground infantil, academia ao ar livre, um lago com peixes e algumas aves que divertem as crianças, além de uma imensa área verde, com trilhas em meio a mata nativa da região, onde pode-se ver os exemplares da araucária, árvore símbolo do estado do Paraná.
  • Parque Iguaçu (Parque Nautico). Localizado no bairro Boqueirão (zona sul), próximo a divisa com São José dos Pinhais, o Parque Iguaçu é maior da Cidade. Foi criado em 1982 com o objetivo de preservar as riquezas ecológicas do local. É cortado pelo Rio Iguaçu e através dele é possível ter acesso ao Zoológico Municipal. O parque conta com infra-estrutura para receber as famílias que buscam um dia de lazer. O Parque Iguaçu possui: churrasqueiras, quiosques, lanchonetes, campos para práticas esportivas, pistas para corridas, e muito mais.
  • Parque Passaúna. O Parque Municipal do Passaúna é um dos mais belos parques de Curitiba. Inaugurado em 1991, com 6,5 milhões m² de área. Cerca de metade dessa área é tomada pelo lago da represa da Estação de Abastecimento de Água do Passaúna, que abastece parte da cidade de Curitiba. A construção da represa inundou as instalações de antigas olarias, cujas chaminés ainda podem ser vistas no Parque. Possui uma fauna rica com mais de 200 espécies de animais. Garças, mergulhões, canários, biguás, capivaras, tatus, jaçanãs, saracurase e mesmo jaguatiricas podem ser observadas. O parque fica no oeste da cidade, distante 15Km do centro. O trajeto mais bonito é feito pela Rua Eduardo Sprada. Até alguns anos atrás, a região tinha um aspecto de zona rural com muitas chácaras, haras e lembranças da época das colônias de imigrantes. Porém, com a expansão imobiliária, muitas áreas verdes remanescentes estão sendo tomadas por condomínios residenciais de luxo. Nas margens do lago, há pousadas. Para mais informações, acesse [10].
  • Parque São Lourenço
  • Parque Tanguá. Localiza-se na zona norte da cidade, nos bairros Pilarzinho e Taboão. Ocupa uma área de 235 mil m², e garante a preservação da bacia norte do rio Barigüi, bem próximo à sua nascente. Possui dois lagos e um túnel artificial, pelo qual os visitantes podem passar de barco. É dotado ainda de ancoradouro, ciclovia, pista de corrida, lanchonete e dois estacionamentos para carros (na área inferior e superior). Na área superior localiza-se o Jardim Poty Lazzarotto.
  • Parque Tingüi. Está localizado na zona norte da cidade, no bairro São João. Possui lagos, pontes de madeira cobertas, parque infantil, ciclovia e bastante área verde. Logo na entrada do parque existe um portal para a entrada de carros e uma estátua do Cacique Tindiqüera esculpida em bronze, líder da tribo tingüi, homenagem aos indígenas que habitavam a região. Em seu interior existe o Memorial Ucraniano e a Praça Brasil 500 Anos.
  • Passeio Público (Curitiba)|Passeio Público. Parque mais antigo da cidade. Está localizado na confluência das ruas Carlos Cavalcanti, Presidente Faria, João Gualberto e Luiz Leão, em pleno centro da cidade. Trata-se de um dos mais importantes símbolos da capital paranaense e uma grande área verde em plena área urbana. Seus dois portais, projetados pelo arquiteto Frederico Kirchgässner, são réplicas dos portões do Cemitério dos Cães, de Paris.
  • Universidade Livre do Meio Ambiente. Situa-se no bairro Pilarzinho, no local onde existiu, na década de 1940, uma das maiores pedreiras da cidade, e onde hoje se encontra o Bosque Zaninelli. O prédio de 874 m² foi edificado com toras de eucalipto. Uma rampa em forma de espiral, com vinte e dois metros de extensão, liga as salas principais do prédio ao jardim que fica em um nível mais baixo, proporcionando uma bela vista de parte dos trinta e sete mil metros quadrados de mata nativa do Bosque Zaninelli. Horário de visitação: diariamente, das 8h às 19h.
  • Zoológico de Curitiba. Ocupa uma área de 530 mil m² e possui exemplares da fauna de todas as partes do mundo. São leões, tigres, chimpanzés, hipopótamos, girafas, zebras, camelos, grous, ariranhas e dezenas de outras espécies, num total de 1800 animais.

