Estados Unidos da América

Da Wikivoyage
América do Norte > Estados Unidos da América
Ir para: navegação, pesquisa
Localização
noframe
Bandeira
Flag of the United States.svg
Informações Básicas
Capital Washington, D.C.
Governo República federativa presidencialista
Moeda Dólar americano (USD)
Área 9.631.418 km2
População 301.139.947 (est. julho 2007)
Idioma Inglês, espanhol, havaiano, crioulo e línguas nativas
Religião Protestantes 52%, católicos romanos 24%, outras 15%, nenhuma 9%
Eletricidade 120V / 60Hz
Código telefônico +1
Internet TLD . com, .net, .org, .edu, .gov, .mil
Fuso horário UTC -4 a UTC -10


Os Estados Unidos são um grande país da América do Norte. Maior potência econômica, militar e cultural do mundo, os EUA atraem milhões de visitantes a negócios e para desfrutar das incontáveis atrações turísticas de seu imenso território.

Entenda[editar]

Os Estados Unidos, oficialmente Estados Unidos da América, são uma república constitucional federal composta por cinquenta estados e um distrito federal. O país situa-se principalmente na região central da América do Norte, onde os quarenta e oito estados contíguos e Washington, D.C., o distrito capital, situam-se entre os oceanos Pacífico e Atlântico, fazendo fronteira com o Canadá no norte e com o México no sul. O estado do Alasca está no noroeste do continente, fazendo fronteira com o Canadá no leste e com a Rússia a oeste, através do estreito de Bering. O estado do Havaí é um arquipélago no Pacífico Central. O país também possui vários outros territórios no Caribe e no Pacífico. Com 9,37 milhões de km² de área e com cerca de 309 milhões de habitantes, os Estados Unidos são o quarto maior país em área total e o quinto maior em área contínua e terceiro em população. O país é uma das nações mais multiculturais e etnicamente diversas do mundo, produto da forte imigração vinda de muitos países. A economia dos Estados Unidos é a maior economia nacional do mundo, com um produto interno bruto de US$ 14,4 trilhões. Os povos indígenas, provavelmente de origem asiática, têm habitado o que é hoje o território dos Estados Unidos por muitos milhares de anos. Esta população nativa americana foi muito reduzida após o contato com os Europeus, devido a doenças e guerras. Os Estados Unidos foram fundados pelas treze colônias britânicas localizadas ao longo da costa atlântica do país. Em 4 de julho de 1776, foi emitida a Declaração de Independência, que proclamou o seu direito à autodeterminação e a criação de uma união cooperativa. Os estados rebeldes derrotaram a Grã-Bretanha na Guerra Revolucionária Americana, a primeira guerra colonial bem sucedida. A Convenção da Filadélfia aprovou a atual Constituição dos Estados Unidos em 17 de setembro de 1787; sua ratificação no ano seguinte fez dos estados parte de uma única república com um forte governo central. A Carta dos Direitos, composta por dez emendas constitucionais que garantem vários direitos civis e liberdades fundamentais, foi ratificada em 1791. No século XIX, os Estados Unidos adquiriram terras da França, Espanha, Reino Unido, México e Rússia, e anexaram a República do Texas e a República do Havaí. Os litígios entre o sul agrário e o norte industrializado do país sobre os direitos dos estados e sobre a expansão da instituição da escravatura provocou a Guerra Civil Americana de 1861. A vitória do norte impediu a separação definitiva do país e levou ao fim da escravidão legal nos Estados Unidos. Na década de 1870, a economia do país tornou-se a maior do mundo. A Guerra Hispano-Americana e a Primeira Guerra Mundial confirmaram o estatuto do país como uma potência militar. A nação emergiu da Segunda Guerra Mundial como o primeiro país com armas nucleares e como membro permanente do Conselho de Segurança das Nações Unidas. O fim da Guerra Fria e a dissolução da União Soviética deixaram os Estados Unidos como a única superpotência restante no planeta. O país responde por dois quintos dos gastos militares globais e é um forte líder econômico, político e cultural no mundo.

