41.323719.8203Map mag.png

Albânia

Fonte: Wikivoyage
Europa > Bálcãs > Albânia
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
noframe
Bandeira
Informações básicas

A Albânia (albanês: Shqipëria) é um país dos Balcãs com praias intocadas, paisagens montanhosas, cozinha tradicional, artefatos arqueológicos, tradições únicas, preços baixos e a atmosfera selvagem do campo. É um dos países mais ensolarados da Europa. O país possui um extenso patrimônio arqueológico; fez parte da Grécia Antiga, do Império Romano e do Império Otomano até sua primeira declaração de independência em 1912, tornando-se um reino e depois uma ditadura comunista antes de se tornar uma república democrática. A Albânia é uma das poucas nações de maioria muçulmana na Europa.

Regiões[editar]

Mapa da Albânia dividida por regiões
Região Costeira
longa faixa costeira de 10 a 30 km de largura ao longo de toda costa albanesa, banhada pelos mares Adriático e Jônico.
Nordeste
região do interior ao norte do rio Shkumbin, fazendo fronteira com Montenegro, Kosovo e Macedônia do Norte.
Sudeste
região do interior ao sul do rio Shkumbin, fazendo fronteira com a Grécia e a Macedônia do Norte, incluindo os lagos fronteiriços Ohrid e Prespa.


Cidades[editar]

Shkodra (albanês: Shkodër), localizado no noroeste da Albânia
  • 1 Tirana (Tiranë) — a capital. Árvores e montanhas cercam a cidade.
  • 2 Durrës - segunda maior cidade e maior porto da Albânia, com ruínas históricas, instituições culturais e praias atuais
  • 3 Berat — considerada uma das cidades mais antigas da Albânia, é um novo membro da lista de patrimônio mundial da UNESCO. Berat é conhecida há muito tempo como a "cidade das 1001 janelas" devido à sua arquitetura otomana/albanesa única. Possui um castelo bem preservado com residentes ainda vivendo dentro de suas muralhas protetoras.
  • 4 Fier — cidade animada à beira-mar e apenas a cerca de 8 km (5 milhas) das ruínas da antiga cidade ilíria de Apolônia.
  • 5 Gjirokastër — outra cidade da UNESCO, localizada no sul, é conhecida por sua arquitetura única do período otomano. Há um grande castelo na colina no meio da cidade que serviu de prisão por muitas gerações. Um Museu Militar e Galeria de Arte agora estão localizados dentro. Gjirokastër é também o local de nascimento do ex-líder comunista Enver Hoxha, bem como do autor mais famoso internacionalmente da Albânia, Ismail Kadare. Suas casas agora servem como museus.
  • 6 Korçë (Korça) — localizada no sudeste da Albânia, a vários quilômetros da fronteira com a Grécia, esta cidade é cheia de vida durante o verão. Você pode caminhar até o topo da bela montanha da Morávia e ver a cidade e a paisagem ao redor. Não perca a Cervejaria Korça (famosa em toda a Albânia), que patrocina um Festival da Cerveja de uma semana todo mês de agosto!
  • 7 Kruje (Krujë) — antiga cidade do herói nacional Skanderbeg. Consiste em belas montanhas; O castelo de Skanderbeg é agora um museu. Kruje também contém um bazar de estilo antigo com lojas que vendem produtos tradicionais em meio a ruas de paralelepípedos. Kruje é conhecido por seu artesanato de tapetes.
  • 8 Shkodra — a maior cidade do norte da Albânia. Shkodra é considerada a capital da cultura albanesa. Em Shkodra está localizado o teatro "Migjeni", o primeiro na Albânia e onde também foi realizada a primeira partida de futebol e a primeira fotografia foi revelada (por Marubi). O Castelo Rozafa é uma grande atração turística aqui, mas também "A Grande Catedral", "A mesquita Ebu Beker", etc.
  • 9 Vlorë — cidade litorânea animada, belas praias ao sul da cidade. As balsas de passageiros de e para a Itália atracam aqui.

Entenda[editar]

Embora a maioria das pessoas na Albânia seja de origem muçulmana (55-65%), segundo as pesquisas, cerca de 35% dos albaneses são agnósticos, 22% são ateus, 19% são muçulmanos, 15% são ortodoxos, 8% são católicos e 1% são de outras religiões. Casamentos mistos são muito comuns e em alguns lugares.