Logradouros[editar]

  • Praça Tiradentes. É mais antiga praça da cidade, com 9026 m², sendo o lugar onde oficialmente a cidade nasceu.
  • Praça 19 de Dezembro
  • Praça do Japão
  • Praça da Ucrania
  • Rua XV de Novembro. Construída nos anos 70 como o primeiro calçadão de pedestres do Brasil. Também conhecida como Rua das Flores.

Cultura[editar]

  • Biblioteca Pública do Paraná
  • Ópera de Arame
  • Teatro Guaíra (Rua XV de Novembro, 971 - Centro). Reconstruído em 1954 em estilo modernista, abriga três auditórios. É sede da Orquestra Sinfônica do Paraná e da Escola de Dança.
  • Teatro Paiol
  • Teatro Reikrauss

Arquitetura[editar]

  • Palácio Avenida
  • Palácio Iguaçu
  • Universidade Federal do Paraná
  • Paço da Liberdade - SESC Curitiba

Monumentos e memoriais[editar]

  • Fonte de Jerusalém
  • Memorial Ucraniano
  • Memorial Árabe

Igrejas e templos[editar]

  • Catedral Basílica Menor de Nossa Senhora da Luz
  • Igreja da Ordem
  • Ruínas de São Francisco
  • Templo das Musas
  • Catedral da Fé (Igreja Universal do Reino de Deus)
  • Igreja Adventista do Sétimo Dia - Templo Central

Museus[editar]

  • Museu Alfredo Andersen
  • Museu de História Natural Capão da Imbuia - O Museu desenvolve pesquisas em zoologia, principalmente voltadas para espécies em extinção. Trabalha-se, também, no cadastro dos elementos do ecossistema urbano, em Curitiba. Possui um setor expositivo, para o público em geral, que inclui o Caminho das Araucárias, na área externa, e exposições que enfocam o ecossistema brasileiro, na área interna. Mostra exemplares empalhados de animais, como onça, ema e tamanduá. (Fonte: http://www.curitiba-parana.net/parques/capao-imbuia.htm)
  • Museu Oscar Niemeyer
  • Museu Paranaense
  • Museu do Expedicionário

Outros[editar]

  • Feira do Largo da Ordem
  • Mercado Central da Praça Rui Barbosa - é um mercadão popular de pequenos quiosques que vendem produtos artesanais muito baratos. Localizado na Rua da Cidadania Matriz, no centro de Curitiba, este mercado foi criado pela Prefeitura na década de 90 para alojar dezenas de camelôs que empilhavam a Praça Rui Barbosa. A idéia deu muito certo e hoje este mercado é uma referência de produtos populares baratos. Há vários quiosques que vendem lembranças (souvenirs; recuerdos; ricordos) para turistas a preços módicos.
  • Mercado Municipal - oferece grande variedade de produtos e serviços: frutas, verduras, condimentos, grãos, cereais, frios, carnes, peixes, bebidas, charutos, restaurantes e lojas de presentes e utilidades em geral. Ao contrário do Mercado Central, neste os produtos são menos artesanais e as lojas maiores e mais sofisticadas. O diferencial deste Mercado com o de outras grandes cidades: iluminação, limpeza e organização.
  • Mercadoteca (R. Paulo Gorski, 1309 - Mossunguê) - tem uma proposta refinada e oferece pães, doces, peixes frescos e vinhos em 18 boxes.
  • Reservatório do Alto São Francisco
  • Rua 24 Horas (Fechada para reforma)
  • Rua da Cidadania
  • Santa Felicidade
  • Torre da Telepar
  • Autódromo Internacional de Curitiba
  • Estádio Joaquim Americo (Arena da Baixada) - Sede da COPA 2014
  • Kibaria Ozeias - o ator da M&G tem sua própria kibaria em Curitiba e atrai pessoas de todos os tipos

