Baixe o arquivo GPX para este artigo
-15.779722222222-47.930555555556Map mag.png

Centro-Oeste (Brasil)

Da wiki Wikivoyage
América do Sul > Brasil > Centro-Oeste (Brasil)
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa


Localização da região Centro-Oeste do Brasil

O Centro-Oeste do Brasil é a segunda maior região do país, com uma área de 1.606.454 km² (cerca de 18,85% do território brasileiro), e a mais central das cinco regiões brasileiras. Por outro lado, é a região menos populosa com 15.660.988 habitantes em 2016 (7,6% comparado às outras regiões), e possui a segunda menor densidade populacional. Por esse motivo, apresenta algumas concentrações urbanas e grandes vazios demográficos. Das regiões brasileiras, o Centro-Oeste é a única região que faz limite com todas as demais e, ao mesmo tempo, a mais interiorana do país, sendo a única que não possui litoral.

Entenda[editar]

A região oferece oportunidades excelentes para ecoturismo: exploração de cavernas, rapel e trekking pelo cerrado. A atividade econômica da região está em ascensão e é baseada em agropecuária, comércio e a atividade governamental em Brasília.

A região também é um grande atrativo para pessoas cultas. No Centro-Oeste se localizam vários dos principais museus do Brasil.

É um atrativo na arquitetura brasileira, principalmente em Brasília, com as linhas modernas de Oscar Niemeyer, em Goiânia, que possui o maior acervo do estilo art-déco fora da Europa e as cidades coloniais com seus imensos casarões.

Clima[editar]

A característica mais marcante do clima tropical e quente é a presença de um verão chuvoso, entre os meses de outubro a abril, e um inverno seco, entre os meses de maio a setembro. Os meses de verão são úmidos, porque nessa época, a Planície do Pantanal é uma das áreas mais quentes da América do Sul, e por esse motivo, forma um núcleo de baixa pressão que atrai os ventos úmidos conhecidos como alísios de nordeste. A chegada desses ventos corresponde às chuvas fortes que caem na região.

Estados e capitais[editar]

Estados da região Centro-Oeste do Brasil
Goiás - GO (capital Goiânia)
Centro cosmopolitano com suas as belezas naturais, como águas termais, grutas, cachoeiras e locais intocados pelo homem do cerrado. Sua capital contém maior acervo de edificações art-déco fora da Europa.
Mato Grosso - MT (capital Cuiabá)
Possui os mais belos parques naturais do país, como o Pantanal, Chapada dos Guimarães.
Mato Grosso do Sul - MS (capital Campo Grande)
Mundialmente conhecido por sua biodiversidade, encontrada principalmente no Complexo do Pantanal e no Parque Nacional da Serra da Bodoquena.
Distrito Federal - DF (capital Brasília)
Local da sede do Governo Federal.


Cidades[editar]

  • Alto Paraíso de Goiás - Cidade esotérica e turística, portal para a Chapada dos Veadeiros.
  • Corumbá - Principal centro de apoio do Pantanal e principal porta de entrada para a Bolívia, além de importante centro cultural e histórico da região.
  • Cidade de Goiás - Cidade histórica. Famosa pela arquitetura colonial e eventos religiosos.
  • Pirenópolis - Velha cidade colonial com casarões, engenhos antigos e cachoeiras.
  • Várzea Grande - Município vizinho a Cuiabá é uma das principais cidades e importante roteiro gastronômico de Mato Grosso.

Outros destinos[editar]

Chegue[editar]

Os principais aeroportos são os das capitais (Brasília, Goiânia, Campo Grande e Cuiabá/Várzea Grande). Também se destacam os de Corumbá e Dourados

Circule[editar]

Para circular entre pequenas cidades o ideal é o aluguel de carro. Existem locadoras em cidades com mais de 60 mil habitantes. Outra opção é a ponte-aérea entre as capitais dos estados ou entre médias cidades.

Goiânia, capital de Goiás, e Brasília, capital federal, são cidades próximas, apenas 209 km. A Rodovia Campo Grande-Goiânia-Brasília, a BR-060, é pavimentada, duplicada e muito bem sinalizada. O trecho entre Jataí e Goiânia encontra se fase de duplicação na maior obra rodoviária dos últimos 10 anos.

Veja[editar]

Faça[editar]

Fale[editar]

O idioma oficial é o português. Há presença de línguas indígenas minoritárias na região norte do estado do Mato Grosso.

Compre[editar]

Artesanato e comidas típicas. Goiânia, Brasília, Cuiabá e Campo Grande têm shoppings, lojas de grifes famosas, rede de serviços, entre outros.

Coma[editar]

A culinária de Mato Grosso tem influências da culinária africana, portuguesa, italiana, síria e com a migração dos últimos anos também de pratos típicos de outras regiões brasileiras. Pratos considerados bem mato-grossenses são: Maria Isabel (carne seca com arroz ) o Pacu assado com farofa de couve, a carne seca com banana-da-terra verde, farofa de banana-da-terra madura além do tradicional churrasco pantaneiro que se desenvolveu pelas longas comitivas de gado no pantanal. O peixe em Mato Grosso é um alimento farto, considerado como o principal nas áreas ribeirinhas. Ele pode ser comido frito, assado ou ensopado, recheado com farinha de mandioca ou servido com pedaços de mandioca. Os peixes de mais prestígio nas mesas locais são: o Pacu, a piraputanga, o bagre, o dourado, a cachara, a geripoca, o pacupeva, o pintado, etc.

O povo mato-grossense também aprecia o arroz com pequi, picadinho de carne com quiabo e a carne assada. Há ainda o Guaraná de ralar usado principalmente pelos mais velhos, cujo costume é de tomar pela manhã. Para o café da manhã, vale ainda destacar o Bolo de Arroz e o Bolo de Queijo.