A cultura tradicional albanesa homenageia o papel e a pessoa do convidado. Em troca, o respeito é esperado do visitante. Os albaneses curtem as longas caminhadas pelas ruas da cidade, o café e, entre as gerações mais jovens, as atividades noturnas, como sair e dançar.

A Albânia é um país pobre para os padrões europeus.

História[editar]

As paredes do castelo em Krujë, Albânia

Após a derrota das potências do Eixo, no final da Segunda Guerra Mundial, um governo totalitário comunista foi estabelecido, presidido pelo líder da resistência Enver Hoxha. A Albânia tornou-se famosa por seu isolamento, não apenas das democracias da Europa Ocidental, mas também da União Soviética, China e Iugoslávia. Mesmo quando a Cortina de Ferro caiu e os comunistas perderam o poder em todo o Leste da Europa, a Albânia parecia ter a intenção de manter seu rumo isolada.

Mas em 1992, vários anos após a morte de Hoxha, o partido comunista finalmente deixou o poder e a Albânia estabeleceu uma democracia multipartidária com um governo de coalizão. A transição tem sido difícil, de modo que governos corruptos têm tentado lidar com o desemprego alto, uma infra-estrutura dilapidada, o banditismo generalizado e uma oposicão política ferrenha. Alguns progressos têm sido feitos na Albânia hoje em dia, tendo como meta a integração europeia. Em junho de 2006, a Albânia assinou o Processo de Estabilização e Associação com a União Europeia, completando assim o primeiro passo importante no sentido de sua adesão ao bloco. Em 2008, a Albânia recebeu um convite para aderir à OTAN.

Clima[editar]

Com a sua costa de frente para os mares Adriático e Jônico e uma vasta região montanhosa sobre os Balcãs, o país inteiro se localiza numa latitude sujeita a uma grande variedade de padrões climáticos durante o inverno e o verão, com um elevado número de regiões climáticas para área tão pequena. As planícies costeiras têm clima tipicamente mediterrâneo e as terras altas têm um clima continental mediterrâneo. Em ambos – planícies e o interior –, o clima varia consideravelmente de norte a sul.

As planícies têm invernos amenos, com uma média de cerca de 7°C . Temperaturas médias no verão são de 24°C. Nas planícies do sul, as temperaturas médias são cerca de 5°C mais elevadas que no norte durante todo o ano.

No interior, as temperaturas são mais afetadas pelas diferenças na elevação do que pela latitude ou qualquer outro fator. As baixas temperaturas do inverno nas montanhas são causadas ​​pela massa de ar continental que domina a Europa Oriental e os Bálcãs. Ventos do norte e nordeste atingem a região na maior parte do tempo. As temperaturas médias no verão são bem mais baixas do que nas áreas costeiras e muito menor em altitudes mais elevadas, com grande variação num único dia. Durante o dia, as temperaturas máximas nas bacias interiores e vales fluviais são muito elevadas, mas as noites são quase sempre geladas.

A precipitação média é forte, resultado da convergência do fluxo de ar que predomina entre o Mar Mediterrâneo e da massa de ar continental. Geralmente chove mais onde o terreno se eleva, no planalto central. Correntes verticais formadas pela elevação do ar mediterrâneo são também a causa de trovoadas frequentes. Muitas destas tempestades são acompanhadas por fortes rajadas de ventos e chuvas torrenciais.

Fale[editar]

  • O albanês é a língua oficial.
  • O italiano é frequentemente visto como a segunda língua devido a várias ocupações italianas, sendo a mais famosa durante a Segunda Guerra Mundial.
  • O inglês é compreendido em Tirana e, em menor grau, nas cidades turísticas frequentadas.
  • O grego pode ser encontrado nas áreas mais ao sul do país. A Albânia tem muitos imigrantes na Grécia, dos quais cerca de 200.000 pessoas retornaram e agora vivem na Albânia. A Albânia também abriga uma minoria étnica grega.
  • O macedônio também é ocasionalmente compreendido em áreas próximas da Macedônia.