Clima[editar]

Como o país é muito extenso, o clima varia entre as regiões do país. A Flórida tem um clima subtropical, enquanto que o Alasca tem um clima polar. Grande parte do país possui um clima continental, com verões quentes e invernos frios. Certas partes dos Estados Unidos, como a Califórnia tem um clima mediterrânico. No geral, porém, a maior parte do país tem clima temperado ou sub-tropical, marcado por quatro distintas estações, com mudanças regulares de temperatura e precipitação.

Feriados[editar]

  • 1 de Janeiro - Ano Novo
  • Terceira segunda-feira de Janeiro - Dia de Martin Luther King, Jr.
  • Terceira segunda-feira de fevereiro - Dia dos Presidentes, em honra aos aniversários de Washington e Lincoln
  • Última segunda-feira de maio - Dia Memorial dos Combatentes Caidos
  • 4 de Julho - Dia da Independência
  • Primeira segunda-feira de setembro - Dia do Trabalho
  • Segunda segunda-feira de outubro - Descobrimento do "Novo Mundo"
  • 11 de novembro - Dia dos Veteranos
  • Quarta quinta-feira de novembro - Ação de Graças
  • 25 de dezembro - Natal

Regiões[editar]

Tradicionalmente, os Estados Unidos estão divididos em 13 regiões:

Mapa dos Estados Unidos
New England (Nova Inglaterra) (Connecticut, Maine, Massachusetts, Nova Hampshire, Rhode Island, Vermont)
Situada na região nordeste do país, New England tem algumas das cidades mais antigas da América do Norte.
Meio-Atlântico (Delaware, Maryland, Nova Jersey, Nova York, Pensilvânia)
A região é composta por grandes cidades, montanhas e balneários tradicionais, como Long Island e o litoral de Jersey.
Sul (Alabama, Arkansas, Geórgia, Kentucky, Louisiana, Mississippi, Carolina do Norte, Carolina do Sul, Tennessee, Virgínia, Virgínia Ocidental)
O Sul é conhecido pela comida caseira, pelo povo amigável e pela tradição musical, como o jazz, o blues e o country.
Flórida
Apesar de se localizar no Sul (no extremo sudeste para ser mais preciso), forma uma região à parte. É um dos principais destinos de verão no país e porta de entrada de toda a América Latina.
Centro-Oeste (Illinois, Indiana, Iowa, Michigan, Minnesota, Missouri, Ohio, Wisconsin)
Muitos dos estados dessa região são banhados pelos Grandes Lagos, o maior sistema de lagos de água doce do mundo, formando o litoral norte dos Estados Unidos.
Texas
Segundo maior estado do país, o Texas é quase um país próprio (o que, de fato, já aconteceu). A paisagem tem um pouco de tudo: de montanhas e deserto no leste até mata no oeste. A clima também é variado e muda muito rapidamente.
Grandes Planícies (Dakota do Norte, Dakota do Sul, Nebraska, Kansas, Oklahoma)
Montanhas Rochosas (Colorado, Idaho, Montana, Wyoming)
Desertos, cânions e serras nevadas
Sudoeste (Arizona, Novo México, Nevada, Utah)
Califórnia
Estado mais populoso do país. Apesar de localizar-se no Sudoeste, forma uma região separada.
Noroeste Pacífico (Washington, Oregon)
Alasca
O maior estado, fazendo quase 18% da área total dos Estados Unidos, porém é o mais escassamente povoado e não é contíguo ao resto do país.
Havaí
Localiza-se em um arquipélago no Oceano Pacífico, é o Estado mais distante do resto do continente.


