Baixe o arquivo GPX para este artigo
-17-162Map mag.png

Ilhas Cook

Fonte: Wikivoyage
Oceania > Polinésia > Ilhas Cook
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa


Bandeira
Flag of the Cook Islands.svg
Informações Básicas
Capital Avarua
Governo Democracia parlamentarista autônoma
Moeda Dólar da Nova Zelândia (NZD)
Área 240 km2
População 21.388 (est. julho 2006)
Idioma Inglês (oficial), maori
Religião Maioria cristã
Eletricidade 240V/50Hz
Código telefônico +682
Internet TLD .ck
Fuso horário UTC-10


As Ilhas Cook [1] são uma democracia autônoma em livre associação com a Nova Zelândia, localizadas na Polinésia, no meio do Pacífico Sul, com as Ilhas da Sociedade à leste e Tonga à oeste. É um arquipélago com 15 ilhas espalhadas sobre 2,2 milhões de km2 de oceano. Embora distantes, não há nada entre as ilhas e a Antártida.

No mesmo fuso horário e distância do Equador que o Havaí, as ilhas às vezes são tidas como o "Havaí do Sul". Embora menores, elas lembram bastante esse arquipélago, antes de ter sido transformado num grande centro turístico repleto de hotéis.

Regiões[editar]

Cook Islands-CIA WFB Map.png

Cidades[editar]


Entenda[editar]

Batizadas devido ao capitão Cook, que as avistou em 1770, as ilhas tornaram-se um protetorado britânico em 1888. Por volta de 1900, o controle administrativo foi transferido à Nova Zelândia; em 1965, os residentes votaram por um governo local em livre associação com esse país. De fato, a Nova Zelândia cuida da defesa, relações estrangeiras (inclusive emissão de passaportes) e moeda. Fora isso, a ilha se auto-administra, controlando rigorosamente a imigração, inclusive para neozelandezes. Os maiores problemas são a emigração para a Nova Zelândia e déficits governamentais.

Clima[editar]

Tropical

Relevo[editar]

As Ilhas Cook do Norte constituem-se de sete atóis de corais de relevo baixo e poucamente povoados. As do sul consistem de oito ilhas vulcânicas elevadas e férteis, onde a maior parte da população vive.

Chegar[editar]

É estritamente necessário uma reserva prévia de acomodação, sob risco de ser mandado de volta no voo seguinte. Acampar nas praias não é permitido.

De avião[editar]

O Rarotonga International Airport (RAR) é a principal porta de entrada das Ilhas Cook. Conexões diárias com Auckland, Nova Zelândia e semanais com Fiji e via Papeete com Los Angeles. A única companhia internacional é a Air New Zealand e duas vezes por semana a Pacific Blue. A Air New Zealand pertence à Star Alliance, da qual a Varig já fez parte.

De barco[editar]

Rarotonga e Aitutaki têm paradas regulares de cruzeiros que vêm do Taiti.

Circular[editar]

De avião[editar]

Voos domésticos pela Air Rarotonga.

De barco[editar]

A Interisland Freighters pode levar os viajantes a ilhas desabitadas. Devido à falta de acomodações e à política do país, é preciso voltar no mesmo barco. As ilhas desabitadas de Takutea, Suwarrow e Palmerston podem ser visitadas com um barco que está sempre parado em Rarotonga.

Fale[editar]

Inglês e dialeto maori

Veja[editar]

Cook Islands kayaks.jpg

Um dos pontos turisticos da Ilha Cook é a ilha Raratonga com 67 km² onde esta localizado o pico mais alto do Estado,o Monte Te Manga com 658 metros. Além disso os turistas podem fazer um cruzeiro para Teking Lagoon Cruises.

Faça[editar]

Compre[editar]

Coma[editar]

Beba e saia[editar]

Durma[editar]

A maior parte das ilhas menores desliga a luz durante a noite. Leve lanternas.

Aprenda[editar]

Trabalhe[editar]

Segurança[editar]

Saúde[editar]

Respeite[editar]

Mantenha contato[editar]

Este artigo está delineado e precisa de mais conteúdo. Ele já segue um modelo adequado mas não contém informações suficientes. Mergulhe fundo e ajude-o a crescer!