De um país de 3 milhões, houve cerca de 1,2 milhão de emigrantes, e muitos deles voltaram para a Albânia de países como Alemanha, França, Grécia (especialmente aqueles no sul da Albânia) e Itália, então você encontrará muitas pessoas que falam os respectivos idiomas. Os idosos podem falar russo, pois era uma segunda língua obrigatória nas escolas durante a era comunista.

Chegar[editar]

Mapa mostrando os países que podem obter viagens sem visto para a Albânia, com esses países mostrados em verde

Não há mais cobrança de visto para alguns estrangeiros que entram na Albânia (verifique o mapa acima). Há uma taxa de € 1 para os primeiros 60 dias de sua estadia. Para cada dia adicional é de € 1 por dia. Certifique-se de receber um recibo e mantê-lo com você, pois os guardas podem solicitá-lo ao sair do país como prova de pagamento. A antiga taxa de entrada de € 10 por pessoa foi abolida.

Os guardas albaneses são muito simpáticos e fazem o possível para ajudar e, ocasionalmente, permitem que as taxas sejam pagas em dólares, por vezes até se esquecem de cobrar. Tenha cuidado para não ser cobrado novamente a taxa de € 1 ao sair do país. Nesse caso, o guarda de fronteira assume que você não pagou o imposto.

De avião[editar]

  • O Aeroporto Internacional "Madre Teresa" de Tirana (IATA: TIA) está localizado a apenas 15 minutos da cidade. É servido por várias companhias aéreas europeias, como British Airways, Alitalia, Lufthansa, Austrian e as companhias aéreas de baixo custo Eurowings e Belle Air. Há um grande e moderno terminal e um centro de informações turísticas.

Você pode reservar seu táxi online com a MerrTaxi e custará € 11. O número nacional gratuito para chamar um táxi é 0800 5555. O número internacional para chamar um táxi é +355 67400 6610.

Na saída do aeroporto também há vários táxis 24 horas por dia, 7 dias por semana, que podem levá-lo à cidade. A taxa de táxi para o centro da cidade é de € 11-15 (1.500—2.000 lekë). Taxas de táxi para outros locais estão disponíveis.

Há um ônibus que circula uma vez por hora entre o aeroporto e a Praça Skanderbeg, chamado Rinas Express. Custa 250 lekë e funciona das 08:00 às 19:00. A viagem dura cerca de 25-30 minutos. Nas portas de saída do aeroporto, caminhe em direção ao estacionamento, passando pelos táxis, para encontrar o ponto de ônibus. Na Praça Skanderbeg, o ponto de ônibus está localizado na esquina noroeste, perto de outros pontos de ônibus. O ônibus não é apenas pontual, mas às vezes até sai cedo, então planeje chegar com alguns minutos de antecedência. Em caso de dúvida, pergunte aos moradores, que ficarão felizes em indicar o ônibus correto.

De trem[editar]

Não é possível entrar ou sair da Albânia de trem. A única conexão internacional, Podgorica—Shkoder, é apenas de frete.

De ônibus[editar]

Você pode chegar a Tirana de ônibus de:

Há 3 ônibus diários de Ulcinj em Montenegro para Shkoder. Eles partem às 07:00, 12:30 e 16:30 e o tempo de viagem é de 2 a 3 horas. O ônibus das 12:30 tende a ficar cheio muito rapidamente durante a alta temporada. Mini-ônibus também são uma opção para ir para a Albânia. Eles partem às 13h e custa 5 €; leva 1 hora e meia. A parada não está marcada, a reserva só pode ser feita encontrando o motorista. Há também ônibus que circulam diariamente da Grécia para Albânia (9 por dia, € 5,70, 1 hora).

De barco[editar]

As balsas para Durrës chegam de Bari (9 horas, diariamente, € 50), Ancona (19 horas, três vezes por semana, € 70) e Trieste (14 horas, semanalmente, somente durante a alta temporada).

De carro[editar]

Para entrar no país, certifique-se de que seu Cartão Internacional de Seguro Automóvel é válido para a Albânia (AL) junto com o Registro do Veículo e uma procuração do proprietário se o carro não for seu. Os guardas de fronteira são muito rígidos quanto a permitir a passagem de carros sem esses documentos. Certifique-se de imprimi-los, já que os guardas de fronteira relutam em reconhecer PDFs em seu telefone.