Faça[editar]

Feira do Largo da Ordem- Faça compras na feirinha do Largo da Ordem', que acontece todos os domingos pela manhã, é só perguntar que todos os curitibanos conhecem, fica bem no centro da cidade. Na feirinha você encontra esculturas, pinturas, comidas típicas, exposição de carros antigos, muitos trabalhos artesanais, para dizer a verdade, com tempo bom e um sol ajudando, é muito divertido e proveitoso. Para ter uma idéia melhor aqui vai um blog sobre a feirinha. Ela começa lá pelas 09h e termina em torno das 14h. Só um detalhe, de feirinha ela não tem nada, a feira é gigante e ocupa algumas quadras e praças.

  • Você pode conhecer Curitiba usando uma bicicleta. A rede de ciclovias da cidade integra também os vários pontos turísticos da cidade. Você pode alugar uma no Passeio Público, um parque que fica entre o Centro Cívico e o centro da cidade.

Linha Turismo - Existe ainda a Linha Turismo, uma linha de ônibus especial que circula nos principais pontos turísticos de Curitiba. Com ela, é possível conhecer os parques, praças e atrações da cidade. Considerada uma das melhores do país, a Linha circula a cada 30 minutos, percorrendo aproximadamente 44 km em cerca de duas horas e meia. O roteiro começa na Praça Tiradentes mas é possível iniciar o trajeto em qualquer um dos pontos. Para embarcar você compra uma cartela com 5 tíquetes e tem direito a um embarque e 4 reembarques. Os veículos são equipados com sistema de som para fornecer informações gravadas sobre os locais visitados em três idiomas – português, inglês e espanhol. Em períodos normais (não de férias) os ônibus circulam de terça a domingo, das 09h às 17h30. No período de férias de verão (janeiro até o Carnaval)e de inverno (julho), há ônibus extras e o intervalo entre os veículos é de 15 em 15 minutos, sendo que funcionam de segunda a segunda das 09:00 às 17:30. Há 3 modelos de ônibus que fazem a linha Turismo: Double Decker com capota, Double Decker sem capota e jardineira (carro baixo).Fiquem atentos nos horários de recolhimento após as 17h30, em todos os veículos há uma placa no vidro direito frontal (ao lado da porta da frente), que diz o horário de recolhimento na Praça Tiradentes. Não adianta reclamar, pois o veículo não ultrapassa o horário de recolhimento (sempre após as 17h30)- reclamações e/ou informações pelo tel. 156 ou pelo site da Urbs [11]

Linha Natal- No mês de Dezembro há uma linha especial, que circula por alguns pontos da cidade, onde há decoração natalina interessante. O passeio dura em média uma hora, sem direito a desembarque e sempre funciona a noite (das 19h/21h) partindo da Pça. Tirandentes - mesmo lugar de onde parte a Linha Turismo.

Batel Soho Evento cultural que acontece todos os sábados, com diversas atrações o dia todo, desde ioga até exposição de carros antigos. Fica na praça da Espanha no Batel

Eventos[editar]

Psyco Carnival - Festival tradicional de rock, que ocorre durante o Carnaval. As atrações, nacionais e internacionais são todas ligadas ao estilo de rockbilly.

Zoombie Walk - Parada Zumbi ocorre sempre no Carnaval, onde qualquer pessoa se veste, maquia e se comporta como um zumbi, a Parada começa na Pça. Osório, anda pela XV de Novembro (rua das flores) e depois se direciona ao Largo da Ordem e Cemitério Municipal.

