Baixe o arquivo GPX para este artigo

Mochilar

Fonte: Wikivoyage
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa


Isto é um artigo de dicas de viagem.


Mochilar é uma forma diferente de viajar e conhecer lugares. É conhecer lugares comuns com um olhar diferente e aventureiro. Mochilar permite ao viajante não se prender a um roteiro turístico pré-determinado por agências de viagem. Ao sair para "mochilar" o viajante pode chegar ao destino desejado e procurar o que quer fazer. Perguntar por lugares diferentes e fazer o próprio roteiro.


Dicas[editar]

Mesmo quem tem um espírito aventureiro precisa ter alguma noção de onde quer ir e o que fazer. Uma boa opção é levar na mochila um guia de viagem com informações sobre os lugares que pretende ir. Nesses guias geralmente existem sugestões e dicas de linhas de trens e metrôs já saindo dos terminais de chegada e partida.Também é importante saber as diferenças de fusos horários (é muito mais difícil encontrar uma acomodação as 3 horas da manhã do que a tarde),clima na data escolhida para viagem, as possibilidade de acomodação, os meios de transporte para circular no país, comunicação via telefone e internet, características das atrações turísticas, dicas de saúde e de segurança. Hoje exitem diversas discussões na internet com sugestões e dicas para quem quer se aventurar a mochilar. O mais conhecido é o www.mochileiros.com

O que levar[editar]

Para mochilar é preciso ficar atento ao que levar na mala ou mochila, já que você é quem vai carregar a sua bagagem na maioria do tempo ( e não é nada fácil arrastar malas pesadas em escadas de rodoviárias e estações de trens, além de andar muito com elas até achar o albergue onde você vai passar a noite). Então prefira roupas leves e que possam fazer diferente combinações (lembre-se que você também vai precisar lavar a sua roupa. Agora claro que tudo depende do estilo da viagem que você vai fazer e da época do ano. Um tênis não pode faltar na mala. Uma necessaire sempre é mais prática: nela pode vir todo o material necessário para higiene pessoal. Um pequeno kit de primeiros socorros com remédios que você usa no dia-a-dia também é uma boa pedida. Uma calculadora para calcular o câmbio também é importante, além de uma caderneta para anotações básicas. A máquina fotográfica nem precisa falar né? Mala ou mochila? Se você pretende fazer uma viagem grande percorrendo diferente países a mochila é sempre mais cômoda por manter as mãos vazios e ser mais prática, porém é preciso ficar atento ao excesso de peso para não detonar sua coluna. Em caso de uma viagem mais tranquila a boa e velha mala de rodinha pode ser uma boa opção.

Vantagens[editar]

Se a sua opção é mochilar a grande vantagem é que você mesmo monta seu roteiro, escolhe o seu horário, lugares que quer ir e o que quer fazer. Ao mochilar você pode estar em uma cidade e, a hora que você decidir, escolher seu próximo destino. Isso sem contar que você pode buscar as opções mais baratas para se locomover - na Europa por exemplo é preciso pesquisar porque uma passagem área pode sair mais barata que um trem ou um ônibus se você tiver sorte- sem ficar presa as exigências das agências de viagens. Ao mochilar você pode ficar mais tempo no lugar que mais gostou e diminuir a estadia em lugares que você achou chato. Sem contar que nos albergues a possibilidade de conhecer pessoas sempre é maior já que muitos mochileiros vijam sozinhos.

Desvantagens[editar]

Mas mochilar também tem seus pontos negativos. Pesquisar albergues e hotéis dá um pouco de trabalho e nem sempre é uma tarefa agradável. Sem contar que ao deixar para última hora nem sempre os lugares que você deseja estão disponíveis e por isso a pesquisa pode demorar um pouco mais (mas esse problema pode ser resolvido com um pouco de organização antecipada). E claro, com os pacotes você acaba tendo toda a comodidade dos transportes que levam de um lugar para outro com os horários já marcados.


Este artigo está delineado e precisa de mais conteúdo. Ele já segue um modelo adequado mas não contém informações suficientes. Mergulhe fundo e ajude-o a crescer!