A estrada entre Grécia e Tirana (E853/SH4) é de qualidade suficiente. A estrada entre a Macedônia do Norte e Tirana (E852/SH3) é de qualidade suficiente. Há muitos veículos em movimento lento ao longo da rota montanhosa cheia de curvas, portanto, cuidado extra deve ser exercido, especialmente em curvas ou durante ultrapassagens.

A estrada entre Kosovo e Tirana (E851/A1/SH5) está nos níveis de qualidade encontrados em outras partes da Europa. Deve-se ter cuidado extra ao longo de algumas pontes perto da fronteira de Kosovo, uma vez que não foram alargadas. Tenha também em atenção (principalmente durante a noite) que as vacas circulam livremente na auto-estrada.

A estrada entre Shkoder (fronteira de Montenegro) e Tirana (E762/SH1) é de qualidade suficiente para dirigir, mas há muitos veículos em movimento lento e pontos de acesso não controlados, portanto, cuidado extra deve ser tomado, especialmente durante a ultrapassagem. Há dois pontos de controle de fronteira no norte da Albânia com Montenegro.

De táxi[editar]

A Albânia é um país geograficamente pequeno e, como tal, é possível sair de táxi. Um táxi do centro de Pogradec até a fronteira com a Macedônia do Norte custa cerca de € 5 (e menos de 10 minutos). Após os procedimentos de saída da Albânia, caminhe cerca de 500 m pela estrada para o controle de fronteira da Macedônia do Norte. Alguns táxis também podem levá-lo para a Grécia; no entanto, até cidades na fronteira.

Circular[editar]

De ônibus[editar]

Ônibus e furgãos (microônibus) são geralmente o melhor método para viajar dentro da Albânia, mas existem poucas empresas de ônibus. Os ônibus são mais confortáveis ​​e baratos e, embora mais lentos, geralmente são bem regulamentados. Os motoristas devem sair quando for a hora, mas às vezes eles saem mais cedo quando estão lotados. Portanto, chegue com antecedência suficiente.

Os furgãos não têm horários (partem quando estão lotados) e, além das grandes cidades, fornecem acesso a algumas cidades menores onde os ônibus não circulam com frequência. As estações nem sempre estão em locais óbvios, então você pode perguntar por aí para encontrá-las ou ficar de olho em grupos de minivans brancas ou vermelhas reunidas. Os nomes dos lugares de destino geralmente são exibidos, os preços nunca são (mas para se ter uma ideia, Tirane—Vlore custa cerca de 600 lek). Furgãos são regulados vagamente e fornecem uma verdadeira experiência "albanesa".

Geralmente, os furgões custam um pouco mais e vão um pouco mais rápido, mas podem ser desconfortáveis ​​em longas distâncias por causa da proximidade com outros passageiros. Um bom site para encontrar os últimos horários de ônibus (e preços) é gjirafa.com. Observe que os nomes das cidades podem ser escritos de forma diferente em albanês durante a pesquisa. Portanto, não encontrar uma cidade não significa que não haja conexão.

De trem[editar]

Embora a rede ferroviária da Albânia seja a mais recente da Europa, os trilhos e o material rodante estão em más condições. No entanto, isso não deve impedir você de pegar trens dentro da Albânia, pois fazer isso é uma experiência em si. O operador ferroviário impôs um limite de 45 km/h aos trens devido às condições dos trilhos, então você não deve se preocupar com acidentes. Embora viajar de ônibus seja mais popular e conveniente, os trens oferecem mais espaço do que os microônibus frequentemente sobrecarregados.

Uma viagem de trem é obrigatória, já que hoje em dia há poucas diversões desse tipo na Europa. Os bilhetes são muito baratos (apenas 2 €) e as viagens podem demorar algumas horas, mas as vistas e o ambiente normalmente não têm preço. Entre as coisas que você verá em sua jornada estão pessoas trabalhando manualmente na terra, belas paisagens e terreno selvagem, casas em construção nas proximidades da pista, uma chance de conhecer os habitantes locais no trem. Na maioria das estações você encontrará pessoas vendendo sementes de girassol, frutas, chicletes e muitas outras coisas diferentes — muito incomuns na Europa.