Festival de Curitiba (Festival de Teatro de Curitiba) no mês de março [12]

Ver eventos em Fundação Cultural de Curitiba [13]

Natal em Curitiba - Há muitos eventos no Natal Curitiba, alguns destaques são:

  • Natal do HSBC- Coro infantil que canta nas janelas do prédio histórico, ocorre sempre no mês de Dezembro
  • Natal no Paço- Diversos shows ocorrem no antigo prédio da Prefeitura, na Praça Generoso Marques
  • Auto de Natal- Peças Natalinas encenadas num palco montado defronte a Universidade Federal do Paraná, na praça Santos Andrade
  • Linha Natal- linha turística que percorre os principais locais com iluminação e/ou decoração natalina
  • Galeria de Luz - Decoração efetuada na Rua XV de Novembro

Atividades[editar]

Uma boa dica é fazer um passeio de trem para o litoral do Paraná. O trem percorre cerca de 110Km cortando a serra do mar (mata atlântica), sob uma das estradas de ferro mais antigas do Brasil. Sua construção é considerada uma maravilha da engenharia, dadas as dificuldades da obra e as condições tecnológicas da época (séc XIX). Veja a previsão do tempo antes. Se o tempo não estiver aberto, não dá para ver nada durante o passeio. Não deixe de conhecer também, a Ilha do Mel. Para mais informações: http://serraverdeexpress.com.br/ [14]


Compre[editar]

  • Lembranças nas "Lojas Leve Curitiba". Há no Teatro da Ópera de Arame, no Jardim Botânico, no Aeroporto, na Rua 24 Horas, no Parque Tanguá, e está em quase todos os eventos nacionais e internacionais que acontecem em Curitiba.
  • Mercado Central da Pç. Rui Barbosa
  • Mercado Municipal - Localizado em frente à Rodoviária. Ocupa uma quadra inteira. A estrutura do Mercado Municipal não é tão imponente quanto outros mercados (São Paulo por exemplo), mas possui uma boa infraestrutura, inclusive com uma ala exclusiva para produtos Orgânicos, Duas praças de alimentação, área de especiárias e de verduras e legumes. Encontra-se hoje (2012) em processo de ampliação do espaço.
  • Artesanato local e antigüidades são encontrados na Feira do Largo da Ordem, que acontece todos os domingos, das 08h até as 14h.É um dos poucos lugares onde estão à venda os lápis ecológicos NovaFlora, criados pelo artesão Orlando Pereira de Sousa (veja matéria "A Arte Ecologica do Paraná"). A feira acontece no centro histórico da cidade.
  • A cidade é bem servida por centros de compras (shoppings), que oferecem opções de lojas, alimentação e cinemas; a maioria deles abre aos domingos. Os principais shoppings são: Müeller[15], Estação [16], Curitiba [17], Crystal [18] , Park Barigüi [19]. e Shopping Palladium [http://www.shoppingpalladium.com.br, Shopping Total, 'Shopping Cidade, Shopping Agua Verde, Shopping Novo Batel, Omar Shopping, Shopping Italia, Poloshop Alto da XV e Champagnat. Para 2013/2014 estão previstos a inauguração de pelo menos mais 3 shoppings de grande porte.
  • Os bairros Batel e Champagnat (Bigorrilho) contam com comércio de rua atrativo e em expansão. Destaque para as ruas Comendador Araújo e o entorno da Praça da Espanha.
  • Praça da Espanha. Dás 10h às 16h. Na Praça da Espanha aos sábados acontece a feira de antiguidades e o encontro de carros antigos. Eventos que atraem grande publico, somando-se aos excelentes restaurantes do entorno.

Coma[editar]

Econômico[editar]

  • Costelão do Gaúcho, a mais tradicional costela de Curitiba. O restaurante está localizado no bairro Hauer, com fácil acesso através do transporte público.
  • Don Piatto, Shopping Crystal, Shopping Curitiba e Jardim das Américas, tel. +55 41 3233-4924.
  • Everest Inn, culinária do Nepal. Galeria General Osório, 333 - loja 27.
  • Madalosso, comida italiana em sistema de rodízio, no turístico bairro de Santa Felicidade.
  • New York Café, cardápio (cafés, sanduíches, cookies) e decoração inspirados na cidade americana. Rua XV de Novembro, 2916 - Alto da Rua Quinze.
  • Palácio da Glória, comida brasileira e chinesa na região do Centro Cívico, próximo ao Shopping Mueller.