Cidades[editar]

Washington, D.C.
  • Washington, D.C., a capital
  • Boston- O maior polo educacional dos Estados Unidos.
  • Chicago
  • Houston - A 4a maior cidade do pais
  • Los Angeles - Esta cidade grande e famosa no sul de Califórnia tem lindas praias, Hollywood, Disneyland, e muito mais.
  • Miami - Centro Turístico, visitada o ano inteiro por turistas, pelo seu clima quente e suas praias.
  • Nova York - A maior cidade dos EUA, é uma metrópole frenética e cosmopolita
  • Orlando - A segunda maior cidade dos EUA em termos de movimento turístico.
  • San Francisco

Outros destinos[editar]

Parque Nacional de Yellowstone.

Chegar[editar]

  • Cidadãos brasileiros precisam de visto para visitar o país. Leia as informações preliminares [1] e faça o agendamento de entrevista pelo site [2]
  • Cidadãos portugueses de posse de passaporte eletrônico não precisam de visto.

De avião[editar]

De barco[editar]

Entrar nos Estados Unidos por mar de outra maneira que não através de um navio-cruzeiro registado, pode ser difícil. Os pontos de entrada por mar mais frequentes do país são Los Angeles, Flórida, e os estados costeiros orientais.

Existem algumas balsas de passageiros entre os E.U.A. e o Canadá, mais notadamente desde as Províncias Atlânticas até Nova Inglaterra e desde Vitória, Colúmbia Britânica, até Seattle.

A Cunard [3] oferece viagens por mar entre o Reino Unido e Nova York.

AVISO: TODAS as pessoas que querem entrar nos Estados Unidos por mar precisam possuir um passaporte válido.

De carro[editar]

De autocarro/ônibus[editar]

De comboio/trem[editar]

A Amtrak [4] oferece serviços de comboio entre as cidades canadenses de Vancouver, Toronto e Montreal e os E.U.A.

Circular[editar]

De avião[editar]

Os Estados Unidos são o paraíso da aviação comercial. Aviões de todos os tipos e para todos os destinos estão disponíveis por inúmeras companhias aéreas. As passagens locais podem ser adquiridas diretamente nos balcões das companhias em aeroportos, via internet, ao telefone, em agências de viagens e pelo correio.

O seu bolso vai dizer o destino, o tipo de aeronave, a companhia e é possível fretar e alugar aviões, helicópteros, jatinhos.

Num raio de 50 milhas de qualquer cidade razoável vai existir pelo menos uma meia dúzia de aeroportos, alguns para destinos internacionais, outros para destinos regionais, para aviação comercial e particular e para os diversos tipos de aeronaves.

De carro[editar]

Pode-se alugar carro no aeroporto ao desembarcar e em todo aeroporto internacional há um prédio anexo para as autolocadoras. Há carros de todos os tipos e para todos os bolsos. Por uns 400 dólares semanais é possível alugar um carro bom e confortável, na faixa de um Dodge Siebling ou Ford Logus já com os seguros de DWL e de responsabilidade cível.

As estradas são excelentes, muito bem construídas, bem sinalizadas, com pavimentação perfeita, acessos fáceis e bem sinalizados, sempre com acostamento, muito bem conservadas e as principais são de pista dupla, com várias faixas de trânsito.

O limite de velocidade costuma ser de 70 milhas/hora, uns 110 km/h, e o tráfego nas estradas principais é pesado, com caminhões enormes e velozes, e as ultrapassagens podem ser feitas tanto pela direita quanto pela esquerda do veículo que estiver na frente.

Os americanos não respeitam muito os limites de velocidade e o risco maior de acidentes é na mudança de pista na estrada, não adianta dar seta que você vai mudar de pista, quem estiver atrás se julga no direito de ultrapassar se tiver um veículo mais possante.

É necessário cuidado em áreas escolares e com os ônibus escolares. Seria prudente parar o carro no acostamento ao ver um ônibus escolar embarcando ou desembarcando crianças.

As placas de “Stop” em cruzamento devem ser respeitadas e ultrapasse de sinal vermelho acarreta altas multas.