Podemos destacar a variedade de doces e licores apreciados pelos mato-grossenses. Temos como os mais famosos o Furrundu (doce feito de mamão e rapadura de cana), o doce de mangaba, o doce de goiaba, o doce de caju em calda, o doce de figo, o doce de abóbora, e outros. Como aperitivo temos o Licor de pequi, Licor de caju, Licor de mangaba, e outros.

O pequi é um fruto muito popular na culinária do estado de Goiás, comido geralmente com o arroz ou frango cozido. O milho tem uma presença forte na culinária goiana. Colhido ainda verde, seus grãos podem ser cozidos na espiga e ingeridos desta forma, ou cortados e refogados. O milho verde é também o ingrediente principal de diversos pratos, como a pamonha, o angu e o cural. Outro prato tradicional de Goiás é o Empadão Goiano, uma torta salgada sendo seu recheio composto de ingredientes variados e comuns da região, como o frango, a linguiça suína, o milho verde e outros. São muito apreciados os derivados da carne suína, como a linguiça, o torresmo, a pururuca e a feijoada. A culinária goiana teve e tem forte influência da culinária mineira, mas preserva sua identidade.

O estado de Mato Grosso do Sul, recebeu muita influência paraguiaia como a "sopa paraguaia", do nordeste, o uso da mandioca e da farinha torrada. Os pantaneiros tiveram grande influência na culunária também como a carne de caça (Tatu, Jacaré Anta). Também era muito apreciado o macarrão boiadeiro, uma espécie de sopa com pouco caldo.

Brasília não possui uma cozinha típica, uma vez que a cidade foi construída e habitada por pessoas de diversas regiões e por ser uma cidade nova, pouco mais de 50 anos.

Beba e saia[editar]

Goiânia é a cidade com a noite mais animada e diversicada do Centro-Oeste, possui grande variedade de restaurantes, bares, boates e shows. Brasília vem logo atrás, mas isso não significa que Cuiabá e Campo Grande não possuem noites interessantes, também. São cidades com um povo muito acolhedor e com certeza o turista irá se divertir muito nas noites matogrossenses e sul-matogrossenses.

As demais cidades do interior da região Centro-Oeste, em especial as turísticas, possuem vários bares disponíveis para o turista.

Durma[editar]

Brasília, Goiânia, Caldas Novas e Cuiabá são as cidades com maior número de leitos à disposição do turista. Você pode encontrar hotéis de todos os tipos em todas as capitais estaduais e na capital federal.

As cidades turísticas do interior do Centro-Oeste também possuem uma infraestrutura hoteleira satisfatória, com pousadas, resorts, hotéis-fazenda e hotéis de até três estrelas.

Aprenda[editar]

Universidades[editar]

A região possui excelentes universidades, com destaque para a Universidade de Brasília (UnB), a Universidade Federal de Goiás (UFG), a Universidade Federal do Mato Grosso (UFMT) e a Pontifícia Universidade Católica de Goiás (PUC Goiás). As universidades citadas recebem alunos estrangeiros em cursos de curta ou longa duração.

Cursos de Idiomas[editar]

Diversas cidades do Centro-Oeste, independente de serem capitais ou não, possuem cursos de idiomas à disposição. Alguns destes cursos ensinam português para estrangeiros.

Segurança[editar]

É sempre bom tomar certas precauções. Tenha cuidado onde estaciona seu carro, não deixe pertences de valor no interior do veículo, não circule com altas quantias em dinheiro, não esbanje muito e dirija sempre com as portas travadas.

Saúde[editar]

Goiânia e Brasília, por serem cidades mais desenvolvidas, possuem melhor atendimento médico, sendo destaques no Brasil na área de saúde.

Cuiabá e Campo Grande possuem bons hospitais, mas inferiores se comparados a Goiânia ou Brasília.

Praticamente na maioria das cidades do Centro-Oeste você pode encontrar farmácias e drogarias à disposição do turista.

Respeite[editar]

  • Não jogue lixo nas estradas ou nas ruas das cidades.
  • Respeite sempre os semáforos, muitos deles possuem sensores fotográficos até mesmo em cidades interioranas.
  • Respeite os limites de velocidade e, em geral, as leis do Código de Trânsito Brasileiro.
  • É proibida a pesca nos meses de Setembro a Dezembro, pois são épocas de reprodução dos peixes.
  • A caça de animais silvestres é proibida, e as leis ambientais são tratadas com o maior rigor no Brasil.
  • Tenha respeito com etnias, em especial no Mato Grosso onde possuem muitos negros e índios. Racismo é crime inanfiançavel no Brasil.

Mantenha contato[editar]

Por telefone[editar]

O código do país é 55.

A região é bem servida com sinal de celular. O Centro-Oeste é atendido pelas quatro principais operadoras de telefonia celular no Brasil: Vivo, TIM, Claro e Oi.

Pelo correio[editar]

O serviço postal no Centro-Oeste, assim como em todo Brasil, é muito bem oferecido. Praticamente todos os municípios da região possuem uma agência dos Correios.

Pela internet[editar]

A maioria das cidades têm acesso a internet banda larga. Algumas possuem somente acesso a internet discada. Todas as capitais estaduais e capital federal possuem pontos que disponibilizam internet sem fio (Wi-fi) grátis.

Partir[editar]


Este artigo é usável. Ele contém um resumo razoável da região, das atrações dela, e de como chegar, bem como links para os destinos principais. Uma pessoa mais corajosa poderia utilizá-lo para viajar, mas por favor mergulhe fundo e ajude-o a crescer!