Como todas as linhas passam por Durrës, o trem é uma ótima opção de lá. Embora os serviços de passageiros para Fier estejam suspensos (em janeiro de 2021), você pode pegar o trem Elbasan até Rrogozhinë e, em seguida, de ônibus de lá. Se você estiver em Tirana, pegar o trem para Elbasan (30 km de distância) requer que você viaje por Durres, então, a menos que você tenha muito tempo disponível, pegar um ônibus é muito mais sensato.

De carro[editar]

As estradas entre os destinos importantes foram repavimentadas e consertadas e oferecem a maioria das medidas de segurança que se esperaria em uma rodovia. No entanto, esteja ciente de que algumas rodovias não são totalmente concluídas e contêm pontos não controlados. Não há taxas de uso das rodovias.

Cuidado com as estradas secundárias. As superfícies das estradas podem ser pobres, profundamente esburacadas ou inexistentes e, às vezes, uma pavimentação decente pode desaparecer repentinamente, necessitando de uma troca de marcha. As rodovias têm mudanças frequentes no limite de velocidade (às vezes com pouca razão aparente). E há verificações frequentes da polícia. A polícia também o parará se você não acender as luzes do carro.

O comportamento ao dirigir nas rodovias não é tão rígido quanto em outras partes da Europa. Vias duplas ou triplas tendem a ser mais observadas. Também pode esperar que pedestres, cavalos ou burros cruzem rodovias. Nas montanhas, as estradas podem ser bastante estreitas e ventosas. A navegação é muito fácil, embora alguns mapas do país estejam desatualizados ou contenham erros. É altamente recomendável ter um GPS atualizado, pois novas estradas estão sendo constantemente adicionadas à rede rodoviária albanesa. Caso o GPS não funcione, é bom ter um bom mapa.

Nas cidades, e especialmente em Tirana, muitas estradas estão sendo melhoradas, consertadas e renomeadas. Por isso, viajar de carro dentro da cidade será lento e difícil. Tirana sofre de um grande congestionamento de tráfego durante a manhã e ao meio-dia. Mendigos, incluindo crianças, podem se aproximar de seu carro nos semáforos principais.

Em torno das temporadas de férias gregas, incluindo a Páscoa ortodoxa, as estradas que levam de/para a Grécia podem estar lotadas de carros com placas gregas de imigrantes albaneses indo para a Albânia ou retornando à Grécia após suas férias. Alugar um carro é uma boa opção, mas a prática é relativamente nova no país. As locadoras estão disponíveis principalmente em Tirana. Várias agências de viagens também podem oferecer esses serviços.

Regras[editar]

Certifique-se de viajar com carteira de habilitação e documentos de seguro (peça isso à sua locadora) para apresentar à polícia. Não há estradas com pedágio na Albânia. Correntes de neve só são permitidas se a estrada estiver completamente coberta de neve ou gelo (normalmente 1 de novembro a 30 de abril). Elas devem estar presentes em pelo menos 2 rodas. Pneus cravejados são permitidos. O uso de pneus de inverno é opcional.

Faróis baixos não são obrigatórios para dirigir durante o dia, mas são obrigatórios ao dirigir à noite ou quando a visibilidade é ruim devido às más condições meteorológicas. O nível máximo permitido de álcool é 0,1‰.

Outros[editar]

Falta respeito às pessoas que andam de bicicleta nas rodovias. Além disso, existem poucos lugares para colocar sua bicicleta. É muito difícil conseguir peças ou consertos de bicicletas modernas. A Albânia também é muito boa para pegar carona, embora os habitantes locais raramente o façam. A melhor maneira de obter uma carona é esperar ao lado da rodovia, onde há um espaço livre e usar toda a sua mão para apontar na direção que você deseja ir — o polegar não é tão comum. Como em qualquer lugar, tenha o cuidado normal e não pegue carona à noite ou em locais obscuros.

Veja[editar]

Bela praia em Dhermi

A Albânia tem influências culturais variadas. No sul você pode ver o legado dos turcos e gregos, enquanto no norte você pode ver muitas antigas ruínas da Ilíria.