Médio[editar]

  • Beto Batata, Batata Suíça.
  • Café Toatro, Batata Suíça.
  • Guantanamera, comida cubana.
  • Sheridan's Irish Pub, pub irlandês com pratos e bebidas típicos.
  • Taco El Pancho, comida mexicana.
  • 5th Ave Manhattan Lounge - Rua Angelo Sampaio 1785, Batel, tel. +55 41 3082-2464 [20]. Reservas: [21]

Esbanje[editar]

  • Devon's, Churrascaria na região central da Cidade.
  • Jardins, Churrascaria na região central da Cidade.
  • Batel Grill, Restaurante no bairro Batel.
  • Dom Gabriel, Churrascaria no bairro Batel.
  • Boulevard, Cozinha francesa comandada pelo Chef Celso Freire.
  • Amicci Restaurante, Antepastos + Saladas + Massas e Carnes no Alto da XV. [22]
  • Madalosso, Cozinha variada e temática, com vários ambientes, pode receber vários eventos ao mesmo tempo. Conta com uma área de 7.671 m².

Beba e saia[editar]

  • Schwarzwald (Bar do Alemão), Rua Claudino dos Santos, 63 - São Francisco, tel. +55 41 223-2585.
  • Flor da Favela, Rua Buenos Aires, 80 - Batel, tel. +55 41 3232-5380.
  • James Bar, Rua Vicente Machado, 894 - Centro, tel. +55 41 3222-1426.
  • Casa di Bel, Alameda Dom Pedro II, 602 - Batel, tel. +55 41 3243-5002.
  • Woods Bar [23], Rua General Mário Tourinho, 387 - Campina do Siqueira, tel +55 41 3087-9050.
  • Shed Bar [24], Rua Bispo Dom José, 2258 - Batel, tel. +55 41 3079-6151
  • Txapela [25], Rua Bispo Dom José, 2481 - Batel, tel. +55 41 3154 2089
  • 5th Ave Manhattan Lounge- Rua Angelo Sampaio 1785, Batel, tel. +55 41 3082-2464 [26]
  • New York Lounge-Bar. Aberto 7 dias da semana (9h30 às 3h), inclusive feriados nacionais. [27]

Durma[editar]

Econômico[editar]

  • Caravelle Palace Hotel, R. Cruz Machado, 282 - Centro, tel. +55 41 3322-5757, [28].
  • Roma Hostel, Rua Barão do Rio Branco, 805 - Centro, tel. +55 41 3224-2117, [29].
  • Formule 1, Rua Mariano Torres, 927 - Centro, tel. +55 41 3218-3838, [30].
  • Ibis Batel, Rua Comendador Araújo, 730 - Batel, tel. +55 41 2102-2000, [31].
  • Ibis Centro Cívico, Rua Mateus Leme, 358 - Centro Cívico, tel. +55 41 3324-0469, [32].
  • Hotel Deville Express Curitiba - Conforto e praticidade bem no centro da cidade - R. Amintas de Barros, 73 - centro (em frente ao Teatro Guaíra, tel. +55 41 3322-8558 / +55 0800 703-1866 [33]
  • Hotel Centro Europeu Estação, Rua João Negrão, 780 - Centro, tel. +55 41 3322-7732, [34].

Médio[editar]

  • Alta Regia
  • San Juan - Centro Cívico
  • Hotel Nikko, Rua Barão do Rio Branco, 546 - Centro, tel. +55 41 2105-1808.
  • Hotel Confiance, Rua Buenos Aires, 316 - Batel, tel. +55 41 3223 6962, [35]

Esbanje[editar]

  • Mercure Apartments Curitiba Golden, Rua Des. Motta 2044, Batel, tel. +55 41 3322-7666
  • Pestana Curitiba Hotel, Rua Comendador Araújo 499 - Batel, Curitiba (PR) tel. +55 41 3017-9900 fax: +55 41 3017-9901, .