De autocarro/ônibus[editar]

Nos Estados Unidos há ônibus inter-estaduais e intermunicipais rápidos, seguros e nem sempre confortáveis, com pouco espaço para as pernas. Empresas como Greyhound e Peter Pan geralmente operam as linhas. Há, no entanto, poucos horários e terminais podem ser pouco conhecidos e geralmente zonas perigosas.

De comboio/trem[editar]

Fale[editar]

  • O idioma oficial é inglês, que se usa na grande maioria das lojas, restaurantes e outras empresas. O espanhol também é muito empregado, particularmente nos estados do sul: Texas, Flórida e sul da Califórnia, por exemplo. Em Nova Orleans, também se fala um pouco de francês e crioulo.
  • Há grandes concentrações de luso-falantes nas regiões de Nova York, Boston e Miami.

Compre[editar]

Os Estados Unidos são conhecidos como o país do consumismo. Tem supermercados, shoppings, grandes lojas de departamentos e inúmeras lojas especializadas em todo tipo de artigos.

O Walmart é o paraíso dos artigos brega e se vangloria de ser o maior centro mundial de vendas de meias de nylon, calcinhas samba-canção e de pinguins de geladeira a pilha. A rede Target é mais refinada e vende tudo o que o Walmart vende com uma apresentação melhor e o preço maior. As lojas são sempre enormes e é bom para fazer caminhada dentro delas.

Para os eletroeletrônicos, tais como câmaras e software procurem o Circuit City e o Best Buy, redes de lojas especializadas nesse setor, com das mais variadas ofertas promocionais. Brasileiros infelizmente só podem trazer 500 dólares em eletrônicos pois se trouxer mais que isso pagará uma taxa de 60% do valor que exceder a cota de 500 dólares. Tome cuidado e por via das duvidas leve as notas fiscais! Porém desde que habilitados celulares não entram na cota.

Coma[editar]

O país é conhecido como a terra do fast food. Há McDonald's, Burger King, Kentucky Fried Chicken, Subway ou Wendy's em tudo que é esquina.

Há também bons e caros restaurantes onde se comem steaks com puré de batatas ou batata assada, diversos tipos de molho, vegetais e massas. Buffets, salad bars, e uma combinação de comida mexicana e estadunidense ("Tex-Mex") são comuns em estados do sul como Texas e Califórnia. Outros estados tem seus próprios tipos de gastronomia, como comida havaiana, comida nova mexicana ou comida Cajun na Louisiana. Além destes, o visitante pode escolher dentre os variados restaurantes de "comidas étnicas", tais como restaurantes e pizzarias italianas, restaurantes jamaicanos, cubanos, mexicanos, porto-riquenhos, dominicanos, portugueses (churrasqueiras e frutos marinhos), brasileiros (churrasco de rodizio), chineses, tailandeses, vietnamitas, indianos, poloneses, judaicos kosher, halal para muçulmanos, russos, etc. Os endereços dos melhores restaurantes podem ser encontrados nos folhetins turísticos distribuídos nos Shoppings, hotéis e locais de grande afluxo de turistas.

Churrasco, ou barbecue é uma mania nacional, assim como muitos brasileiros o fim de semana dos americanos é fazer churrasco e beber cerveja gelada. Há boas churrasqueiras a carvão, a gás e elétricas, e o churrasco pode ser de hambúrguer, salsicha ou frango.

Nas cidades maiores, há ainda restaurantes vegetarianos ou vegans e supermercados que atendem ao público que prefere orgânicos, leite de arroz, soja, carnes vegetais, brotos e cereais, produtos geralmente caros. Mas grandes redes de supermercados sempre tem alternativas mais baratas para um crescente grupo preocupado em comer alimentos sem aditivos.

Beba e saia[editar]

Vale lembrar que é proibido ingerir bebidas alcoólicas nas ruas, com exceção do estado de Nevada onde pode-se andar na rua enquanto bebe (vide Las Vegas). Para os demais casos somente dentro de bares e restaurantes.