  • O litoral é sempre um lugar para ir, com seus mares azul-turquesa límpidos e muitas ilhas, como em Saranda, a cidade costeira mais ao sul da Albânia.
  • A montanha Dajti, uma atração popular em Tirana, permite que você tenha uma visão totalmente verde da capital.
  • Um passeio por cidades do sul como Butrint, um patrimônio mundial da UNESCO, é sempre ideal e memorável. Butrint é o lar de muitas ruínas antigas.
  • Os castelos estão em muitas cidades da Albânia. Sua beleza lembra a qualquer pessoa os tempos antigos da Albânia e do mundo. Há o Castelo Petrela perto de Tirana, Castelo Skanderbeg em Kruje (em homenagem ao herói nacional e agora um museu popular com seus pertences), etc.

Faça[editar]

Praias e natação[editar]

Incluindo várias lagoas e portos, a costa se estende por um total de 450 km. Metade da costa que se estende ao norte de Vlore é banhada pelo Mar Adriático. Contém praias de areia fina, ideais para famílias com crianças. Quase não há algas ou medusas perto da costa. Devido à pouca profundidade, a água aquece bem, por isso a temporada de praia nos resorts locais começa cedo, nas primeiras semanas de maio.

Já o sul de Vlore é banhado pelo mar Jônico até a fronteira da Grécia. É composto por praias rochosas e fundo de mar íngreme, mas a água é cristalina e tem cor turquesa. Espreguiçadeiras e guarda-sóis são pagos aqui e pertencem a restaurantes localizados em algum lugar próximo. Por um dia, você terá que pagar cerca de € 3 por um conjunto. Mas ninguém pode proibir sentar-se na areia sob a toalha.

Durante a alta temporada em julho e agosto, as praias ficam lotadas de moradores e turistas, mas no dia 1 de setembro você verá muito poucas pessoas nadando — embora a temperatura da água ainda esteja em torno de 23-25 ​° C, aparentemente é muito fria para os locais.

Montanhas[editar]

Quase dois terços da geografia da Albânia é acidentada ou montanhosa. Há um interesse no turismo de aventura pelas famosas atrações albanesas. Vários destinos nos Alpes do Norte, com elevações de até 2.700 m, atraem todos os tipos de aventureiros.

Compre[editar]

Taxas de câmbio para lek albanês
Em setembro de 2021:

US$ 1 ≈ 102 lekë
€ 1 ≈ 122 lekë
£ 1 ≈ 142 lekë

As taxas de câmbio flutuam. As taxas atuais para essas e outras moedas estão disponíveis em xe.com

A moeda nacional é o lek (plural: lekë, símbolo L, código ISO: ALL). Alguns albaneses escrevem preços com um zero a mais. Eles não estão tentando cobrar 10 vezes a taxa atual; eles estão apenas usando a moeda antiga. Caixas eletrônicos estão disponíveis na maioria das grandes cidades. Os caixas aceitam a maioria dos cartões internacionais de crédito/débito Visa e MasterCard. A partir de outubro de 2021, pelo menos o Alpha Bank e o Credins Bank não cobram uma taxa adicional de saque (além do que seu próprio banco exige).

O euro é amplamente aceito e esse pedido de pagamento é recebido com compreensão e, por vezes, com entusiasmo. Muitas lojas de conveniência e até supermercados não aceitam qualquer outro método de pagamento além de dinheiro. No entanto, grandes supermercados e butiques caras aceitam cartões de crédito ou débito. Os cartões mais aceitos são Visa, MasterCard e Diner's Club. As lojas albanesas abrem normalmente das 09:00h às 20:00h e até às 22:00h no verão. A maioria das lojas abre no domingo.

Em todas as cidades albanesas você pode encontrar inúmeras lojas, que oferecem diferentes produtos, de marcas conhecidas. De grande interesse para os turistas são os bazares tradicionais, onde você pode encontrar as obras artesanais produzidas por locais. Você pode comprar objetos entalhados em madeira, cerâmica, bordados e também objetos de cobre.