Mantenha contato[editar]

O código de área (DDD) de Curitiba é 41.

Internet

Segurança[editar]

Como qualquer outra cidade brasileira, Curitiba também tem problemas de segurança pública. Mas ainda é possível andar tranquilamente pelas ruas centrais, andar de carro com os vidros abertos. Há bastante policiais e guardas municipais fazendo ronda pelas ruas.

Saúde[editar]

Hospital São Vicente - Avenida Vicente Machado, 401, Bairro: Centro, tel.+ 55 41 3111-3000, http://www.funef.com.br/

Hospital Pilar - Rua Desembargador Hugo Simas, 295, Bairro: Bom Retiro, tel.+ 55 41 3076-3064, http://www.hospitalpilar.com.br/

Hospital Universitário Cajuru - Avenida São José, 300, Bairro: Cristo Rei, tel.+ 55 41 3271-3000, http://www.hospitalcajuru.org.br/

Hospital Cruz Vermelha - Avenida Vicente Machado, 1310, Bairro: Batel, tel.+ 55 41 3016-6622, http://www.cruzvermelhapr.com.br/

Hospital das Clinicas - Rua General Carneiro, 181, Bairro: Alto da Glória, tel.+ 55 41 3360-1800, http://www.hc.ufpr.br/

Hospital do Trabalhador - Avenida República Argentina, 4406, Bairro: Novo Mundo, + 55 41 3212-5700, http://www.hospitaldotrabalhador.saude.pr.gov.br/

Hospital Santa Casa da Misericórdia - Praça Rui Barbosa, 694, Bairro: Centro, tel.+ 55 41 3320-3500

Hospital Santa Cruz - Avenida do Batel, 1889, Bairro: Batel, tel.+ 55 41 3312-3000, http://www.hospitalsantacruz.com/

Hospital Infantil Pequeno Príncipe - Rua Desembargador Motta, 1070, Bairro: Batel, tel.+ 55 41 3310-1010, http://www.hpp.org.br/

Hospital Marcelino Champagnat - Avenida Presidente Affonso Camargo, 1399, Bairro: Cristo Rei, tel.+ 55 41 3087-7600, http://www.hospitalmarcelino.com.br/

Hospital Erasto Gaertner - Rua Doutor Ovande do Amaral, 201, Bairro: Jardim América, + 55 41 3361-5000, http://www.erastogaertner.com.br/

Hospital Vita Curitiba - Rodovia BR 116, 4021 (Km 396), Bairro Alto, tel.+ 55 41 3315-1935, http://grupovita.com.br/

Hospital Espírita de Psiquiatria Bom Retiro - Rua Nilo Peçanha, 1552, Bairro: Bom Retiro, tel.+ 55 41 3200-1900, http://www.hospitalbomretiro.com.br/home.php

Cotidiano[editar]

Para entender um pouco mais da cidade e de seus habitantes, nada melhor que viver como se fosse um deles.

Para isto, procure fazer passeios a pé pela região central da cidade, em especial pelo calçadão da Rua XV, praças Osório e Santos Andrade, e rua Comendador Araújo. Tomar um café na Boca Maldita é programa tradicional do curitibano, e a região é envolta por edifícios e monumentos históricos não apenas para a cidade, como também para o Estado do Paraná.

Fique atento também às feiras gastronômicas que são realizadas nos bairros. Cada dia da semana um bairro da cidade recebe feiras com tendas e barraquinhas que vendem de comida japonesa à comida baiana, passando por pratos típicos de imigrantes poloneses. As feiras estão sempre cheias e são programa típico da população.

Há também as feiras livres, que também são realizadas cada dia da semana em um local.

Assistir a jogos de futebol entre os times locais, em especial o clássico Atletiba, também é uma pedida interessante.

Partir[editar]


Este artigo está delineado e precisa de mais conteúdo. Ele já segue um modelo adequado mas não contém informações suficientes. Mergulhe fundo e ajude-o a crescer!
-25.429722222222; -49.271944444444Internet-web-browser.svg