Durma[editar]

Para o turista que gosta de fazer o chamado “turismo individual” e aprecia circular livremente pelo país com liberdade, nada melhor do que alugar um carro e usar a rodovia.

Quem faz esta opção vai contar com uma rede incrível de hotéis relativamente baratos na faixa de 50 a 80 dólares o casal, em quartos bem equipados, com duas camas king size, TV a cabo, refrigerador, micro-ondas, cafeteira elétrica e secador de cabelos, além dos demais confortos usuais. Em toda auto-estrada (highway) encontra-se um trevo de acesso a pelo menos cada 5 ou 10 milhas com postos de gasolina, diferentes “Inns”, Motéis ou Hotéis.

Nos acessos aos destinos principais como Miami, Atlanta, Washington, Boston, etc. em toda auto-estrada estas facilidades estarão à pouca distância do centro da cidade e de shoppings. Vale a pena hospedar-se num desses motéis enquanto se conhece a cidade.

Aprenda[editar]

Trabalhe[editar]

Para trabalhar nos Estados Unidos necessita-se de visto com autorização especial. Portadores de visto de turista não podem ter trabalho remunerado no país. Há, no entanto, uma leva de imigrantes indocumentados em todo o pais que faz vários tipos de trabalho enquanto espera por dias melhores, através de legalização com o patrocínio do empregador, casamento com um cidadão, ou anestia concedida pelo presidente da republica.

Depois dos atentados de 11 de setembro de 2001, a política migratória tornou-se extremamente rígida. Com a crise econômica atual quando os da terra tem feito trabalhos que não faziam antes, a opinião pública também é contrária à imigração. Racismo à parte, vários alegam que indocumentados costumam trabalhar por salários menores que os oferecidos a cidadãos. Logo, a tendência é criminalizar indocumentados, punindo tanto o empregador com pesadas multas quanto o empregado com prisão e posterior deportação.

Segurança[editar]

No caso de emergência não hesite em chamar a policia ou o corpo de bombeiros. Os Estados Unidos tem grandes investimentos na área de segurança e de prevenção. Apesar de todos conhecermos pelas famosas series e filmes a agencia do FBI, os serviços de segurança em sua maior parte são feitos por policiais e bombeiros locais e/ou distritais. As cidades americanas de forma geral são seguras e oferecem um clima harmonioso para quem as visita.

Saúde[editar]

No caso de uso continuo de medicamento, é conveniente viajar para os Estados Unidos munido de uma quantidade de medicação suficiente para a estadia. É necessário ter receita médica atualizada e farmácias podem não aceitar receita feita em outro país. Assistência médica, tratamentos e remédios custam muito caro nos Estados Unidos, onde não existe sistema abrangente de saúde pública, mas conforme leis internacionais, hospitais não podem negar serviços de emergência.

Respeite[editar]

Uma das regras de boas práticas, é respeitar o meio-ambiente e todo serviço ou espaço publico, não jogar lixo nas ruas ou rodovias, isso pode gerar uma multa muito alta, não deixar alto o volume do som, seja em casa ou dentro do carro para evitar maiores transtornos, não tomar bebidas alcoólicas em espaços públicos, proibido por lei, não desrespeitar qualquer civil ou servidor publico como também sempre respeitar filas de ônibus, metro, eventos, clinicas e de qualquer serviço que seja.

Mantenha contato[editar]

Para ligar ao pais de origem, digite o código 011 para ligações internacionais, o código do país, no caso 55 (Brasil), o DDD da região do telefone de destino e por último o telefone de destino.
Exemplo: 011 + 55 + DDD + Telefone


Este artigo de país é usável. Ele contém links para as cidades principais e outros destinos (todos com estados de usável ou melhor), uma estrutura regional válida, e inclui informações sobre a moeda, idioma, gastronomia, e cultura do país. Pelo menos a atração mais importante é identificada com direções. Uma pessoa mais corajosa poderia utilizá-lo para viajar, mas por favor mergulhe fundo e ajude-o a crescer!
40; -100Internet-web-browser.svg