Dar gorjetas não se tornou um costume na Albânia e não é esperado; em alguns casos, pode até mesmo confundir um garçom/empregado. Se jantar em um restaurante ocidentalizado na capital, você pode arredondar a conta.

Coma[editar]

Café da manhã com vista em Berat

Os restaurantes são muito fáceis de encontrar. A Albânia, como os Bálcãs em geral, tem uma influência principalmente turca em sua culinária. Essa influência deriva de mais de 400 anos de domínio otomano na região. Desde a queda do comunismo no início dos anos 1990, as influências vêm da Itália e da Europa Ocidental em geral. A maior parte do que está disponível em países vizinhos, como Grécia e Itália, estará disponível na Albânia, especialmente nas cidades maiores.

Muitas pessoas cultivam frutas e vegetais ao redor de suas casas, mais popularmente todos os tipos de uvas (vermelhas, pretas, verdes). A Albânia é um país muito montanhoso e essas montanhas têm oliveiras espalhadas que influenciam a culinária albanesa. As saladas são geralmente feitas com tomate fresco e cebola. A maioria dos albaneses faz seu próprio pão, mas sair para comer fora é muito comum.

Algum tipo de ensopado é comumente incluído nos jantares albaneses. Esses ensopados são fáceis de fazer e flexíveis com os ingredientes. Eles incluem batatas, cebola, arroz, etc. Se for para a Albânia, espere que o cordeiro seja a carne principal em muitos lugares. O cordeiro ali é alimentado naturalmente e não tem nenhum odor como na América do Norte.

A Albânia é um lugar perfeito para experimentar os produtos frescos dos agricultores locais. Eles não o enganariam ou tentariam vender produtos de má qualidade; em vez disso, geralmente ficam felizes em ver estrangeiros e tentam escolher para você o melhor que eles têm. Você obtém produtos mais baratos e de melhor qualidade ao comprar em mercearias ou fazendeiros na rua, então nem se preocupe em comprar hortaliças no supermercado.

Beba[editar]

A bebida alcoólica forte preferida é o raki, produzido localmente em pequenas cidades, bem como em muitas casas no campo. Experimente o raki de amora, os albaneses são os únicos que produzem essa bebida com amora e ameixa, e é deliciosa. A quantidade de cervejas e vinhos caseiros também é tão variada quanto a própria população.

O chá da montanha (espécie: Sideritis scardica, nome local: çay mali) é um chá de ervas muito popular nos Balcãs e especialmente na Albânia. As flores secas e caules podem ser comprados na maioria do mercado local. Muitas vezes é preparado com mel e limão e tem um sabor agradável, mas não contém cafeína.

As bebidas não alcoólicas vão desde as conhecidas marcas internacionais e regionais de refrigerantes até as produzidas localmente. Você pode encontrar qualquer tipo de refrigerante na Albânia, bem como água mineral, bebidas energéticas, etc.

Durma[editar]

Dentro das cidades, os hotéis são abundantes e os preços por noite começam em 15 €. Os hotéis são geralmente limpos e seus funcionários nas grandes cidades geralmente falam inglês e/ou italiano. Fora das grandes cidades, os hotéis são menos comuns. Se, por qualquer motivo, você não encontrar onde dormir, o povo albanês sempre foi conhecido por sua hospitalidade e irá tratá-lo bem.

Fique seguro[editar]

A Albânia geralmente é um lugar seguro para se visitar, mas existem algumas precauções de segurança que você deve tomar antes de visitar o país:

  • Em algumas cidades albanesas, como Berat, não há semáforos e, portanto, cruzar na estrada pode ser perigoso
  • Evite locais obscuros, pois batedores de carteira podem aparecer, então evite trazer objetos de valor nessas áreas.
  • A Albânia tem limites de velocidade, mas a maioria das pessoas não os segue. Se você estiver dirigindo em uma rodovia, deverá prestar atenção redobrada para evitar acidentes de trânsito. Se você não for um bom motorista, é altamente recomendável que você pegue um ônibus.

Saúde[editar]

A comida na Albânia é saudável em qualquer lugar do país, mas esteja ciente nos meses de verão se a comida foi devidamente refrigerada, pois fica muito quente. Você pode caminhar para se manter em forma, como muitas pessoas fazem na capital, especialmente ao redor do lago artificial, mas esteja ciente de que a cidade sofre com a poluição atmosférica severa.

No verão, deve-se usar repelente contra insetos, pois a presença de mosquitos é alta, especialmente perto de antigos pântanos e ao longo da planície ocidental. Cuidado nas praias, pois cacos de vidro e ouriços-do-mar são comuns. Além disso, as farmácias e outras lojas estão fechadas das 12h às 16h; então, traga todos os remédios necessários com você. As clínicas em pequenas cidades ou vilarejos não são bem equipadas.

Muitos albaneses fumam cigarros. É uma coisa normal e esperamos por isso em todos os lugares. O governo proibiu fumar em restaurantes, mas isso não é realmente observado.

Respeite[editar]

Os albaneses são muito hospitaleiros. Ainda mais do que o resto dos Bálcãs, os homens mais velhos esperam ser respeitados por causa de sua idade. Aperte a mão deles e não discuta sobre tópicos como religião e política. Certos tópicos são estritamente tabu, a homossexualidade é um bom exemplo. A situação muda muito de acordo com o local (vila ou cidade) e também com as pessoas com quem você fala.

Às vezes, se você passar uma noite ou mais na casa de alguém, não se surpreenda se vir uma arma AK-47 pendurada na parede. É bastante normal para os albaneses manterem armas em casa.

Tradições[editar]

Ramadã
O Ramadã é o 9º e mais sagrado mês do calendário islâmico e dura de 29 a 30 dias. Os muçulmanos jejuam todos os dias durante esse período e a maioria dos restaurantes estará fechada até o intervalo do jejum ao anoitecer. Nada (incluindo água e cigarros) deve passar pelos lábios do amanhecer ao pôr do sol. Os não-muçulmanos estão isentos disso, mas ainda devem se abster de comer ou beber em público, pois isso é considerado muito indelicado. As datas exatas do Ramadã dependem de observações astronômicas locais e podem variar um pouco de país para país.

Na Albânia, é comum os homens beijarem as bochechas de homens da mesma idade ou mais jovens, mesmo na primeira vez que os encontram. No norte da Albânia, eles simplesmente tocam as bochechas um do outro, mas não os beijam. As mulheres também se beijam, às vezes desde a primeira vez que se encontram, mas homens e mulheres não se beijam na bochecha, a menos que sejam amigos há muito tempo. Beijar bochechas entre jovens de 15 a 20 anos, no entanto, é muito comum.

Se o bebê estiver na família, peça sempre para vê-lo e não se esqueça de fazer um elogio (geralmente "Genka i shendetshem, me jete te gjate" ou "Que bebê doce" funciona melhor).

Se você fala uma língua na qual existem palavras formais e informais para "você" (como italiano, grego, alemão, etc.), esteja ciente de que alguns albaneses não usam a forma formal em sua língua. Às vezes, até mesmo o primeiro-ministro é chamado de "ti" (palavra informal para "tu", "Du" em alemão ou "Esi" em grego), se o jornalista for amigo dele. No entanto, ao conhecer pessoas pela primeira vez, é melhor se dirigir a elas com a palavra formal, embora logo em seguida elas peçam que você se dirija a elas com a palavra informal.

Os policiais na Albânia costumam ser educados. Eles geralmente nunca param carros estrangeiros, mas se você alugar um carro, eles podem pará-lo. No entanto, quando virem que você é um turista estrangeiro, imediatamente dirão para você continuar (geralmente com um "Ec, ec, rruge te mbare" que pode ser traduzido como "Continue. Faça uma boa viagem"). Quando isso acontece, é muito educado responder com um "Faleminderit" ("obrigado" em albanês).

Os albaneses adoram dançar, especialmente durante os casamentos. Se você for a uma festa, não tenha medo de dançar. Talvez você não conheça as danças tradicionais, mas tente aprender.

Conectar[editar]

Você pode comprar um chip (cartão SIM) pré-pago Vodafone ou ALBtelecom local a partir de 600 lek. Você precisa fornecer um passaporte para comprá-lo.


Este artigo é um guia. Ele tem informações repletas sobre o assunto abordado, mas especificações podem faltar.

Mergulhe fundo e ajude-o a crescer!